A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Estudo dirigido sobre contração muscular

Pré-visualização | Página 1 de 1

ESTUDO DIRIGIDO – CONTRAÇÃO MUSCULAR
 
1. 	Quanto ao tema “Contração muscular”, responda os itens abaixo:
a) 	Nome do neurônio : Motoneurônio alfa 	 	
b) 	Local onde a sinapse ocorre : Entre o axônio do neurônio e a fibra muscular 	
c) Nome da sinapse : Junção Neuromuscular 
d) Neurotransmissor : Acetilcolina
e) Receptor : Receptor Nicotínico 
f) Enzima da fenda sináptica : Acetilcolinesterase 	
 
2. 	Explique o que é uma unidade motora. Uma unidade motora é um motoneurônio alfa conectado a várias fibras musculares
 
3. 	Quanto ao sistema muscular, associe CORRETAMENTE as duas colunas abaixo:
	1. Sarcolema
	( 4	) Estrutura importante para o mecanismo de contração muscular; armazena grande quantidade de íons cálcio.
	2. Miofibrilas
	( 2	) Filamentos de actina e miosina.
	3. Sarcoplasma
	( 1	) Membrana celular da fibra muscular.
	4. Retículo sarcoplasmático
	( 5	) O músculo não se encurta durante a contração.
	5. Contração isométrica
	( 6	) O músculo se encurta com a contração muscular permanecendo constante.
	6. Contração isotônica concêntrica
	( 10	) Deficiência de oxigênio para suprir o funcionamento dos mecanismos de contração.
	7. Contração isotônica excêntrica
	( 3	) Matriz formada pelos constituintes intracelulares.
	8. Contração de fibras múltiplas
	( 9	) Estado de “semi-contração” apresentado pelo músculo mesmo quando este está em repouso.
	9. Tônus muscular
	( 7	) Ocorre aumento do comprimento da fibra muscular, porém apresenta tensão mantida.
	10. Fadiga muscular
	( 8	) Aumento do número de unidades motoras que se contraem ao mesmo tempo.
 
4. 	Descreva o acoplamento excitação-contração. O início do acoplamento excitação -contração acontece quando o motoneurônio alfa entra em potencial de ação. Esse potencial de ação percorre o axônio até sua extremidade e então ele incita a liberação da acetilcolina na junção neuromuscular. A acetilcolina vai entrar em contato com os receptores nicotínicos, que permitem a entrada de Na+ na célula. Depois disso, a acetilcolina vai ser degradada, na junção neuromuscular pela ação da acetilcolinesterase
 
5. 	Qual a importância do cálcio e do ATP nos mecanismos de contração e relaxamento muscular? O cálcio é essencial para a interação da miosina e da actina, pois é ele que bloqueia a inibição dessa interação realizada pela tropomiosina e pela troponina. Isso acontece pela conexão do Ca++ com a subunidade C da troponina, o que desativa a subunidade I, que inibe a actina e ativa a subunidade T, que se liga com a troponina. A ligação com a troponina faz com que a tropomiosina pare de inibir a miosina.
Além da ação do cálcio, a presença do ATP é determinante para a interação da miosina e da actina. Quando o ATP está presente a afinidade da miosina e da actina não é tão alta e elas não se conectam, mas na cabeça da miosina existe a enzima ATPase que hidrolisa o ATP e o transforma em ADP e fosfato inorgânico. Na presença do ADP a afinidade da miosina e da actina cresce e elas se conectam. Com o tempo o metabolismo da célula faz com que a concentração de ATP aumente e a de ADP diminua, e com isso, a miosina e a actina se desconectam, o que libera mais uma vez a ação da ATPase criando um ciclo que é parado com a retirada de Ca++ do meio, o que acontece através da ação da bomba calcioATPase que bombeia o cálcio de volta para o retículo sarcoplasmático.