A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Resumo- Lesões no Futebol

Pré-visualização | Página 1 de 2

FACULDADE EDUFOR 
 WELLEN AÇUCENA DOS ANJOS SILVA 
 CURSO: FISIOTERAPIA 5P° 
 FISIOTERAPIA DESPORTIVA 
 
 ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NAS LESÕES NO FUTEBOL 
 
 
 ATIVIDADE DE 30%
 PROFª; TALITA MEDEIROS 
 
 São Luis-MA
 2020
O futebol esporte mais praticado em todo o mundo, caracterizado pelo grande contato físico entre os participantes. A sua exigência física, tática e técnica fazem com que seja um pioneiro em número de lesões esportivas, atualmente o mundo esportivo é caracterizado pela forte tendência ao profissionalismo, o que aumenta ainda mais o risco de lesões, o crescimento de atletas sendo ele profissional ou não, está em constante avanço mas muitos não têm um treinamento adequado ou não tem equipe responsável específica, para tratamento ou prevenções de lesões. O esporte é caracterizado por apresentar alta o contato físico o que aumenta ao índice de lesão da área desportiva com 50 a 60% das lesões, sendo que a incidência de lesões durante as partidas é 4 vezes maior do que nos treinamentos por haver disputas com atletas adversários. (Daniel AC,2011)
Alguns fatores podem influenciar em algumas variantes importantes que quando irregulares, pré-dispõem o atleta as lesões, fatores intrínsecos relacionados com o desempenho (muscular, fraqueza muscular, instabilidade, fadiga falta de flexibilidade, treinamento inadequado e lesões prévia) e os extrínsecos estão incluídos ( equipamentos dos jogadores e comissão técnica, o clima, terreno do jogo, regras e etc...). 
O esporte vem sofrendo mudanças O esporte vem sofrer exigindo cada vez mais dos atletas fisicamente e mentalmente obrigando a trabalhar perto de seus limites máximo de exaustão ficando exposto a várias lesões ( ARIVAN OG, 2014). Com isso a fisioterapia desportiva é considerada de grande importância para tratar, prevenir e/ou minimizar possíveis lesões decorrentes de práticas esportivas. Se utilizar de vários recursos e aplicações de treinamentos que são específicos, com exercícios proprioceptivos realizados antes e durante os jogos, exercícios esses considerados capazes de reduzir a ocorrência de lesões no futebol, lesões musculares, lesões no joelho e tornozelo sendo as mais frequentes. 
 FUNDAMENTOS DO FUTEBOL;
O futebol é considerado um dos esportes coletivo mais popular do mundo, vários relatos e discussões sobre o seu surgimento no Brasil são contados, acredita-se que Charles Miller considerado “o pai do futebol”, foi quem o trouxe, quando desembarcou no Porto de Santos em 1894 chegando da Inglaterra, trazendo entre suas bagagens, 2 bolas, uma bomba para calibre, além de uniformes, apito e um livro com as regras do esporte, e assim acreditam que o futebol foi inserido na realidade dos brasileiros. Claro que com o tempo o futebol suas regras, leis assegurando os deveres e direitos com os clubes, atletas e torcedores vêm evoluindo trazendo credibilidade profissionalismo para o esporte ( SILVEIRA, 2012). 
O futebol pode ser praticado no campo (Gramado), no society (Grama artificial), na areia e na quadra, além dos locais como campos de terra e nas ruas, nas práticas amadores. Por Conta das diversas formas de práticas e dos diferentes tipo de acessório, como os calçados, podemos observar diferentes tipos de lesões, que também são caracterizadas pelo tipo de predominância do metabolismo energético envolvido na prática e pela posição e função que o atleta ocupa. Constituído por 22 jogadores dividido em 2 grupos com a finalidade de acertar a bola no gol adversário, é caracterizado pelo contato físico, em movimentos como aceleração, desaceleração brusca e mudanças rápidas de direções, os principais gestos esportivos no futebol são; passes, chute, condução, controle, cabaceiro, cruzamentos, domínio, drible e marcação. Existem outros aspectos são considerados por alguns autores como fundamentos, são; a proteção alta e baixa e a desmarcação.
Para os goleiros, os fundamentos são; passe, chute, lançamentos com as mãos, saída do gol, quedas, defesa alta e baixa e empunhadura.
A IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA NO FUTEBOL;
Segundo Nilton Petrone, o fisioterapeuta precisa pensar de uma maneira bem clara, é que o jogador é um produto e o clube está perdendo dinheiro durante o tempo em que ele fica sem atuar. Portanto, qualquer iniciativa para recuperar os atletas representa uma economia para a equipe. Ou seja a fisioterapia esportiva tem como objetivo proteger, restaurar e aumentar a capacidade funcional do atleta, para que ele possa desempenhar o seu trabalho com o máximo de êxito (ROSAN 2003). Se diferenciar do que normalmente se realiza na fisioterapia convencional, Tanto em assistência, como em estrutura.
Sua principal função é reabilitar, seguindo técnicas e métodos terapêuticos específicos, fazendo com que o atleta volte em um menor espaço de tempo, sempre protegendo sua integridade física.
LESÕES;
Segundo Fuller; et al (2006), as lesões são qualquer tipo de ocorrência de origem traumática ou de sobreuso, dá qual resulta em incapacidade funcional, obrigando o atleta a interromper a sua atividade não participando em pelo menos um treino ou jogos e as que afastam os jogadores a temporada inteira. As lesões traumáticas são as que mais preocupam no futebol, acontecem num membro inferior com 72% de acometimento as lesões musculares que representam aproximadamente em 40% das lesões no futebol, além das entorses de joelho que são comuns devido às frequentes mudanças de direções e ao contato físico Inevitável entre os atletas adversários, podendo levar a lesões bastante incapacitantes e preocupantes como a lesão no ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho, O que leva o atleta a perder rendimento, e dependendo da gravidade, a temporada inteira, também tem as entorses de tornozelo, concussão cerebrais que são comuns e decorrentes de trauma direto.
O Overtraining e as lesões por esforço repetitivo tem uma alta predominância em jogadores de futebol ; Pubalgia, pode levar a um desequilíbrio na sínfise púbica e com tempo, pode resultar em desgaste é gerar dor. Cãibra, são bastantes evidentes em jogadores em campo durante uma partida ou treino, é uma contração involuntária dos músculos decorrente de uma disfunção neuromuscular causada pelo desequilíbrio hidroeletrolítico que ocorrem em função da perda de água e sódio pelo suor. Dor muscular tardia pós treino.
A gravidade de uma lesão pode ser deduzida Baseando-se no tempo de afastamento do atleta das suas atividades.
As principais lesões ocorridas no futebol são; contusão, entorses, luxação, tendinites l, fraturas, câimbras, ruptura, mialgia, traumatismo, distensão ou estiramento, lesões musculares e articulares. 
ESTIRAMENTO MUSCULAR;
É uma lesão caracterizada pelo “alongamento” excessivo dos músculos. Está entre as lesões mais comuns no esporte, altera significativamente os hábitos de tratamento é competição que esses atletas vem a participar. 
Os graus de estiramentos;
Grau I: estiramento de uma pequena quantidade de fibras musculares (lesão _< 5% do músculo). A dor se localiza em apenas um ponto específico, surgindo apenas durante a contração, se ausêntando durante o repouso. Ocorrem danos estruturais mínimos, edema é hemorragias pequenas a resolução é rápida e a limitação funcional é leve. Apresenta bom prognóstico e a restauração