A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Atividade Objetiva 4_ Antropologia_ Identidade e Diversidade

Pré-visualização | Página 1 de 2

20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 1/11
A�vidade Obje�va 4
Entrega 2 dez em 23:59 Pontos 1 Perguntas 5
Disponível 10 ago em 0:00 - 16 dez em 23:59 4 meses
Limite de tempo Nenhum Tentativas permitidas 2
Instruções
Histórico de tenta�vas
Tentativa Tempo Pontuação
MAIS RECENTE Tentativa 1 10 minutos 1 de 1
Pontuação desta tentativa: 1 de 1
Enviado 19 ago em 18:56
Esta tentativa levou 10 minutos.
Importante:
Caso você esteja realizando a atividade através do aplicativo "Canvas Student", é necessário que
você clique em "FAZER O QUESTIONÁRIO", no final da página.
Fazer o teste novamente
0,2 / 0,2 ptsPergunta 1
Leia o texto a seguir:
 
As mulheres negras [...], após a abolição dos escravos, continuariam
trabalhando nos setores os mais desqualificados, recebendo salários
baixíssimos e péssimo tratamento. Sabemos que sua condição social
quase não se alterou, mesmo depois da Abolição e da formação do
mercado de trabalho livre no Brasil. Os documentos oficiais e as
estatísticas
fornecidas por médicos e autoridades policiais revelam um grande
número de negras e mulatas entre empregadas domésticas,
cozinheiras, lavadeiras,
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101/history?version=1
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101/take?user_id=26028
20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 2/11
doceiras, vendedoras de rua e prostitutas, e suas fotos não se
encontram nos jornais de grande circulação do período – como o
Correio Paulistano e o Estado de S. Paulo ou o Jornal do Comercio e
A Noite, do Rio de Janeiro –, ao contrário do que ocorre com as
imigrantes europeias. Contrastando com o texto das notícias que
relatavam crimes passionais ou “batidas policiais” nos bordéis e casas
de tolerância, nos jornais, as fotos ilustrativas revelavam meretrizes
brancas, finas e elegantes, lembrando muitas vezes as atrizes
famosas da época.
 
RAGO, M. Trabalho feminino e sexualidade. In: História das
mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2004. p. 582.
A partir da leitura do texto, e com base em seus conhecimentos sobre
o conceito de interseccionalidade, analise as afirmações a seguir:
 
I. A Abolição propiciou o ingresso das mulheres no mercado de
trabalho livre, sendo que os postos de trabalho disponíveis para as
mulheres negras foram os mesmos que os homens brancos ocupavam
na época.
II. A noção de interseccionalidade procura evidenciar algumas minorias
como alvos de processos cumulativos de subalternização. No caso
descrito por Margareth Rago, nota-se que as mulheres negras
possuíram menos destaque na imprensa pós-Abolição do que as
mulheres brancas.
III. O feminismo, enquanto perspectiva que procura atribuir os mesmos
poderes sociais a homens e mulheres, é incompatível com a questão
da identidade negra.
IV. O texto evidencia a vulgarização e a exposição semelhantes que os
jornais da época faziam sobre o corpo das mulheres, a despeito de
serem negras ou brancas.
 
É correto apenas o que se afirma em:
 I, II, III e IV 
 II Correto!Correto!
20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 3/11
Esta alternativa está correta, pois apenas a afirmação II é 
verdadeira. A afirmação I é falsa, pois, segundo Margareth Rago, 
os trabalhos disponibilizados para as mulheres negras 
permaneceram sendo precários, muito desiguais em relação às 
ocupações disponibilizadas para os homens brancos do período. 
A afirmação II é verdadeira, pois o conceito de interseccionalidade 
procura evidenciar o acúmulo de violências simbólicas e/ou físicas 
que acometem determinados grupos sociais. A afirmação III é 
falsa, pois diversos grupos de mulheres negras reivindicaram, ao 
longo do século 20, a necessidade de se desenvolver uma 
perspectiva feminista sensível às questões étnico-raciais. 
Portanto, o feminismo é compatível com a luta do movimento 
negro. A afirmação IV é falsa, pois, de acordo com o texto, as 
mulheres negras praticamente não estavam presentes nos jornais 
da época. Por outro lado, as mulheres brancas – a exemplo das 
emigrantes europeias – eram representadas de maneira elegante, 
mesmo quando situadas em manchetes incompatíveis com essa 
representação.
 II, III e IV 
 I e III. 
 I e IV 
0,2 / 0,2 ptsPergunta 2
Leia os textos a seguir:
 
Texto 1:
 
“Nós havíamos nos tornado estrangeiros em nosso próprio país”,
dizem, cada um de seu lado, Gandhi, na Índia, Pham Quynh, no
Vietnã, os mexicanos-americanos, no Arizona, os nacionalistas, na
Argélia. A presença europeia nunca foi aceita pelos povos colonizados.
Mas alguns elementos serviram de alavanca para a contestação. Os
movimentos de libertação podem ser revolucionários: é o caso do Viêt
Minh, na Indochina. É o caso também do congresso de Baku, em
20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 4/11
1919, no qual o tártaro Sultan-Galiev preconiza a união dos povos
colonizados – as “nações proletárias” que o proletariado ocidental
continua explorando.
 
AUGÉ, M. A colonização explicada a todos. Traduzido por Fernando
Santos. São Paulo: UNESP, 2017. p. 124.
 
Texto 2:
 
A árvore que não dá fruto
É xingada de estéril.
Quem examinou o solo?
O galho que quebra
É xingado de podre, mas
Não haveria neve sobre ele?
Do rio que tudo arrasta
Se diz que é violento
Ninguém diz violentas
Às margens que o cerceiam.
 
BRECHT, B. Poemas: 1913-1956. São Paulo: Editora 34, 2004.
Com base nos textos e em seus conhecimentos sobre os processos de
descolonização ao longo do século XX, assinale a alternativa correta:
 
O poema de Bertolt Brecht é inapropriado para se pensar a atuação
dos colonizadores sobre os colonizados, uma vez que foi graças aos
europeus que as colônias obtiveram sucesso em desenvolvimento
industrial posterior.
20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 5/11
 
Os revolucionários que se dispuseram a confrontar o sistema de
exploração das colônias não alcançaram sucesso em sua atuação, pois
a luta anticolonialista prescindiu de embates expressivos, resultando
em frustração quanto à libertação dos territórios dominados pelos
europeus.
 
A colonização foi um processo que se pautou exclusivamente pela
troca comercial entre colonizados e colonizadores, de maneira tal que a
população das colônias manteve preservado seu direito à
autodeterminação de suas políticas nacionais e internacionais.
 
As lutas pela descolonização foram travadas exclusivamente nos
tribunais internacionais, mediante atuação diplomática.
 
Ao longo dos tempos, a dominação colonial foi marcada por violências
físicas e simbólicas. Entretanto, tais violências não foram sentidas de
maneira passiva, uma vez que desencadearam diversos processos
revolucionários de libertação dos colonizados.
Correto!Correto!
Esta alternativa está correta. A dominação colonial encontrou uma 
série de resistências por parte dos povos colonizados. Em muitos 
casos, tais resistências resultaram em massacres promovidos 
pelas forças coloniais.
0,2 / 0,2 ptsPergunta 3
Leia o texto a seguir:
 
Quando dois homens estavam envolvidos, o Ofício da Sagrada
Inquisição que se instalou em Portugal em 1553, assim como o código
penal português consideravam tanto o penetrador quanto o receptor
como sodomitas. Uma pessoa culpada por essa ofensa era condenada
à fogueira e podia ter suas propriedades confiscadas. Entre 1587 e
20/10/2020 Atividade Objetiva 4: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/9806/quizzes/29101 6/11
1794, a Inquisição portuguesa registrou 4.419 denúncias. Estas
incluíam tanto os suspeitos de terem praticado sodomia quanto os