A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resumo Direitos Humanos

Pré-visualização | Página 1 de 1

DIREITOS HUMANOS
CONCEITO
· Conceito tautológico: Os direitos humanos são aqueles inerentes ao homem apenas por sua condição humana;
· Conceito formal: os direitos humanos indisponíveis e pertencentes a todos os homens, os quais não podem deles se privar;
· Conceito finalista: os direitos humanos são aqueles essenciais para a dignidade da pessoa humana, ou seja, sem eles o ser humano não consegue existir ou se desenvolver e participar plenamente da vida em sociedade.
INTERNACIONALIZAÇÃO
Usualmente os direitos humanos são descritos em documentos internacionais, como tratados, o que faz com que eles sejam mais seguramente garantidos. 
Alguns exemplos de tratados internacionais de direitos humanos são:
· A carta da Organização das Nações Unidas, assinada logo após a segunda guerra, tinha por objetivo de um mundo fundamentado na paz e na segurança internacionais;
· A Declaração Universal de Direitos Humanos, que é o principal documento que serve de referência para o amplo exercício da cidadania e dos direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos;
· O Pacto de San Jose da Costa Rica, ou Convenção Americana de Direitos Humanos, que consiste em um tratado assinado entre os países membros da Organização dos Estados Americanos em função de direitos e garantias para os seres humanos como um todo. Este pacto teve influência direta na Constituição Federal Brasileira de 1988, especialmente em seu art. 5º, que discorre sobre os direitos fundamentais.
TEORIA GERACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS
Teoria criada por Karel Vasak e que dividia os direitos humanos em três gerações
· Primeira Geração ou Liberdades Públicas: garante aos indivíduos direitos “intocáveis” pelo Estado, ou seja, o Estado tem para com estes direitos uma obrigação de não-fazer. Consagrados pela Constituição de 1787 (EUA) e de 1791 (FRA). Exemplos de direitos garantidos por esta geração são: liberdade religiosa, direito de ir e vir, liberdade de expressão, etc.;
· Segunda Geração ou Igualdade (prestação positiva): além de determinados direitos serem intocáveis do indivíduos, outros devem ser positivamente providos pelo Estado, como por exemplo, o direito à saúde, à educação, à moradia, à segurança. Foram consagrados pela Constituição do México de 1917 e a Constituição de Weimar de 1919;
· Terceira Geração ou Fraternidade (cooperação entre os Estados): visa a preservação da Dignidade da Pessoa Humana. Garantidos pela Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948) e pela Constituição Federal dos Direitos Humanos (art. 5º/art. 225º).