A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Ligações químicas metálicas

Pré-visualização | Página 1 de 1

LIGAÇÕES QUÍMICAS METÁLICAS 
As ligações químicas consistem na agregação dos átomos para a formação 
de moléculas. Em suma, tem-se que as ligações químicas ocorrem quando os 
átomos reagem entre si. 
Existem quatro tipos de ligações químicas. São elas: 
• Ligação Iônica; 
• Ligação Covalente; 
• Ligação Covalente Dativa; 
• Ligação Metálica. 
Nesse contexto, as ligações metálicas acontecem entre os metais, que são 
elementos eletropositivos e bons condutores térmicos e elétricos. O princípio de 
tal ligação é alguns metais perdendo elétrons de sua camada de elétrons livres 
e gerando cátions. Os principais metais são: Ouro (Au), Cobre (Cu), Prata (Ag), 
Ferro (Fe), Níquel (Ni), Alumínio (Al), Chumbo (Pb), Zinco (Zn), entre outros. 
As ligações metálicas são uma ligação desorientada, pois ela produz um 
mar de elétrons a partir dos cátions metálicos que, em um arranjo ordenado, 
jogam os elétrons para a superfície desses elementos. 
As principais características dos compostos metálicos (moléculas formadas 
a partir de ligações metálicas) são: 
• Grande movimentação de elétrons na superfície, acarretando em 
alta condutividade térmica e elétrica; 
• Alta maleabilidade; 
• Alta ductilidade. 
A maleabilidade é a propriedade que os metais possuem para formarem 
chapas. Por sua vez, a ductilidade é propriedade que os metais possuem para 
formarem fios.