A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
179 pág.
guia_de_profissoes_unesp_09-09-2020

Pré-visualização | Página 6 de 46

Anasem, importantes avaliações 
de abrangência nacional na 
área da Medicina. Pelo 
3o ano aplica o SisPAE, em 144 
municípios paraenses, para 
607 mil alunos. Firma contrato 
com o Inep para corrigir as 
redações do Enem 2017.
26  Guia de Profissões
Permanência Estudantil
Políticas e ações para melhorar condição da 
vida universitária e desenvolvimento acadêmico
Tendo como propósito aperfeiçoar os programas de 
apoio aos estudantes de graduação que se encontram 
em situação de vulnerabilidade socioeconômica, a 
Unesp criou, em 2013, a Coordenadoria de Perma-
nência Estudantil (COPE) e a Comissão Permanente 
de Permanência Estudantil (CPPE). A Coordenadoria e 
a Comissão têm por objetivo elaborar políticas e ações 
que possam melhorar a condição de vida universitária 
e o desenvolvimento acadêmico desses estudantes. 
Dentre as ações em andamento, os alunos com necessi-
dades socioeconômicas podem solicitar alguns auxílios. 
As modalidades de auxílios oferecidas são:
I – Auxílio Socioeconômico: auxílio financeiro com 
a finalidade de apoiar o estudante de graduação a se 
manter no local de realização do curso em que está 
matriculado. Vigência de até 12 meses para veteranos 
e de até 11 meses para ingressantes;
II – Auxílio Aluguel: auxílio financeiro concedido ao 
estudante de graduação nas Unidades Universitárias 
onde não há Moradia Estudantil;
III – Moradia Estudantil: moradia destinada à per-
manência do estudante que não possui auxílio aluguel;
IV – Auxílio Especial: auxílio financeiro concedido 
ao estudante com deficiência ou mobilidade reduzida;
V – Subsídio Alimentação: auxílio financeiro concedido 
ao estudante contemplado com Auxílio Socioeconômico, ou 
Moradia Estudantil, ou Auxílio Aluguel, ou Auxílio Especial;
VI – Auxílio Estágio: auxílio financeiro concedido ao 
estudante que desenvolve estágio curricular obrigató-
rio não remunerado, quando o estágio não puder ser 
realizado no município sede da Unidade Universitária. 
Este auxílio é para cobrir despesas com deslocamento 
ou mudança de residência.
Todos os auxílios possuem vigência de até 12 meses 
para veteranos e de até 11 meses para ingressantes, 
com exceção do Auxílio Estágio, que tem vigência de 
até 10 meses.
Para candidatar-se aos auxílios oferecidos o estudan-
te deve estar regularmente matriculado em curso de 
graduação, ter renda per capita familiar de no máximo 
1,5 salário mínimo e submeter-se à seleção socioe-
conômica realizada pela Unidade Universitária à qual 
estiver vinculado.
PROGRAMAS DE APOIO
 Guia de Profissões  27
Acordos de cooperação 
acadêmica
Universidade estabelece convênios com instituições do exterior
Pensando na valorização da 
formação de seus alunos e para 
oferecer a eles possibilidades 
de adquirir habilidades multi-
culturais e competências globais, 
a Unesp desenvolveu programas 
de intercâmbio internacional para 
os cursos de graduação. Através desses 
programas os alunos de graduação podem 
desenvolver componentes curriculares em 
instituições conveniadas do exterior, no 
período de um semestre ou um ano, e, com 
aprovação prévia do Conselho de Curso de sua 
unidade, ter os créditos previamente reconhecidos 
e posteriormente incorporados a seu Histórico Escolar.
A Unesp a cada ano trabalha para aumentar o fi-
nanciamento interno e externo a seus programas de 
Mobilidade Discente. Trabalha também para o esta-
belecimento de acordos com instituições do exterior, 
para garantir oportunidades de mobilidade aos alunos 
que possam financiar seu intercâmbio. Nesse caso, os 
alunos devem arcar com os custos de hospedagem, 
alimentação, seguro de saúde, passagem aérea e/ou 
terrestre, despesas com visto e gastos pessoais.
Para assegurar essas possibilidades, a Unesp man-
tém acordos com Instituições de Ensino Superior de 
52 países. Através desses acordos de cooperação, a 
universidade pode oferecer aos alunos que partici-
pam de seus programas de intercâmbio a isenção de 
taxa de matrícula e de mensalidades para o período 
de estudos na universidade de destino.
Atualmente, os principais destinos dos es-
tudantes são instituições de ensino superior dos 
seguintes países: França, Portugal, Espanha, Estados 
Unidos, Alemanha, China, Argentina, Rússia, Canadá 
e Escócia.
Além do intercâmbio, os alunos de alguns cursos 
da Unesp também podem participar de programas 
de Duplo Diploma que lhes oferecem a oportunidade 
de obter, além do diploma da Unesp, um diploma do 
mesmo curso na instituição parceira do exterior. Nesse 
caso a estadia no exterior é mais longa, normalmente 
atingindo dois anos.
Para participar de um programa de intercâmbio o 
estudante da Unesp deve estar regularmente matricula-
do na graduação em qualquer curso e ter integralizado 
no mínimo 20% de créditos de seu curso, além de 
ter excelente desempenho acadêmico. É necessário 
também apresentar comprovante de proficiência na 
língua do país de destino.
COLOMBIA 
CUBA
SLOVAKIA
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Ciências Biológicas 32-33
Ciências Biomédicas 34-35
Ecologia 36-37
Educação Física 38-39
Enfermagem 40-41
Engenharia Agronômica 42-45
Engenharia de Pesca 46-47
Engenharia Florestal 48-49
Farmácia 50-51
Fisioterapia 52-53
Fonoaudiologia 54-55
Medicina 56-57
Medicina Veterinária 58-59
Nutrição 60-61
Odontologia 62-63
Terapia Ocupacional 64-65
Zootecnia 66-67
28  Guia de Profissões
CURSOS
CIÊNCIAS EXATAS
Ciência da Computação 70-71
Engenharia Aeronáutica 72-73
Engenharia Ambiental 74-75
Engenharia Biotecnológica 76-77
Engenharia Cartográfica e de Agrimensura 78-79
Engenharia Civil 80-81
Engenharia de Alimentos 82-83
Engenharia de Bioprocessos 
e Biotecnologia
84-85
Engenharia de Biossistemas 86-87
Engenharia de Controle e Automação 88-89
Engenharia de Energia 90-91
Engenharia de Materiais 92-93
Engenharia de Produção 94-95
Engenharia Eletrônica 
e de Telecomunicações
96-97
Engenharia Elétrica 98-99
Engenharia Industrial Madeireira 100-101
Engenharia Mecânica 102-103
Engenharia Química 104-105
Estatística 106-107
Física 108-111
Física Médica 112-113
Geologia 114-115
Matemática 116-117
Meteorologia 118-119
Química 120-123
Sistemas de Informação 124-125
HUMANIDADES
Administração 128-129
Administração Pública 130-131
Arquitetura e Urbanismo 132-133
Arquivologia 134-135
Arte-Teatro e Artes Cênicas 136-137
Artes Visuais 138-139
Biblioteconomia 140-141
Ciências Econômicas 142-143
Ciências Sociais 144-145
Jornalismo 146-147
Comunicação: Rádio,
TV e Internet
148-149
Design 150-151
Direito 152-153
Filosofia 154-155
Geografia 156-157
História 158-159
Letras 160-161
Letras – Tradutor 162-163
Música 164-165
Pedagogia 166-167
Psicologia 168-169
Relações Internacionais 170-171
Relações Públicas 172-173
Serviço Social 174-175
Turismo 176-177
 Guia de Profissões  29
à
30  Guia de Profissões
Ao optar por um dos cursos da área de Ciências Biológicas, o vesti-bulando tem que ter em mente a definição “Trata-se das Ciências que estudam as manifestações da vida, englobando os conheci-
mentos sobre a biologia humana, animal e ambiental”. A vida é estudada 
a partir dos conhecimentos de biologia celular e molecular. E o campo 
de atuação profissional das carreiras relacionadas às Ciências Biológicas 
é amplo, envolvendo muitas áreas do conhecimento. Como exemplo, 
pode-se citar a genética, que busca a produção de plantas e alimentos em 
quantidade e de melhor qualidade, importantes para a área médica, tanto 
humana como animal, incluindo-se todas as suas especializações, cujo 
objetivo final é melhorar a qualidade de vida humana, e ainda preservar 
o bem-estar animal e a sustentabilidade do meio ambiente.
Com os avanços da biotecnologia em genômica, foi possível decifrar os 
enigmas do genoma humano e de plantas. Da mesma forma, na proteô-
mica e metabolômica, os avanços são muito grandes. O vestibulando deve 
ter em mente o conceito atual de ”One Health”, uma única saúde – a do 
ser humano, dos animais e do meio ambiente.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.