A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Configuração Eletrônica e Tabela Periódica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Configuração Eletrônica e 
Tabela Periódica 
LUIS HENRIQUE – QUÍMICA GERAL 1 
A estrutura eletrônica de um átomo determina suas propriedades químicas. A 
Distribuição eletrônica, ou como todos sabemos, o princípio da configuração 
eletrônica nada mais é do que o arranjo dos elétrons, então os átomos estão 
em seu estado básico. 
O estado básico de um átomo é um átomo no qual todos os elétrons estão 
dispostos no nível de energia mais baixo disponível. O estado básico também é 
chamado de estado estacionário, no qual os elétrons do átomo estão no menor 
estado de energia possível. 
Camadas eletrônicas 
O modelo atômico de Bohr é um aprimoramento do modelo atômico de 
Rutherford, o que torna possível entender alguns fenômenos que o modelo 
atômico anterior não consegue explicar com eficácia. Por meio de um 
experimento baseado na emissão de luz usando apenas um átomo de elétron, 
a hipótese de Bohr mostra que os elétrons estão confinados a um certo nível 
de energia quando em estado estacionário, e cada estado estacionário está 
relacionado a um nível de energia, com um intervalo de 1 O número quântico 
principal (n) até 7 é descrito, também chamado de camadas K, L, M, N, O, P e 
Q, e é representado por orbitais localizados ao redor do núcleo. Para que os 
elétrons migrem de um nível de energia para outro, a energia deve ser 
absorvida. 
 
 
Cada camada comporta uma quantidade máxima de elétrons, como 
podemos verificar a seguir: 
 
Subníveis de Energia – Diagrama de Linus Pauling 
O modelo de Bohr é inconsistente com o que acontece quando os elétrons 
entram no nível de energia elétrica. Por meio da pesquisa quântica, Linus 
Pauling criou um diagrama para tornar mais fácil para as pessoas entenderem 
como os elétrons ocupam as órbitas. Os elétrons geralmente ocupam quatro 
orbitais principais de elétrons, que são identificados pelas letras s, p, d e pela 
letra f (em ordem crescente de energia). Para cada nível de energia (n = 1 a 7), 
há um subnível de energia diretamente conectado a um dos orbitais. Esse 
método foi criado pelo físico alemão Erwin Madelung e aperfeiçoado por Linus 
Pauling, portanto, apenas os diagramas de Linus Pauling ou apenas os 
diagramas de Pauling são geralmente mencionados na literatura. 
Por exemplo, quando o elétron está no nível 1, por estar no nível 1 e no orbital 
s, ele é representado como 1s e assim por diante. O princípio básico do 
diagrama de Linus Pauling é promover a compreensão de como os elétrons 
são distribuídos para suas camadas de valência em níveis e subníveis de 
energia. 
A camada de valência é uma camada que acomoda elétrons com maior 
energia, responsável pela ocorrência de reações químicas, pois os elétrons 
nela contidos são instáveis e procuram outros elétrons para torná-los estáveis 
de acordo com a teoria do octeto. Como vimos antes, os átomos geralmente 
ocupam 7 níveis de energia, e cada nível de energia e seus subníveis estão 
relacionados ao tipo orbital apropriado do elétron. Cada órbita tem no máximo 
dois elétrons, portanto, eles podem ser distribuídos em subníveis de energia. 
 
 
Configuração Eletrônica 
A configuração eletrônica do átomo é uma lista de todos os orbitais ocupados, 
com o número de elétrons que cada um contém. 
✓ Em 1925, o cientista austríaco Wolfgang Pauli descobriu a regra geral e 
fundamental sobre os elétrons e orbitais: 
 
Princípio da Exclusão de Pauli: 
Dois elétrons, no máximo, podem ocupar um dado orbital, com seus spins 
emparelhados 
 
Princípio da Construção ou Princípio de Aufbau 
1. Adicione elétrons, um após outro, aos orbitais, na ordem segundo a tabela 
periódica, porém não coloque mais de dois elétrons em nenhum orbital. 
(Princípio da exclusão de Pauli) 
2. Se mais de um orbital em uma subcamada estiver disponível, adicione 
elétrons com spins paralelos aos diferentes orbitais daquela subcamada até 
completá-la, antes de emparelhar dois elétrons em um dos orbitais. (Regra de 
Hund) 
 
 
 
 
Diagrama de Energia de Linus Pauling 
 
Como predizer a configuração eletrônica do estado fundamental de um átomo? 
Para isso faz uso do gás nobre que antecede o elemento (Configuração 
Eletrônica Condensada) 
 
1° e 2° Série de Transição: 
 
 
3° e 4° Série de Transição: