A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Atividade de Sistematização (Exames Complementares)

Pré-visualização | Página 1 de 3

Atividade de Sistematização Geral (ASG) 
Exames Complementares. 
 
Pergunta 1 
0,175 em 0,175 pontos 
   
  Com relação aos tipos de colesterol, é correto afirmar que:       
       
Resposta 
Selecionada: 
d.  
O colesterol lower density lipoprotein (LDL) é uma 
lipoproteína de baixa densidade, conhecido 
popularmente como colesterol “ruim” e, quando seus 
níveis estão elevados, também aumentam os riscos de 
desenvolver doenças coronárias com o infarto agudo do 
miocárdio. 
Respostas:  a.  
O colesterol high density lipoprotein (HDL) é uma 
lipoproteína de alta densidade, conhecido popularmente 
como colesterol “ruim” que agride o LDL (colesterol 
“bom”). 
  b.  
Suas alterações são nada mais do que distúrbios de 
carboidratos em excesso no sangue, e seu acúmulo pode 
acarretar diversas doenças, dentre elas, a principal é o 
diabetes mellitus. 
  c.  
O colesterol lower density lipoprotein (LDL) é uma 
lipoproteína de alta densidade, conhecido popularmente 
como colesterol “bom” que nos protege do HDL 
(colesterol “ruim”). Essa fração do colesterol total possui 
como principal função extrair o colesterol HDL das 
artérias e levá-lo até o fígado onde ele será quebrado e 
excretado posteriormente. 
  d.  
O colesterol lower density lipoprotein (LDL) é uma 
lipoproteína de baixa densidade, conhecido 
popularmente como colesterol “ruim” e, quando seus 
níveis estão elevados, também aumentam os riscos de 
desenvolver doenças coronárias com o infarto agudo do 
miocárdio. 
Pergunta 2 
0,175 em 0,175 pontos 
Pergunta 3 
0,175 em 0,175 pontos 
 
  e.  
O colesterol high density lipoprotein (HDL) é uma 
lipoproteína de baixa densidade, conhecido 
popularmente como colesterol “ruim” e quando seus 
níveis estão elevados também aumentam o risco de 
desenvolver doenças coronárias como o infarto agudo 
do miocárdio. 
   
  Nas lesões de vias biliares e/ou fluxo biliar, verificamos aumento dos 
seguintes exames laboratoriais: 
     
 
 
     
Resposta Selecionada:  e.  
Bilirrubinas, FA e GGT. 
Respostas:  a.  
Bilirrubinas e albumina. 
  b.  
TGO, TGP, FA e GGT. 
  c.  
TGO, TGP e DHL. 
  d.  
TGO, TGP e albumina. 
  e.  
Bilirrubinas, FA e GGT. 
   
  O distúrbio eletrolítico ocasionado pela redução nos níveis de sódio abaixo 
de 130 MEq/l no organismo é chamado de: 
     
Pergunta 4 
0,175 em 0,175 pontos 
 
 
     
Resposta Selecionada:  a.  
 Hiponatremia 
Respostas:  a.  
 Hiponatremia 
  b.  
Hipernatremia 
  c.  
Hipocalcemia 
  d.  
Hipotireoidismo 
  e.  
Hipocalemia 
   
  Paciente U.S.B., 41 anos, sexo masculino, sem antecedentes cardíacos e 
pulmonares, com queixa de dor antiga na coluna lombar, que ultimamente 
tem piorado em posturas estáticas prolongadas (em pé ou sentado) ou 
quando faz algum esforço físico. É obeso (IMC=45), sedentário, fumante e, ao 
exame, nota-se aumento da lordose lombar e da cifose torácica, sem sinais 
de comprometimento neural, mostrando mobilidade global limitada na 
flexão de tronco por retração da cadeia posterior, hipomobilidade torácica 
durante a extensão de tronco. Na RNM, observa-se a presença de redução 
do espaço discal L4-L5 e L5-S1, com degeneração e desidratação dos 
respectivos discos intervertebrais, formações osteofitárias difusas em todo 
segmento lombar associado à degeneração das articulações facetárias de 
grau moderado, não se evidenciando qualquer comprometimento medular 
ou radicular. Evolui há 5 meses com infecções pulmonares de repetição, na 
investigação é feito diagnóstico de Leucemia Mieloíde Aguda (LMA). Como 
tratamento, foi submetido à quimioterapia e transplante de medula. Ao 
decorrer do mesmo, apresenta nos exames de rotina hemoglobina = 8,3 e 
hematócrito 28%. Qual provável tipo de anemia ligado à leucemia e à 
quimioterapia? 
     
Pergunta 5 
0,175 em 0,175 pontos 
 
 
     
Resposta Selecionada:  c.  
Anemia Aplásica. 
Respostas:  a.  
Anemia Crônica. 
  b.  
Anemia Megaloblástica. 
  c.  
Anemia Aplásica. 
  d.  
Anemias Falciforme. 
  e.  
Anemia Ferropriva. 
   
  São alterações compatíveis com um infarto agudo do miocárdio:       
       
Resposta 
Selecionada: 
a.  
Infradesnivelamento do segmento ST e 
supradesnivelamento do segmento ST. 
Respostas:  a.  
Infradesnivelamento do segmento ST e 
supradesnivelamento do segmento ST. 
  b.  
Alargamento do completo QRS e ausência de onda P. 
  c.  
Infradesnivelamento do segmento ST e inversão da 
onda P. 
  d.  
Supradesnivelamento do segmento ST e aumento do 
intervalo PR. 
  e.  
Inversão da onda T e alargamento do complexo QRS. 
Pergunta 6 
0,175 em 0,175 pontos 
Pergunta 7 
0,175 em 0,175 pontos 
 
   
  Os hormônios envolvidos na reprodução e maturação dos eritrócitos e o 
tempo de vida dos eritrócitos são respectivamente: 
     
 
 
     
Resposta Selecionada:  a.  
a eritropoetina e 120 dias. 
Respostas:  a.  
a eritropoetina e 120 dias. 
  b.  
o hormônio do crescimento e 30 dias. 
  c.  
o estrógeno e 90 dias. 
  d.  
a prolactina e 60 dias. 
  e.  
o glucagônio e 100 dias. 
   
  Uma paciente com 30 anos de idade, com sequela de AVE há 5 anos e 
etilismo crônico deu entrada no Pronto Socorro do Hospital de Osasco, 
vítima de acidente automobilístico, momento em que foi projetado de 
encontro ao painel frontal do carro e contido pelo cinto de segurança. 
Apresentava-se com Glasgow de 11, PA: 100x 60 mmHg, FC: 112 bpm, com 
assimetria de tórax, timpanismo a percussão em Hemitórax Esquerdo (HTE), 
dispneica e com oximetria de pulso, com SatO2: 87%. Raio-X de tórax 
evidenciava infiltrados reticulares em 2/3 inferiores de hemitórax direito + 
fratura de clavícula e 4 arcos costais à esquerda, sugerindo Pneumotórax à 
esquerda. A paciente foi intubada orotraqueal, após tomadas as condutas 
emergenciais, e transferida para UTI. Após exame laboratorial, apresenta 
leucograma com 20 mil leucócitos, 65% de segmentados, 10% de bastões e 
     
Pergunta 8 
0,175 em 0,175 pontos 
1% mielócito. Com relação ao leucograma da questão acima, essa alteração 
está relacionada com um possível quadro de: 
 
 
     
Resposta Selecionada:  c.  
Infecção bacteriana. 
Respostas:  a.  
Inflamação generalizada. 
  b.  
Infecção viral 
  c.  
Infecção bacteriana. 
  d.  
Infecção por parasita. 
  e.  
Dermatose. 
   
  São alterações no Raio X de tórax sugestivas de atelectasia:       
       
Resposta 
Selecionada: 
a.  
Imagem hipotransparente, pinçamento dos arcos costais 
e desvio de traqueia e mediastino para o mesmo lado. 
Respostas:  a.  
Imagem hipotransparente, pinçamento dos arcos costais 
e desvio de traqueia e mediastino para o mesmo lado. 
  b.  
Imagem hipertransparente, pinçamento dos arcos 
costais e sem desvio de traqueia e mediastino para o 
mesmo lado. 
  c.  
Imagem homogênea com desvio de traqueia e 
mediastino para o lado contra lateral e ausência de 
trama vasobrônquica. 
  d.  
Imagem hipertransparente, alargamento dos arcos 
costais e desvio de traqueia e mediastino para o mesmo 
lado. 
  e.  
Imagem hipertransparente, pinçamento dos arcos 
costais e desvio de traqueia e mediastino para o lado 
contra lateral. 
 
 
Pergunta 9 
0,175 em 0,175 pontos 
   
  O infarto agudo do miocárdio é a necrose da 
célula miocárdica resultante da oferta inadequada 
de oxigênio ao músculo cardíaco. A princípio, 
ocorre isquemia e, se esta for grave e prolongada, 
segue-se o infarto do miocárdio, cuja extensão 
depende da artéria coronária obstruída, do grau 
de circulação colateral e das exigências de 
oxigênio do tecido suprido pela artéria. Os 
marcadores de lesão miocárdica são 
macromoléculas intracelulares liberadas após 
lesão da membrana do sarcolema dos miócitos 
decorrente de necrose. 
Sobre os marcadores utilizados na investigação do 
infarto agudo, assinale a alternativa CORRETA: 
 
Res
pos
ta 
Sele
cion
ada: 
a.  
A elevação da enzima 
CK-MB 
(creatinoquinase MB) é 
um indicador específico 
de lesão miocárdica, 
particularmente de 
infarto agudo do 
miocárdio.