A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
179 pág.
guia_de_profissoes_unesp_09-09-2020

Pré-visualização | Página 8 de 46

logia e Biodiversidade) que ajudam 
a incrementar a qualidade do Curso. 
O Câmpus de São José do Rio 
Preto oferece as duas modalidades, 
Bacharelado e Licenciatura, sendo 
que o aluno deve optar por uma 
delas ao concluir o primeiro ano leti-
vo. Após o término de seus estudos 
na primeira modalidade, é facultado 
ao aluno solicitar o reingresso para 
graduar-se na segunda modalidade. 
fessor em atividades extracurriculares. 
O curso conta ainda com Projetos 
PIBID (Programa Institucional de 
Iniciação à Docência), PET (Progra-
ma de Educação Tutorial), Empresa 
Jr, vários Projetos de Extensão e um 
Museu de Zoologia. Para aqueles 
que desejarem seguir a carreira 
acadêmica, o Câmpus ainda conta 
com vários cursos de pós-graduação 
muito bem conceituados na área de 
Ciências Biológicas.
São Vicente oferece Licenciatura 
(noturno) e Bacharelado (integral), 
em vestibulares distintos. No curso 
de Bacharelado, no 4º ano, o dis-
cente escolhe a habilitação em que 
se formará (Biologia Marinha e/ou 
Gerenciamento Costeiro), sendo-lhe 
possível cursar ambas. A Biologia Ma-
rinha capacita os alunos ao trabalho 
com ambientes marinhos e costeiros, 
enquanto o Gerenciamento Costeiro 
fornece ferramentas para a gestão 
costeira integrada, com atuação 
também nos ecossistemas costeiros 
e da Mata Atlântica ou em atividades 
portuárias. Os alunos do Bacharelado 
têm, ainda, contato com diversos 
biomas marinhos por meio de saídas 
a campo para coleta de materiais e 
utilização de laboratórios didáticos. 
Quanto ao curso de Licenciatura, o 
foco é voltado à formação de profis-
sionais cidadãos com conhecimento 
geral nas diversas áreas da Biologia, 
capacitados ao exercício da docência 
e preparados quanto à construção do 
conhecimento e desenvolvimento 
das competências. O curso propor-
ciona a aquisição de conhecimentos 
teóricos articulados às atividades prá-
ticas para a atuação, como professor, 
na área de Ciências e Biologia, nos 
Ensinos Fundamental e Médio, bem 
como no Ensino Superior.
Além das atividades curriculares, é 
possível, para os alunos de ambas 
as modalidades, o desenvolvimento 
de projetos de Iniciação Científica nos 
diferentes laboratórios de pesquisa 
do Instituto nas diversas áreas do co-
nhecimento das Ciências Biológicas. 
Vários convênios estabelecidos com 
outras Instituições e empresas possi-
bilitam estágios fora da Universidade. 
O Campus da Unesp de São José do 
Rio Preto conta com curso das três 
áreas de conhecimento – Biológicas, 
Humanas e Exatas – o que propicia 
uma interessante integração para a 
formação do futuro biólogo ou pro-
34  Guia de Profissões
BIOLÓGICAS
O profissional das Ciências Bio-
médicas possui formação técnica 
e científica para atuar no desen-
volvimento de ações que visam a 
promoção da saúde humana e da 
qualidade ambiental. 
O biomédico pode atuar em 
setores como banco de sangue, 
saúde pública, biomedicina estética, 
Ciências Biomédicas
Estudos buscam soluções para os problemas 
de saúde da população
acupuntura, bromatologia e, em 
áreas comercial e industrial, entre 
outras atividades.
O curso de graduação em Ciên-
cias Biomédicas do Instituto de Bio-
ciências de Botucatu (IBB) é um dos 
pioneiros no Brasil, portanto faz parte 
da história, relativamente recente, da 
Biomedicina no nosso país. Desde a 
sua criação, o curso vem aprimorando 
sua estrutura, visando a moderniza-
ção curricular sem perder a qualidade 
advinda da experiência pioneira.
O curso de graduação em Ciên-
cias Biomédicas tem duração de 
quatro anos e ocorre em período 
integral. A reconhecida qualidade na 
formação acadêmica dos biomédicos 
 Guia de Profissões  35
do IBB está relacionada a aplicação 
de um currículo multi e interdisciplinar 
com atividades de ensino, pesquisa 
e extensão universitária. Estas ativi-
dades são desenvolvidas no IBB e 
nas demais unidades de ensino e de 
pesquisa do Câmpus de Botucatu 
da UNESP. 
Ainda, por meio dos convênios 
nacionais e internacionais celebrados 
entre o IBB e outras instituições de 
ensino e de pesquisa, o aluno de 
graduação em Ciências Biomédicas 
poderá realizar intercâmbios, amplian-
do as suas possibilidades de cresci-
mento e diversidade na formação 
universitária.
Os campos de atuação profissio-
nal do biomédico englobam desde 
o desenvolvimento de pesquisas 
científicas básica ou aplicada, até a 
execução de atividades de trabalho 
em setores de análises laboratoriais 
que auxiliam o diagnóstico clínico. 
Além da pesquisa e da docência, o 
aprimoramento acadêmico na car-
reira biomédica possibilita a atuação 
em 30 diferentes áreas reconhecidas 
pelos Conselhos Federal e Regional 
de Biomedicina. Segundo o Conselho 
Regional de Biomedicina – Região 
1, as habilitações para o biomédico 
incluem: Patologia Clínica, Parasi-
tologia, Microbiologia, Imunologia, 
Hematologia, Bioquímica, Banco de 
Sangue, Docência e Pesquisa (Bio-
física, Virologia, Fisiologia, Histologia 
Humana, Patologia, Embriologia e 
Psicobiologia), Saúde Pública, Image-
nologia, Radiologia, Análises Broma-
tológicas, Microbiologia de Alimentos, 
Citologia, Análise Ambiental, Análise 
Ambiental, Acupuntura, Genética, 
Reprodução Humana, Biologia Mo-
lecular, Farmacologia, Informática de 
Saúde, Histotecnologia Clínica, Toxico-
logia, Sanitarista, Auditoria, Perfusão 
Atuação dos 
profissionais vai 
dos laboratórios de 
análises clínicas a 
centros de pesquisa
Extracorpórea, Biomedicina Estética, 
Monitoramento Neurofisiológico Tran-
soperatório, Gestão das Tecnologias 
de Saúde e Fisiologia do Esporte e da 
Prática do Exercício Físico. 
Se você deseja ser um futuro 
pesquisador na área biomédica ou 
mesmo atuar em serviços de diag-
nóstico, o curso de graduação em 
Ciências Biomédicas do IBB oferece 
formação profissional de qualidade, 
ética e comprometida com a saúde 
humana e ambiental.
36  Guia de Profissões
BIOLÓGICAS
Pioneiro no Brasil, o curso de 
graduação em Ecologia da Unesp 
foi implantado em 1976 no Instituto 
de Biociências (IB) do Câmpus de 
Rio Claro e, em mais de quatro 
décadas, acompanhou o desenvol-
vimento científico da área e o cres-
cente interesse nacional e mundial 
pelas questões ambientais. 
O curso forma ecólogos, profis-
sionais amplamente capacitados 
para compreender o funcionamen-
to dos ecossistemas nas suas mais 
variadas escalas (do gene à biosfe-
Ecologia
Avanço científico aumenta demanda da carreira
ra), assim como para identificar e 
solucionar conflitos entre as ações 
humanas e o meio ambiente. 
Apesar de formalmente alocado 
dentro da grande área de Ciências 
Biológicas, o curso de Ecologia 
é, na verdade, fortemente inter-
disciplinar. Sendo assim, o aluno 
cursará disciplinas não só da área 
de Biológicas, mas também das 
áreas de Exatas, Ciências da Terra, 
Humanas e Filosofia. Essa aborda-
gem interdisciplinar, com forte base 
científica, é necessária para a forma-
ção adequada do profissional que 
deverá atuar na pesquisa e ensino 
de novos conhecimentos, e na re-
solução dos problemas ambientais 
do Brasil e do mundo.
A futura elaboração de metas 
para o desenvolvimento susten-
tável, acordada durante a cúpula 
no Rio de Janeiro em 2012, assim 
como as mudanças climáticas 
globais e a vertiginosa perda de 
biodiversidade nos trópicos re-
presentam grandes desafios para 
a humanidade, que um ecólogo 
 Guia de Profissões  37
poderá ajudar a compreender e so-
lucionar. Durante o curso, portanto, 
os estudantes são estimulados a 
desenvolver um perfil crítico com 
o objetivo maior de estudar, sob a 
ótica da prática científica, a organi-
zação e funcionamento da natureza 
e os problemas do meio ambiente, 
conjugando conhecimentos obtidos 
em várias áreas. 
Devido à sua formação abran-
gente dentro da área ambiental, o 
campo de atuação do ecólogo tam-
bém é amplo. O curso prepara os 
seus alunos para atuarem tanto no 
campo acadêmico-científico (como 
professores ou pesquisadores em 
Durante os quatro anos da gra-
duação, o aluno tem contato com 
professores

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.