A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
papel do consumidor

Pré-visualização | Página 1 de 1

A dinâmica da Cultura e a 
centralidade na sociedade 
contemporânea
(O papel do consumidor)
Teoria da cultura de consumo
1ª. Concepção = Expansão da produção
capitalista = acumulo de cultura material
2ª. Concepção = Satisfação e o status da 
exibição e da conservação das diferenças
3ª. Concepção = Prazeres emocionais: 
excitação física e prazeres estéticos
Moderno
X
Pós-Moderno
A produção do consumo
Objeto de produção =consumo
Maximiliza satisfação
aquisição
Consumo controlado
e manipulado
Surfimento da
Mídia e da publicidade
Adorno e Horkheimer
Lógica - Acúmulo de bens- Resulta no valor 
de troca (quantidade)
Destruição da cultura tradicional
“Tudo que é sólido se desmancha no ar”
Moderno para pós-moderno
Adorno- a mercadoria assume valor secundário
Uso ilusão
PUBLICIDADE (romance,desejo,exotismo,etc.)
Ex.: Las Vegas
Baudrillard –
Mercadoria – Signo
Sociedade de consumo – vida fica desregrada
relações variáveis e menos 
estruturadas
Superprodução de signos
Reproduções de imagens
Simulações
MASSA CONSUMO BIZARRO
Modos de consumo:
BENS
Duráveis 
Não duráveis
Pierre Bourdieu
Os novos intermediários culturais:
DESIGN
MODA
PUBLICIDADE
Ex.:Havaiana
Pierre 
Bourdieu
Investigadores do consumo
•Quais as razões que levam as pessoas consumirem determinados tipos 
De bens em determinadas circunstâncias?
•Qual o papel da cultura material no desenvolvimento da subjetividade 
humana?
E o design?
Profissionais de criação não
criam novidades, apenas
“percebem” tendências.
Elaine Norberto
A atividade do designer é dependente
das diferentes estratégias traçadas pela
sociedade institucionalizada.
Gustavo Bomfim
O design espelha a condição cultural na
qual e para qual foi concebido ao
mesmo tempo em que contribui para
produzir, realimentar ou transformar
esta mesma condição cultural.
André Villas-Boas
1.processos de construção e expressão de 
identidades pessoais e sociais 
2.Consumo como peça de autoconstrução 
identitária
peças/figuras/formas 
identidade pode ser negociada, transmutada, ressignificada, assumindo as mais 
diversas posições 
uma multiplicidade de eus no corpo subjetivo (Canevacci) 
Lar
Doce 
Shopping
Matéria da Folha de São Paulo
Domingo 19.08.2012

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.