A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
58 pág.
Análise de conjuntura II

Pré-visualização | Página 11 de 18

títulos públicos federais e funciona como referência para os demais títulos públicos e privados.
Você acertou!
Gabarito comentado:
Os dois sistemas de liquidação e custódia – Selic e Cetip – divulgam de maneira periódica taxas de juros que funcionam como referência para os agentes econômicos, a taxa Cetip e a famosa taxa Selic. A taxa Selic funciona como principal referência de taxa de juros ou taxa de retorno de investimento no mercado. A taxa Selic indica os juros pagos ao investidor pelos títulos públicos federais, e como não existe um investimento em larga escala com risco abaixo dos títulos federais, pois em tese o melhor devedor no mercado é o governo federal esses títulos acabam funcionando como uma referência aos demais títulos públicos e privados.  Por se tratar do mercado de títulos privados e, diante disso, um risco do investimento teoricamente um pouco maior, a taxa Cetip apresenta uma taxa de juros levemente mais elevada do que a taxa Selic.
Referência: Rota de aprendizagem da aula 4. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 2: Mercado Monetário: Títulos públicos federais.
	
	B
	A taxa Selic estabelece o preço base para a fixação de preços das ações das empresas estatais brasileira.  
	
	C
	A taxa Selic é responsável por estabelecer o valor de mercado do Estado brasileiro e indicar o nível do risco país.
	
	D
	A taxa Selic indica as flutuações cambiais da moeda brasileira, fixando o padrão da inflação interna no Brasil.
	
	E
	A taxa Selic é responsável por demarcar o poder de compra do trabalhador assalariado brasileiro.
Questão 6/10 - Análise de Conjuntura
No decorrer da disciplina Análise de Conjuntura foi possível observar que tanto as variáveis quantitativas são muito importantes para a elaboração de uma projeção de cenários ou de uma análise sobre a conjuntura econômica. Essas variáveis quantitativas podem ser classificadas como discretas ou contínuas.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 1: Estatística Descritiva Básica.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Análise de Conjuntura, assinale a alternativa que explicar, corretamente, o que são as variáveis quantitativas discretas:
Nota: 0.0
	
	A
	As variáveis discretas estão relacionadas à representação de relações de correlações, de modo que elas partem apenas de números primos.
	
	B
	As variáveis discretas estão associadas à representação de elementos subjetivos, de modo que elas se utilizam apenas de valores numéricos.
	
	C
	As variáveis discretas estão relacionadas à contagem de eventos ou ocorrências, de modo que elas assumem apenas valores inteiros.
Gabarito comentado:
As variáveis quantitativas podem ainda ser classificadas como discretas ou contínuas. Variáveis discretas assumem valores inteiros, isto é, estão relacionadas à contagem de determinado evento ou ocorrência, não assumindo valores intermediários ou quebrados. Por exemplo, número de filhos só pode assumir valores inteiros – 2 filhos, 3 filhos –, sendo, portanto, uma variável discreta.
Referência: Rota de aprendizagem da aula 5. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 1: Estatística Descritiva Básica.
	
	D
	As variáveis discretas estão vinculadas ao estudo de sistemas de redes, de modo que elas partem de quantidades fracionadas.
	
	E
	As variáveis discretas estão relacionadas à contagem financeira, de modo que elas utilizam apenas valores monetários.
Questão 7/10 - Análise de Conjuntura
Leio o texto abaixo:
Conjuntamente ao mercado monetário está o mercado os títulos privados, emitidos por bancos e instituições financeiras. Como exemplos de títulos privados podemos citar o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), o Certificado de Depósito Bancário (CDB), a Letra de Crédito Imobiliário (LCI), a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e os debêntures.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 4. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 2: Mercado Monetário: Títulos públicos federais.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Análise de Conjuntura, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, quais são os dois sistemas eletrônicos que controlam os títulos privados e públicos: 
Nota: 10.0
	
	A
	Sistema Especial de Liquidação e Custódia e a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados.
Você acertou!
Gabarito comentado:
Atualmente no Brasil, os títulos são controlados e custodiados por dois sistemas eletrônicos, o Selic e o Cetip. O sistema Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) foi desenvolvido pelo Bacen, em 1979, e está voltado a registrar, liquidas e custodias os títulos emitidos pelo Tesouro Nacional. Atualmente o sistema é todo eletrônico, não havendo mais títulos físicos. O sistema Cetip (Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados), por sua vez, teve início em 1986, como um sistema semelhante ao Selic, só que gerenciando e providenciando a custódia dos títulos privados (CDB, CDI, LCI, LCA etc.).
Referência: Rota de aprendizagem da aula 4. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 2: Mercado Monetário: Títulos públicos federais.
	
	B
	Sistema de Controle de Dados Financeiros e a Central de Apoio às Transações Econômicas Privadas.
	
	C
	Sistema de Regulação Cambial e Financeiro Brasileiro e a Central de Mediação de Ações Público-Privado.
	
	D
	Sistema de Acompanhamento Financeiro Privado e Central de Controle das Ações da Dívida Públicas.
	
	E
	Sistema de Observação das Transações Empresariais e Central Brasileira de Apoio às Empresas Estatais.
Questão 8/10 - Análise de Conjuntura
Leia o trecho a seguir:
No decorrer da disciplina Análise de Conjuntura foram feitas inúmeras descrições metodológicas gerais que podem, em princípio, ser aplicadas a macro sistemas – mundo, país, segmento econômico – cujo futuro se deseja antecipar como apoio à toma de decisão dos gestores. Todavia, para a aplicação da metodologia de análise de conjuntura e cenários em nível regional, como explica Buarque (2003), devemos considerar a região como um subsistema de uma cadeia mais ampla e complexa, do qual recebe influências e impactos.
Agora observe a imagem a seguir:
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 6. Análise da Conjuntura com o prof. Joaquim Israel Ribas Pereira. Tema 5: Análise de Cenários Regionais.
Considerando o trecho citado, a imagem acima e os conteúdos discutidos ao longo da disciplina Análise de Conjuntura, análise as assertivas abaixo, que versam sobre a análise de cenários regionais e, depois, assinale a alternativa que indica apenas as corretas:
I. Por mais que haja influência da região para o macro contexto, em uma análise de conjuntura essa influência é considerada limitada e pouco relevante. 
II. Os cenários mundiais acabam exercendo pouca relevância e influência para a análise de conjuntura no nível nacional. 
III. A metodologia proposta na figura acima acaba restringindo a análise a apenas um tipo específico de combinação, de modo que é pouco utilizada. 
Nota: 10.0
	
	A
	Apenas a afirmativa III está correta.
	
	B
	Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
	
	C
	Apenas a afirmativa I está correta.
Você acertou!
Gabarito comentado:
Apenas a afirmação I está correta. A afirmação I está correta porque existe uma relação bilateral entre os subsistemas regionais e nacionais, isto é, existe em algum grau uma influência da região sobre o macro contexto como, por exemplo, uma grande concentração de indústrias em certo município que geram uma grande arrecadação fiscal para o país; todavia, como aponta Buarque (2003), para a análise de conjuntura é interessante considerar que essa influência da região sobre os macros sistemas são limitadas e pouco relevantes. A afirmação II está incorreta porque sempre deve-se pensar na análise de conjuntura do Brasil observando o desempenho presente e futuro do sistema internacional e de política externa. Da mesma forma, os cenários regionais

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.