A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Exercícios relações ecológicas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Identifique as relações ecológicas?
Epifitismo é uma relação de inquilinismo entre duas plantas ou algas, na qual uma planta vive sobre a outra, utilizando-se apenas de apoio e sem dela retirar nutrientes e sem estabelecer contato com o solo. 
um tipo de interação ecológica interespecífica (ou heterotípicas) desarmônica, o que significa que há uma espécie favorecida (predador) e outras desfavorecidas (presas), uma vez que essas são caçadas para sobrevivência daquelas.
A colônia é um tipo de relação ecológica harmônica e intraespecífica. Quando dizemos que uma relação ecológica é harmônica ou positiva, estamos falando que ela é benéfica para todos os envolvidos na interação. Já uma relação intraespecífica é aquela que ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie.
Parasitismo é uma relação ecológica interespecífica e desarmônica. Nessa interação observamos uma espécie comportando-se como parasita e outra como hospedeiro, sendo essa última fundamental para a sobrevivência do parasita.
Diferencie mutualismo de protocooperação
A diferença entre elas é que a protocooperação é uma relação não obrigatória. Enquanto isso, o mutualismo possui caráter obrigatório, onde as duas espécies precisam uma da outra para a sobrevivência. Quando o mutualismo é obrigatório, ele também pode ser chamado de simbiose.
Qual a importância da predação para o equilíbrio ecológico ?
o predatismo representa um mecanismo que regula a densidade populacional mediante uma cadeia alimentar, controlando a quantidade de indivíduos de uma determinada comunidade. 
Cite as relações interespecíficas desarmônicas
ENEM de 2013.
No Brasil, cerca de 80% da energia elétrica advém de hidrelétricas, cuja construção implica o represamento de rios. A formação de um reservatório para esse fim, por sua vez, pode modificar a ictiofauna local. Um exemplo é o represamento do Rio Paraná, onde se observou o desaparecimento de peixes cascudos quase que simultaneamente ao aumento do número de peixes de espécies exóticas introduzidas, como o mapará e a corvina, as três espécies com nichos ecológicos semelhantes.
PETESSE, M. L.: PETRERE JR., M. Ciência Hoje. São Paulo, n. 293, v. 49. jun, 2012 (adaptado).
Nessa modificação da ictiofauna, o desaparecimento de cascudos é explicado pelo(a)
a) redução do fluxo gênico da espécie nativa.
b) diminuição da competição intraespecífica.
c) aumento da competição interespecífica.
d) isolamento geográfico dos peixes.
e) extinção de nichos ecológicos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.