A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
RESUMO ADMINISTRAÇÃO - Organização

Pré-visualização | Página 1 de 4

ORGANIZAÇÃO
Função Organização
	ou
	Estrutura organizacional
	Processo organizacional
	Processo de trabalho
	Chiavenato:
		Organização como função administrativa = como uma parte do PODC
		Organização como uma entidade social = uma organização na prática
• Principais Elementos ou “Características da Organização Formal”
	 Especialização
	 Hierarquização / Cadeia de comando
	 Departamentalização
	 Centralização
	 Formalização
	 Amplitude de controle
Amplitude de controle - Decorre da distância de autoridade e responsabilidade
e mede o número de pessoas subordinadas a um administrador.
Centralização e descentralização - Referem-se ao nível hierárquico no qual são tomadas as decisões.
Especialização do trabalho - Grau em que as tarefas são divididas e padronizadas para que possam
ser aprendidas e realizadas de forma relativamente rápida por um único indivíduo em dada organização.
Cadeia de comando - Especifica que a autoridade deve passar do topo até o último elemento da hierarquia organizacional por uma linha clara e ininterrupta, identificando quem deve responder a quem.
Formalização - Dimensão que se refere ao grau de controle da organização sobre o indivíduo.
Departamentalização - Permite simplificar o trabalho do administrador, aumentando a eficácia e a eficiência
da administração, pois contribui para um aproveitamento mais racional dos recursos disponíveis nas organizações.
*Diferenciação: aspecto do ambiente interno de uma organização
criado pela especialização de cargos e pela divisão do trabalho.
COMPONENTES DA ORGANIZAÇÃO
Maximiano = “Uma organização é um sistema de recursos que procura realizar algum tipo de objetivo.
Além de OBJETIVOS e RECURSOS, as organizações têm dois outros componentes principais: 
processos de TRANSFORMAÇÃO e DIVISÃO DO TRABALHO”
4 COMPONENTES DA FUNÇÃO ORGANIZAÇÃO (CHIAVENATO)
•Tarefa: a função organizacional é dividida em tarefas.
• Pessoas: cada pessoa é ocupante de um cargo na organização formal.
• Órgãos: as tarefas e pessoas são agrupadas em órgãos, como divisões,
departamentos ou unidades de uma organização.
• Relação: é um dos conceitos mais importantes da organização,
é o relacionamento entre os trabalhadores, fornecedores, clientes...
3 COMPONENTES DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
• Sistema de Responsabilidades: Departamentalização, Linha e assessoria, Atribuições das unidades...
	*MACETE: Responsabilidades “Depila” = DEP-L-A
• Sistema de Autoridades: centralização, descentralização, delegação, hierarquia, amplitude de controle...
• Sistema de Comunicações: troca de dados e informações 
ESTRUTURA
Estrutura organizacional é o arcabouço visível que, formal e informalmente, estabelece a hierarquia e o desempenho de cada pessoa em relação a todas as demais pessoas do grupo, servindo para promover a coordenação, uma vez que também define as relações interpessoais nos vários níveis e nas várias divisões.
Uma arquitetura organizacional adequada é aquela que permite alinhar a estratégia a seus elementos essenciais: estrutura, processos, recursos humanos e sistemas informacionais.
“A organização do trabalho também compreende conhecimento dos propósitos da organização, 
de suas dependências, de seu modo de produzir, das técnicas que emprega…”
ELEMENTOS FORMAIS E INFORMAIS
	Formais
	Informais
	Objetivos
	Atitudes
	Tecnologia
	Sentimentos
	Recursos
	Amizades
	Estruturas
	Conflitos
	Autoridades
	Valores
	Responsabilidades
	Normas de conduta
• Elementos Formais
	- Controláveis
	- Presentes no organograma
	
• Elementos Informais
	- Não-controláveis
	- Não estão no organograma (mas sempre existirão)
	- Surgem espontaneamente (independem dos elementos formais)
“pode-se afirmar que a estrutura informal será bastante desenvolvida e bem utilizada
quando os objetivos da empresa forem idênticos aos objetivos dos indivíduos.”
“a estrutura informal é um bom lugar para líderes formais se desenvolverem,
mas deve-se lembrar que nem sempre um líder informal se constitui no melhor dirigente formal.”
“uma das funções da estrutura informal é o controle social (interno e externo)
pelo qual o comportamento dos outros é influenciado e regulado.”
	*Bypass = comunicação informal que "pega atalhos"
		(não respeita a estrutura formal da hierarquia)
ATIVIDADES FIM E MEIO
- Atividades
	FIM = operacional, tático, estratégico
	MEIO = staff, tecnoestrutura (fora da produção)
- Partes básicas de uma organização (Mintzberg)
	Cúpula Estratégica 
	Linha intermediária
	Núcleo / essência operacional
	Tecnoestrutura = departamentos fora da linha de produção (ex: engenheiros, analista, estatísticos...)
	Assessoria de apoio / Staff
	Configurações Estruturais
	
	Foco
	Parte básica mais importante
	Estrutura simples
	Supervisão direta
	Cúpula Estratégica
	Burocracia mecanizada
	Padronização de processos
	Tecnoestrutura
	Burocracia profissional
	Padronização de habilidades
	Núcleo operacional
	Forma divisionalizada
	Padronização de resultados
	Linha intermediária
	Adhocracia
	Ajuste mútuo
	Assessoria + Núcleo operacional
	(ver no final do resumo de Direção – mecanismos de coordenação do trabalho)
MODELOS ESTRUTURAIS
 Mecanicista ou Burocrático (antigo = palavras feias)
	Alta formalização
	Centralização
	Forte Departamentalização
	Amplitude de controle limitada
	Alta especialização
	Cadeias de comando claras
 Orgânico ou Adhocrático (moderno = palavras bonitas)
	Baixa formalização
	Descentralização
	Equipes multifuncionais
	Amplitude de controle abrangente
	Fluxo de informações
	Equipes inter-hierárquicas
	*não é a negação da estrutura – mas a flexibilização, pois não é uma estrutura fixa
Em condições ambientais de alta incerteza, as estruturas organizacionais melhor adaptadas
são orgânicas, isto é, baseadas em trabalho de equipe.
Estruturas organizacionais adhocráticas emergem em ambientes
que são tanto dinâmicos quanto complexos em elevado grau.
Em condições ambientais de baixa incerteza, as estruturas organizacionais melhor adaptadas
são mecanicistas, isto é, formalizadas em elevado grau.
Em condições ambientais de baixa incerteza, as estruturas organizacionais melhor adaptadas
apresentam maior cadeia de mando-subordinação e são mais centralizadas.
 Um se opõe ao outro (é impossível os 2 existiram ao mesmo tempo)
Há autores que dividem em Estruturas Tradicionais e Inovativas
 
*FCC e CESPE já chamaram a Organização Burocrática
de “Organização Formal Moderna”
TIPOS DE ORGANIZAÇÃO
• Linear / Clássica / Militar / Piramidal / Escalar / Vertical
	Centralização
	Unidade de comando (autoridade única)
	Linhas diretas e únicas de autoridade
	Chefia autocrática e generalista
	Comunicação inflexível e demorada
	Estabilidade e constância nas relações (devido à centralização e à rígida disciplina)
	 Aplicação: empresas pequenas, empresas novas,
empresas com tarefas padronizadas e em ambiente estável,
empresas que priorizam a rapidez em detrimento da qualidade
• Pós-Clássicas
	• Linha + Staff (já vi com o nome “Linear-Funcional”)
		Autoridades de linha + assessoria staff
		Traz a assessoria especializada e inovadora, mas ainda respeita a unidade de comando
Cada órgão se reporta a apenas um órgão superior, mas recebe assessoria dos órgãos staff
		Comunicação formal com a autoridade de linha e informal com o staff
Separação entre órgãos operacionais e órgãos de apoio e suporte
Reune a autoridade hierárquica e a autoridade do conhecimento.
		Podem ocorrer conflitos entre linha e staff
		Gera demora nas linhas decisórias
		*o staff deve se adequar e adaptar a linha, e não o contrário
		*a linha deve ouvir as recomendações do staff, mesmo que não as aceite
		 Aplicação: bastante utilizada atualmente,
pois permite a incorporação de serviços especializados na empresa
	• Estrutura de Comissão ou Colegiada (Departamentalização Colegiada)
		Chefia colegiada para a tomada de decisões
		Divisão da responsabilidade
		Comissão/Colegiado = grupo que debate/estuda sobre um assunto e apresenta soluções
		Pode ter autonomia (comissão