Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Seminário Interdisciplinar II Recrutamento, seleção e departamento pessoal

Pré-visualização | Página 1 de 1

2
13º SALÁRIO
Morgana Gebhardt
Tutora: Silvia Zuffo
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Gestão de Recursos Humanos RHU2127 – Seminário Interdisciplinar: Recrutamento, Seleção e Departamento Pessoal.
07/12/2020
INTRODUÇÃO
 O presente trabalho tem por objetivo apresentar a Lei nº 4.090 de julho de 1962 de forma a facilitar a compreensão do leitor sobre o conceito de 13º salário, bem como demonstrar as implicações pertinentes da legislação na prática, como por exemplo, a gratificação compulsória e o cálculo do 13º salário. 
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
 Segundo a Lei nº 4.090, de 13 de julho de 1962, o pagamento do 13º salário aos funcionários é uma das obrigações das empresas, sendo ele uma das gratificações mais esperadas do ano, significando um alívio no orçamento de muitos funcionários. 
 Cabe referir, que a gratificação não fazia parte do rol de obrigações das empresas anteriormente à legislação. O 13º salário era um pagamento espontâneo que a empresa dava para os funcionários em época de festividades natalinas, tal gratificação só foi implementada enquanto obrigatoriedade no governo João Goulart. Neste sentido, Martins destaca: 
Atento a essa característica, o legislador resolveu estabelecer a gratificação natalina por meio de lei, acabando com a espontaneidade em seu pagamento. Assim foi editada a Lei nº 4.090, de 13 de julho de 1962, que instituiu a gratificação de Natal, também denominada 13º salário, que passou a ser compulsória e não mais facultativa, como era o procedimento das empresas. A referida norma foi regulamentada pelo Decreto nº 57.155, de 3 de novembro de 1965. (MARTINS, 2004, p. 277).
 	Além do Brasil, existem outros países que também pagam o 13º salário ou gratificação natalina a seus funcionários. Como por exemplo, Portugal, México, Panamá, Estados Unidos e Alemanha, estima-se que trata de uma tradição cristã.
· Portugal: Em Portugal, desde 1974, o 13º salário é concedido a empregados de organizações privadas, antes desse período, somente o funcionalismo público é que tinha direito a esse benefício.
· México: No México, a legislação mexicana é bem paralela com a brasileira, onde os empregados recebem o 13º salário no dia 20 de dezembro, com os descontos previstos.
· Panamá: No Panamá, o 13º salário é dividido em 3 parcelas fixas que são: 15 de abril, 15 de agosto e 15 de dezembro, sendo deduzido da última parcela os descontos previstos.
· Estados Unidos: Nos Estados Unidos, o 13º salário não existe, pela lei. Mas muitas empresas concedem uma bonificação no mês de dezembro, onde o valor pode variar bastante. É uma premiação onde as empresas se baseiam no desempenho da empresa durante o ano.
· Alemanha: Na Alemanha tudo depende de um acordo entre empregado e empregador, pois não existe uma lei trabalhista que regulamente o 13º salário. E se caso o empregado deixar a empresa até o mês de março do ano seguinte, ele tem a obrigação de devolver o valor integral recebido.
FONTE: https://www.tst.jus.br/13-salario 
A imagem nos remete às informações atuais sobre 13º, o qual é um direito do trabalhador urbano, rural avulso e doméstico, onde o trabalhador recebe em duas parcelas ( Lei nº 4.749 de agosto de 1965), a primeira parcela deve ser paga entre os meses de fevereiro até 30 de novembro e a segunda parcela (50% restante) até 20 de dezembro de cada ano com dedução IR e INSS. Sendo que ao trabalhador é pago referente a 1/12 da remuneração por mês trabalhado, ou seja, recebe proporcionalmente. De forma a exemplificar, abaixo se apresentam dois estudos de caso: 
1 - Um funcionário foi contratado no dia 15/05/2019, como no mês de contratação ele trabalhou mais de 15 dias, é contabilizado para o cálculo do 13º salário, recebendo 7/12.
	Mês
	Dias Trabalhados
	Avos
	Maio
	17
	1/12
	Junho
	30
	2/12
	Julho
	31
	3/12
	Agosto
	31
	4/12
	Setembro
	30
	5/12
	Outubro
	31
	6/12
	Novembro
	30
	7/12
Fonte: REIF, Estelamaris. THEIS, Maike Bauler. Rotinas de Pessoal. 2.Ed. Indaial: Uniasselvi, 2018.p.161.
 2 - Neste caso, o funcionário foi contratado em 25/03/2019, não haverá pagamento correspondente ao mês de março pois os dias trabalhados foi inferior a 15 dias, recebendo então 9/12.
	Mês
	Dias Trabalhados
	Avos
	Março
	7
	0
	Abril
	30
	1/12
	Maio
	31
	2/12
	Junho
	30
	3/12
	Julho
	31
	4/12
	Agosto
	31
	5/12
	Setembro
	30
	6/12
	Outubro
	31
	7/12
	Novembro
	30
	8/12
	Dezembro
	31
	9/12
Fonte: REIF, Estelamaris. THEIS, Maike Bauler. Rotinas de Pessoal. 2.Ed. Indaial: Uniasselvi, 2018.p.161.
 Nesse sentido, “as faltas injustificadas também podem prejudicar o 13º salário, pois, se no mês o empregado trabalhou menos de 15 dias, faltando, injustificadamente, os dias restantes, o avo daquele mês será indevido” (GONÇALVES, 2009, p. 89 apud REIF, THEIS, 2018, p. 161).
 Na segunda parcela haverá desconto de INSS e IRRF, e o FGTS o cálculo é como nos meses anteriores, ou seja, de 8% sobre o valor da remuneração paga ao empregado, devendo ser pago até o dia 7 do mês seguinte.
 Já para as faltas justificadas, o empregado poderá deixar de comparecer ao seu posto de trabalho sem que haja algum prejuízo para ele, conforme o artigo 473 da CLT, onde algumas delas são:
· Até 2 dias consecutivos, por falecimento do cônjuge, ascendente, descendente.
· Até 3 dias consecutivos, em virtude de casamento.
· Por 5 dias, como licença - paternidade.
· Por 1 dia cada 12 meses, no caso de doação voluntária de sangue.
· Até 2 dias consecutivos para alistamento eleitoral.
 Lembrando, que o empregador paga uma multa de R$ 170,25 por empregado, caso não pague o 13º salário dentro do prazo estabelecido. A multa quem recebe é o governo, sendo ela administrativa e é aplicada pelos auditores fiscais do Ministério do Trabalho. 
 
CONSIDERACÕES FINAIS
 Através da presente pesquisa, pôde-se observar o conceito de 13º salário, sua legislação que passou de facultativa para compulsória e uma explicação breve e simples de como calcular o 13º salário ou gratificação natalina como também é conhecido.
 Conclui-se com o presente trabalho como o 13º salário impacta positivamente na vida financeira dos cidadãos, já que é a gratificação mais esperada do ano, justamente por ajudar nas festividades natalinas.
REFERÊNCIAS
Doméstica Legal. Disponível em: < https://www.domesticalegal.com.br/saiba-as-regras-para-o-pagamento-do-13o-salario-do-empregado-domestico/ > (Acesso em 01/12/2020)
GONÇALVES, 2009. P.89 apud REIF, Estelamaris. THEIS, Maike Bauler. Rotinas de Pessoal.2. Ed. Indaial: Uniasselvi, 2018.p.161. 
Justiça do Trabalho Tribunal Superior do Trabalho. Disponível em: < https://www.tst.jus.br/13-salario > (Acesso em 04/11/2020)
MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. 28.Ed. São Paulo: Atlas, 2012. Disponível em: < /https://doceiro.com.br/doc/x0vnsv 
MetLife. Disponível em: < https://www.metlife.com.br/blog/planejamento-financeiro/o-13-salario-existe-em-outros-lugares-do-mundo/ > (Acesso em 06/12/2020) 
REIF, Estelamaris. THEIS, Maike Bauler. Rotinas de Pessoal. 2.Ed. Indaial: Uniasselvi, 2018. p.172.