A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Lesões no futebol ( slide)

Pré-visualização | Página 1 de 1

FUTEBOL
Andrea dos santos 
Isabelle Arouche 
Ianca Karine
Hellen Tamires 
Marcelo Alves
Wellen Açucena 
 COMPONENTES
 Introdução 
 Todo jogador de futebol , seja iniciante o
profissional, tem em si as técnicas básicas para
a prática do esporte que são:
Marcação 
Cabeceio 
Lançamento
Voleio 
Técnicas de defesa
Drible 
Controlar a bola 
Domínio 
Conduzir a bola 
Passar a bola 
Chute a gol 
 FUNDAMENTOS DO FUTEBOL 
 Importância da fisioterapia no futebol 
A fisioterapia esportiva tem como objetivo proteger, restaurar e aumentar a capacidade funcional do atleta, para que ele possa desempenhar o seu trabalho com o máximo de êxito (ROSAN 2003). Se diferencia do que normalmente se realiza na fisioterapia convencional, Tanto em assistência, como em estrutura.
Sua principal função é reabilitar, seguindo técnicas e métodos terapêuticos específicos, fazendo com que o atleta volte em um menor espaço de tempo, sempre protegendo sua integridade física.
É qualquer tipo ocorrência, de origem traumática ou de sobreuso , da qual resulta incapacidade funcional, obrigando o atleta a interromper a sua actividade , não participando em , pelo menos , um treino ou jogo. (Fuller, Ekstrand, Junge, 2006)
Os traumas são cada vez mais freqüentes no futebol, aumentando o risco de contusões e lesões musculares . 
 
 Lesão 
Lesões musculares 
Entorse de tornozelo 
Entorse de joelho 
Concussão 
Overtraining e Lesões por esforços repetitivos 
Pubalgia 
Câimbra
Dor muscular tardia pós treino 
 Lesões traumáticas 
O futebol é considerado o maior responsável no mundo pela quantidade de lesões na aréa desportiva , 50% a 60% das lesões . 
 Fatores de riscos 
 
 Extrínsecos Intrínsecos 
Contusões 
Entorse 
Luxação 
Tendinites
Câimbras
Rupturas
Mialgia 
Traumatismo 
Distensão ou estiramento 
Lesões musculares e Articulares 
 Principais lesões no futebol
No estiramento há o alongamento excessivo das fibras dos músculos. É muito comum em praticantes de atividades físicas, pois muitas pessoas acabam realizando movimentos repetitivos de maneira errada (com postura incorreta, compensações inadequadas ou mesmo com sobrecarga).
Contrações realizadas de forma explosiva, ou seja, feitas rapidamente e com carga acima do ideal, também geram o problema. Quando o estiramento acontece, o indivíduo normalmente sente uma dor imediata e, no momento em que ela ocorre, pode ser ouvido o som de um estalido. É possível ocorrer perda de força muscular, da amplitude de movimento e também de flexibilidade.
 Lesão Especifica 
 Estiramento Muscular 
Além das causas derivadas da realização inadequada de algum movimento ou atividade física, contribuem para o estiramento outros fatores, como problemas hormonais e nutricionais, fadiga muscular, falta de aquecimento e de alongamento, má postura, lesões pregressas, infecções e diferenças entre os comprimentos dos membros inferiores.
As regiões mais propícias para a ocorrência desse tipo de lesão são os músculos posteriores, anteriores e internos da coxa, bem como os da panturrilha. É na junção músculo-tendão que o problema costuma acontecer. Entretanto, qualquer parte do músculo está suscetível ao estiramento.
Podemos ver que o futebol é o esporte mais praticado e o que atrai cada vez mais pessoas no mundo, de idade e sexo diferentes. Alguns vêem esse esporte como forma de crescer na vida e outros apenas como algo que melhora a qualidade de vida.
A fisioterapia Atualmente desempenha um papel muito importante, já que além de reabilitar o atleta, hoje ele trabalha também com prevenção e para prevenir, se necessita de uma grande caminhada.
 Conclusão 
 
 FIM