A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
2 Os Tipos de Energias Humanas

Pré-visualização | Página 1 de 2

Introdução aos 
Sistemas Energéticos 
no Ser Humano
Responsável pelo Conteúdo:
Prof.ª Dr.ª Gisele Damian Antonio Gouveia
Revisão Textual:
Prof.ª Dr.ª Luciene Oliveira da Costa Granadeiro
Os Tipos de Energias Humanas e as Substâncias Essenciais
Os Tipos de Energias Humanas 
e as Substâncias Essenciais
 
 
• Compreender a classificação das energias humanas, as substâncias essenciais e circulação 
energética do corpo humano.
OBJETIVO DE APRENDIZADO 
• As Substâncias Fundamentais e as Energias Humanas;
• As Energias Humanas.
UNIDADE Os Tipos de Energias Humanas e as Substâncias Essenciais
As Substâncias Fundamentais 
e as Energias Humanas
Nesta Unidade, vamos conhecer as principais substâncias fundamentais para vida 
e a circulação da energia no corpo humano. Além disso, você terá indicações de lei-
turas complementares para aprofundar seu conhecimento e interagir com os demais 
cursistas nos fóruns de discussão desta unidade. 
A energia vital do corpo e mente integra-se por meio da circulação das substân-
cias vitais que estão intimamente interligadas para a formação do corpo físico e suas 
atividades funcionais. As substâncias vitais são geradas de energias pré-celestiais 
(antes do nascimento) ou pós-celestiais (após o nascimento por meio da alimentação) 
(MACIOCIA, 2017). 
As substâncias vitais são: 
• Essência vital; 
• Energia vital; 
• Sangue; 
• Líquidos orgânicos; 
• Essência psíquica (mente).
Essência Vital (Jing)
A essência vital é como um fluido derivado de um processo de refinamento ou des-
tilação; é uma substância preciosa para ser cuidada e guardada (MACIOCIA, 2017). 
A essência vital pode ser de origem:
• Pré-celestial (essência congênita, inata);
• Pós-celestial (essência adquirida após nascimento).
• A essência vital pré-celestial (congênita, inata): corresponde à essência pré-
-natal que nutre o embrião e o feto durante a gestação, ou seja, a energia genética 
do homem e a mulher que irá determinar a constituição básica de cada pessoa, 
força e vitalidade. A essência vital pré-celestial, na puberdade, gera a menstruação 
e óvulo nas mulheres e esperma nos homens. Essa essência, uma vez herdada 
pelos pais, é fixa em quantidade e qualidade, não podendo ser renovada, devendo 
ser preservada (MACIOCIA, 2017); 
8
9
Importante! 
O excesso de atividade física, sexo e trabalho podem provocar a redução da sua essência 
pré-celestial, ou seja, sua longevidade. Para preservá-la, você deve reservar 8-10% do 
seu tempo semanal para dedicar-se a você e alimentar sua energia vital por meio de 
exercícios de respiração, meditação, yoga, tai-chi-chuan, reiki, Qi Gong etc.
O Qi Gong (exercício Yi Jin Jing – músculo e tendões) pode melhorar aspectos biológicos, 
psicológicos e sociais, ajudando na melhoria do estado de humor, da autoestima, promo-
ve sono reparador e pode auxiliar na imunidade (BRASIL, 216). As práticas podem ser fei-
tas diariamente por 15 a 30 minutos. A sequência dos movimentos pode ser consultada. 
 Disponível em: https://youtu.be/x1XqV2wGiR0
• Essência vital adquirida (pós-celestial): c orresponde à essência extraída dos
alimentos e água, transformado pelo processo de digestão no estômago e baço-
-pâncreas após o nascimento. Por essa razão, podemos dizer que a alimentação
balanceada e saudável é a raiz da essência vital pré-celestial (MACIOCIA, 2017).
Energia Vital (Qi, Ki ou Prana)
É muito difícil definir a palavra “energia vital” no seu conceito exato como vimos 
anteriormente. Os livros clássicos e estudos contemporâneos definem “energia vital” 
como “f orça material”, “matéria-vital”, “força vital”, “força da vida”, “força motriz”, 
“poder da vida”, “poder e mover”, “sopro da vida”, Ki, t’Chi, prana. (MACIOCIA, 2017).
De modo geral, as “energias humanas ou bioenergias” têm 5 funções:
• Promover;
• Aquecer;
• Defender;
• Governar;
• Transformar.
N os seres vivos, animais ou vegetais, a “energia vital” não é facilmente observada, 
mas o seu equilíbrio resulta em características que podem ser percebidas como 
 aspectos positivos da vida, como brilho no olhar, a motivação, a saúde, a autoestima, 
o bem-estar, a alegria, a vitalidade. Entretanto, a ausência ou estagnação da “energia
vital” pode ser compreendida na forma da doença, dos pensamentos negativos, da
baixa autoestima, da tristeza, da depressão, da insônia, do desânimo, ou seja, os
aspectos negativos que levam as pessoas ao baixo-astral.
9
UNIDADE Os Tipos de Energias Humanas e as Substâncias Essenciais
Vamos sentir esta energia vital?
Experimente fazer o seguinte exercício, abaixo, para sentir a sua energia vital:
1. Estique os braços e vire uma mão para cima e outra para baixo. Feche as mãos de forma que 
a ponta dos dedos bata na zona carnuda da base da mão. Repita esse movimento três vezes 
à medida que inspira e expira (expire quando fechar a mão).
2. Inverta agora a orientação das palmas das mãos (a que estava virada para cima, fica virada 
para baixo e vice-versa) e repita o exercício mais três vezes.
3. Coloque as palmas das mãos frente a frente;
4. Após colocar as palmas das mãos frente a frente, afaste-as e lentamente aproxime-as até 
sentir uma “bola” de energia no espaço entre elas. O formigueiro, o calor ou qualquer outra 
sensação que tenha é energia vital. É essa energia vital de que tenho falado até agora.
Se não conseguiu ter a percepção da energia na primeira vez, repita o exercício mais tarde, 
algumas vezes, concentrando-se para ativar a sua energia.
Figura 1
Fonte: VARATOJO, 2010
Sangue (Xue)
O sangue tem a função de nutrir e umedecer os órgãos e tecidos do corpo, com-
plementar a ação nutriente da energia vital e proporcionar o fundamento material 
10
11
para a mente. E le é produzido pelo estômago e baço/pâncreas a partir das matérias 
substanciais da água e dos alimentos. N os vasos sanguíneos, energia nutrícia reúne-
-se com os líquidos para se converter em sangue (MACIOCIA, 2017). 
O sangue percorre todo o corpo, chegando aos órgãos e vísceras, músculos, 
ossos e tendões, p romovendo nutrição a fim de manter e realizar suas atividades 
funcionais de todo o corpo. A circulação do sangue depende do impulso da energia 
do coração (circulação), do pulmão (oxigenação), do fígado (armazenamento) e do 
Baço/Pâncreas (produção) (LAO, 2001).
Líquidos Orgânicos (Jinye)
Os líquidos orgânicos compreendem os líquidos que circulam na superfície do 
corpo e os que circulam na parte interna do corpo. São eles:
• Líquidos externos: lágrimas, suor, saliva e secreção nasal;
• Líquidos internos (nutrindo as articulações, cérebro e medula): líquido sino-
vial, cefalorraquidiano, secreção vaginal/seminal, amniótico, líquidos auditivos 
e urina. 
A função dos líquidos orgânicos:
• Umedecer e nutrir os tecidos;
• Formar o sangue.
A formação, distribuição e excreção dos líquidos orgânicos é um processo que 
envolve a energia de vários órgãos: os pulmões (regulam o ciclo das águas no corpo), 
o estômago e baço/pâncreas (transformação e de transporte da água e alimentos) e 
os rins (filtragem e excreção) (MACIOCIA, 2017).
A insuficiência dos líquidos produz sintomas de secura no organismo, tais como: tosse 
seca, constipação, olhos secos. Já a dificuldade na excreção dos líquidos orgânicos pode 
levar à retenção de água, mucosidade, edema generalizado etc. (MACIOCIA, 2017). 
Essência Psíquica (Mente)
A essência psíquica engloba todas as atividades mentais do corpo, tais como: von-
tade, pensamento, intelecto, animo, raciocínio, memória (MACIOCIA, 2017).
A atividade da mente conta com a essência psíquica e com a energia vital como 
sua base fundamental. S e o estado da mente estiver afetado em decorrência de trans-
tornos do humor, ao ficar triste, deprimida, ansiosa, com raiva, com medo, afetará a 
energia vital. A mente está relacionada de maneira íntima com nossa vida emocional 
porque somente e la pode sentir o afeto e sentimento de todos os órgãos do sentido 
do nosso corpo.
11
UNIDADE Os Tipos de Energias Humanas e as

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.