A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
179 pág.
guia_de_profissoes_unesp_09-09-2020

Pré-visualização | Página 4 de 46

tanciamento social imposto pela pandemia forçaram algumas 
adaptações importantes, inclusive no exame vestibular para 
ingresso em 2021, mas um ponto permanece inalterado na 
Unesp: a nossa busca incessante pela excelência acadêmica. 
Esse esforço é reconhecido periodicamente nos resultados dos 
rankings universitários nacionais e internacionais, que seguem 
listando a Unesp entre as melhores universidades do Brasil e 
da América Latina.
Preste o vestibular e entre para o nosso mundo acadêmico. 
Será muito bom receber você!
Sandro Roberto Valentini, reitor da Unesp (2017-2021)
Publicação da Assessoria de Comunicação
e Imprensa da Reitoria da UNESP
Assessor-chefe de Comunicação e Imprensa: 
Fabio Mazzitelli de Almeida
Projeto gráfico: JS Comunicação Gráfica
Designer: Andréa Cardoso
Fotografias: Acervo ACI, Acervo Imprensa Oficial e Acervo Vunesp
Capa: Cintia Tinti
Apoio administrativo: Thiago Henrique Lúcio
Atualização e Revisão: Alexandre Donizeti Pazoti, Fabio Mazzitelli 
de Almeida e Valeria Cristina Nagashima Dias Artea Hirayama
Apoio: Fundação Vunesp
Rua Dona Germaine Burchard, 515 – CEP 05002-062 – São Paulo-SP
Fone (11) 3670-5300 – Homepage www.vunesp.com.br
Reprodução de textos permitida, desde que citada a fonte.
EXPEDIENTE
Reitor: Sandro Roberto Valentini
Vice-reitor: Sergio Roberto Nobre
Pró-reitor de Planejamento Estratégico e Gestão: Leonardo Theodoro Bull
Pró-reitora de Graduação: Gladis Massini-Cagliari
Pró-reitora de Pós-Graduação: Telma Teresinha Berchielli 
Pró-reitora de Extensão Universitária e Cultura: Cleopatra da Silva Planeta
Pró-reitor de Pesquisa: Carlos Frederico de Oliveira Graeff
Secretário-geral: Arnaldo Cortina
Chefe de Gabinete: Carlos Eduardo Vergani
Endereço da Reitoria: R. Quirino de Andrade, 215
CEP 01049 010 • São Paulo, SP • Fone (11) 5627-0235 
Homepage www.unesp.br
Conselho Curador
Presidente: Prof. Dr. Ivan Esperança Rocha (FCL, Assis)
Vice-presidente: Estevão Tomomitsu Kimpara (ICT, São José dos 
Campos)
Membros Titulares: Edson Antonio Capello Sousa (FE, Bauru), 
Edson Alves de Campos (FO, Araraquara), Estevão Tomomitsu 
Kimpara (ICT, São José dos Campos), Ivan Esperança Rocha (FCL, 
Assis), Marcio Antonio Bazani (FE, Ilha Solteira), Neri Alves (FCT, 
Presidente Prudente), Paulo Alexandre Monteiro de Figueiredo 
(FCAT, Dracena), Renato Crivellari Creppe (FE, Bauru), Ricardo 
Marques Barreiros (Itapeva)
Diretoria Executiva
Diretor-presidente:
Antonio Nivaldo Hespanhol (FCT, Presidente Prudente) 
Superintendente Acadêmico:
Renato Eugênio da Silva Diniz (IBB, Botucatu) 
Superintendente Administrativo:
Antonio Carlos Simões Pião (IGCE, Rio Claro) 
Superintendente de Planejamento:
Henrique Luiz Monteiro (FC, Bauru)
 Guia de Profissões  19
Busca dos melhores alunos
Em novo formato, prova segue valorizando visão crítica
Em razão da pandemia de Covid-19, fato marcante 
no ano de 2020, o formato do Vestibular da Unesp 
sofreu alterações importantes para aqueles que ingres-
sarão na Universidade em 2021.
O exame, que vai oferecer 7.630 vagas em 23 ci-
dades paulistas, segue sendo realizado em duas fases 
de provas: a primeira composta por conteúdos de Co-
nhecimentos Gerais e a segunda, por Conhecimentos 
Específicos e uma redação.
As 90 questões de múltipla escolha da primeira fase, 
entretanto, serão aplicadas em dois dias diferentes, um 
somente para candidatos da área de Ciências Biológicas 
e outro apenas para candidatos das áreas de Ciências 
Exatas e Ciências Humanas. A divisão dos candidatos 
em dois grupos diferentes foi uma medida excepcional 
adotada para minimizar os efeitos de aglomeração nos 
locais de prova. A primeira fase tem caráter classificatório 
e eliminatório.
A segunda fase será realizada em dia único e com 
60 questões de múltipla escolha, mudança de for-
mato que ocorreu em consequência das adaptações 
necessárias para equacionar questões sanitárias e de 
logística do processo seletivo. Além das 60 questões, 
os candidatos também terão que fazer uma redação, 
gênero dissertativo, na segunda fase.
Estudo recente realizado pela Fundação Vunesp, 
responsável pelo vestibular da Unesp, indicou que 
as questões de múltipla escolha têm forte caráter 
interdisciplinar e não possuem “pegadinhas”, ou seja, 
questões em que os candidatos são levados a optar 
por uma alternativa errada em razão de um enunciado 
mal redigido ou formulado de modo a confundi-los.
A tendência é que esse modelo de prova multi e 
interdisciplinar seja mantido, pois valoriza a visão crí-
tica do estudante e permite conhecer as capacidades 
desejadas dos candidatos. O vestibular da Unesp tem, 
entre os seus objetivos, selecionar estudantes capazes 
de articular ideias de modo coerente, de compreender 
ideias e relacioná-las, de se expressar com clareza e de 
conhecer o conteúdo do currículo da educação básica 
do Estado de São Paulo. 
Do total de vagas, cerca de 50% serão destinadas 
ao Sistema de Reserva de Vagas para Educação Bási-
ca Pública e, dessas vagas destinadas a egressos de 
escolas públicas brasileiras, aproximadamente 35% 
serão reservadas a quem se autodeclara preto, pardo 
ou indígena.
EXAME VESTIBULAR
20  Guia de Profissões
Informação ajuda 
a escolher
Buscar o autoconhecimento também é essencial
A economia do Brasil sente falta de profissionais com 
a competência exigida pelas novas características do 
mercado. As empresas esperam que eles tenham, além 
da formação universitária, um curso de especialização, 
bem como conhecimentos de administração, finanças, 
informática, outros idiomas e gestão de pessoas.
Além de ficar atento ao noticiário econômico, o 
jovem que escolhe uma carreira universitária deve 
ter em mente que sua formação será constante. As 
empresas exigem hoje um profissional atualizado nas 
novas tecnologias e procedimentos. E com a facilidade 
de acesso à informação possibilitada pela internet, não 
há desculpas para não continuar os estudos.
Novas competências
Em um mercado cada vez mais competitivo, a 
formação do estudante nas Instituições de Ensino 
Superior deve envolver também uma prática inicial da 
profissão escolhida, tanto em atividades de extensão 
universitária, como em estágios. Ao vivenciar situações 
reais de trabalho, o aluno desenvolve competências 
e habilidades mais direcionadas à profissão. Também 
entra em contato com os valores éticos e comporta-
mentais da sua categoria profissional.
Entre as competências, a proatividade é uma 
das mais valorizadas. Saber resolver problemas do 
cotidiano, buscar soluções e propor melhorias são 
OPÇÕES PROFISSIONAIS
 Guia de Profissões  21
características de um profissional de destaque. Ele 
deve ainda aprender a trabalhar em grupo, tanto para 
comandar uma equipe quanto para respeitar o co-
mando. A prática pode ainda validar a escolha profis-
sional, ao confrontar a realidade com as expectativas 
dos universitários.
Os valores que o estudante traz consigo o motivam 
a criar, a não se conformar com a situação presente 
e a realizar mudanças na realidade que o cerca. Mas, 
para que essas propostas sejam efetivas e deem fru-
tos, há necessidade de desenvolver características de 
um empreendedor, como a busca por oportunidades, 
persistência diante das dificuldades e, acima de tudo, 
planejamento.
Para preparar seus estudantes em uma cultura 
empreendedora, desenvolvendo capacidades funda-
mentais para as novas relações de trabalho, como a 
criatividade e a inovação, a Unesp, por meio de sua 
Agência de Inovação, fomenta uma série de iniciativas 
voltadas para o empreendedorismo. Essas ações têm 
como objetivo criar um perfil que auxilie o universitário 
a elaborar projetos, que podem ser sociais ou empre-
sariais, porém, inovadores.
22  Guia de Profissões
Para fazer escolhas é preciso 
aprender a lidar com as incertezas. 
A lição é da psicopedagoga Maria 
Beatriz de Oliveira, pesquisadora 
e professora da Faculdade de 
Ciências e Letras do Câmpus de 
Araraquara. “O caminho se faz ao 
A arte de lidar com 
as incertezas
Especialistas aconselham

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.