A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Direito constitucional nacionalidade parte 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

C
N
P
J 3
1
.0
0
0
.5
1
8
/0
0
0
1
-5
9
NACIONALIDADE
PARTE II
DIREITO CONSTITUCIONAL
02
Nacionalidade
Parte II
Distinção entre brasileiros natos e brasileiros naturalizados
Em atenção ao princípio da igualdade, a Constituição Federal 
vedou, em regra geral, qualquer possibilidade de lei estabelecer 
distinções entre brasileiros natos e brasileiros naturalizados. Con-
tudo, o texto constitucional traz algumas exceções: 
 Extradição (art. 5º, Lie LII):
É a medida de cooperação internacional entre o Estado bra-
sileiro e outro Estado pela qual se concede ou solicita a entrega de 
pessoa sobre quem recaia condenação criminal definitiva ou para 
fins de instrução de processo penal em curso.
> Brasileiro nato: em hipótese alguma será extraditado;
> Brasileiro naturalizado: poderá ser extraditado, nas seguin-
tes situações:
� Em caso de crime comum praticado antes da naturalização;
� Comprovado envolvimento com o tráfico ilícito de entorpe-
centes e drogas afins, na forma da lei.
Cargos privativos de brasileiros natos (Art. 12, §3º)
São privativos de brasileiro nato os cargos:
> Presidente e Vice-Presidente da República;
> Presidente da Câmara dos Deputados;
> Presidente do Senado Federal;
03
> Ministro do STF;
> Carreira diplomática;
> Oficial das Forças Armadas;
> Ministro de Estado da Defesa
No Conselho da República – órgão de consulta do Presiden-
te da República – devem ficar reservados seis assentos para 
brasileiros natos.
Propriedade de empresa jornalística, de radiodifusão so-
nora, de sons e imagens (art. 222, da CF), é privativa de:
> Brasileiros natos 
> Brasileiros naturalizados há mais de 10 anos 
> De pessoa jurídica constituída sob as leis brasileiras e que 
tenham sede no país. 
PERDA DA NACIONALIDADE
Os pressupostos para a declaração da perda da naciona-
lidade brasileira são:
> Cancelamento da naturalização por sentença judicial, 
pela prática de atividade nociva ao interesse nacional;
> Aquisição de outra nacionalidade. Três requisitos são ne-
cessários para aquisição de outra nacionalidade: a) manifestação 
livre de vontade, capacidade civil e efetiva aquisição da nacionali-
dade estrangeira.
Atenção
04
A Constituição Federal consagrou duas ressalvas à regra 
de Naturalização voluntária. Veja-se:
> Reconhecimento de nacionalidade originária: contem-
plou-se a dupla nacionalidade. O brasileiro não perdera sua nacio-
nalidade, caso tenha outra reconhecida por Estado Estrangeiro.
> Imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao 
brasileiro residente em estado estrangeiro, como condição para 
permanência em seu território ou para o exercício de direitos civis; 
não há falar em perda da nacionalidade brasileira quando a aquisi-
ção de outra nacionalidade for em decorrência da imposição da lei 
estrangeira.
1 - (CESPE – 2020) Acerca de direitos e garantias fundamentais, 
julgue o item a seguir.
Brasileiro naturalizado pode ocupar o cargo de presidente da Câ-
mara dos Deputados.
2 - (Quadrix – 2020) O artigo 5.º da Constituição Federal de 1988 
dispõe que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qual-
quer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros re-
sidentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à 
igualdade, à segurança e à propriedade. De acordo com o que prevê 
o texto constitucional pátrio sobre direitos e garantias fundamen-
tais, julgue o item.
Nenhum brasileiro será extraditado, salvo o naturalizado, em caso 
de crime comum praticado antes da naturalização ou de comprova-
do envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, 
na forma da lei.
Na prática
05
3 - (INSTITUTO AOCP – 2019) As normas constitucionais deter-
minam alguns cargos que são privativos de brasileiro nato. Dentre 
eles, está o cargo de
a) Ministro de Estado da Defesa.
b) Ministro do Superior Tribunal de Justiça.
c) Governador de Estado.
d) Ministro da Justiça e Segurança Pública.
e) Advogado-Geral da União.
06
BIBLIOGRAFIA 
LENZA, Pedro. Direito constitucional esquematizado. 23. ed. – 
São Paulo: Saraiva Educação, 2019.
BULOS, Uadi Lammêgo. Direito Constitucional ao alcance de 
todos. 9ºed. – São Paulo: Saraiva Educação, 2019.