A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
25 pág.
RESUMO ADMINISTRAÇÃO - Planejamento

Pré-visualização | Página 1 de 6

PLANEJAMENTO
CONCEITO
 Formulação de planos pra alcance de resultados
 Deve ser prévio às outras funções do PODC (mas também deve ser concomitante)
Segundo Chiavenato:
	Definir objetivos
	Verificar situação atual
	Desenvolver premissas quanto às condições futuras
	Analisar alternativas de ação
	Escolher a melhor alternativa
	Implementar o plano e avaliar os resultados
	*planejamento tbm avalia resultados
	*só lembrar das etapas de implementação do planejamento estratégico (tbm tem avaliação lá)
CONCEITO DE ESTRATÉGIA
Chiavenato: “A definição de como atingir o objetivo, determinando a maneira como serão alocados os recursos da empresa ou órgão.”
Mintzberg: “É a forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados. É o caminho para alcançar os objetivos.”
Hamtpon: “É um plano que relaciona as vantagens da empresa com os desafios do ambiente”
Bateman e Snell: “É o padrão de ações e de alocação de recursos
planejados para realizar os objetivos da organização”
“A estratégia deve estar alinhada com a missão e a visão, e corresponde a um conjunto de decisões definidas para orientar a execução das ações que possibilitarão o alcance dos objetivos fixados no plano.”
Mintzberg (5 P’s):
	Estratégia como Plano = ações previamente pensadas (processo consciente e deliberado)
	Estratégia como Pretexto = pretexto para enganar concorrentes (blefe)
	Estratégia como Padrão = aquela que segue de forma padrão, não sofrendo alterações
		Deliberativa = partindo dos líderes para os liderados
		Emergente = usada para resolver uma questão urgente
	Estratégia como Posição = saber se relacionar, se posicionar e posicionar recursos
					pra ter mais chances de sucesso
	Estratégia como Perspectiva = deve ter visão geral dos sentimentos/pensamentos dos envolvidos
						(conceito mais abstrato, trabalha mais com a intuição)
Administração Estratégica
o objetivo principal é criar riqueza para os proprietários
através da satisfação das necessidades e expectativas dos outros stakeholders
ação administrativa com objetivo de criar condições para a empresa operar com eficácia diante de ameaças
ou restrições ambientais e poder, também, capitalizar as oportunidades oferecidas pelo ambiente
*diferente de planejamento estratégico
O planejamento trata da tomada de decisões estratégicas, enquanto a administração visa à obtenção de resultados estratégicos, buscando novos mercados, produtos e tecnologias. O planejamento estratégico objetiva construir planos, enquanto a administração estratégica tem por fim aplicá-los na estrutura para atingir os resultados. O planejamento estratégico é um processo analítico por planos, enquanto a administração estratégica é um processo de ação organizacional.
	Planejamento Estratégico
	Plano
	Administração Estratégica
	Ação
Estratégia organizacional
Comportamento global e integrado da empresa em relação ao ambiente externo. A estratégia é formulada a partir da missão, visão e objetivos organizacionais, da análise ambiental (o que há no ambiente) e da análise organizacional (o que temos na empresa) para definir o que devemos fazer. A estratégia é a maneira racional de aproveitar as oportunidades externas e de neutralizar as ameaças externas, bem como de aproveitar as forças potenciais internas e neutralizar as fraquezas potenciais internas
*As estratégias são estabelecidas depois da definição dos objetivos e análise da situação atual, e não antes
Flexibilidade estratégica
Conjunto de capacitações utilizado para responder a várias demandas e oportunidades
que existem em um ambiente dinâmico e incerto
NÍVEIS DE ESTRATÉGIAS
Nível Corporativo = Estratégia de Crescimento
ex: Grupo Coca Cola, debate sobre sobre formas de crescimento, como expandir o negócio...
Nível de Unidade de Negócios = Estratégia Competitiva / de Negócio
ex: cada negócio do grupo, como agir em cada setor ou produto (fanta, coca, guaraná jesus...)
Nível Funcional
ex: estratégia de cada departamento (marketing, finanças, RH...)
MOMENTOS DA GESTÃO ESTRATÉGICA
 Dianóstico/Análise
 Formulação
 Estratégia/Execução
 OPERAÇÃO/Implementação = fase de monitoração e avaliação
PRINCÍPIOS
• Clareza no horizonte
• Construção coletiva
• Contribuição aos objetivos
• Precedência sobre as demais funções administrativas
• Maior penetração e abrangência
• Maior eficiência, eficácia e efetividade
• Maximização dos resultados positivos
• Minimização das deficiências
• Inerência
• Universalidade
• Unidade
• Flexibilidade
• Participativo
• Coordenado
• Integrado
• Permanente
CARACTERÍSTICAS
- ambiente mutável
- orientado para o futuro 
- é um processo de construção de consenso (busca o melhor resultado para todos)
- é compreensivo (envolve a organização como um todo)
- analisa ambiente interno e externo
Grande desafio = a complexidade ambiental e a projeção de ações para o futuro.
“Por enfrentar a incerteza, tem suas decisões baseadas
em julgamentos, suposições, e não em dados concretos”
VANTAGENS
- Senso de direção
- Focaliza esforços
- Maximiza eficiência
- Reduz o impacto do ambiente
- Define parâmetros de controle
- Fonte de motivação e comprometimento
- Potencializa o autoconhecimento
- Fornece consistência
- Potencializa o efeito sinérgico das competências organizacionais
De acordo com Chiavenato: "O planejamento ajuda o administrador em todos os tipos de organização a alcançar o melhor desempenho, porque:
1) O planejamento é orientado para resultados. Cria um senso de direção, de desempenho orientado para metas e resultados a serem alcançados.
2) O planejamento é orientado para prioridades. Assegura que as coisas mais importantes receberão atenção principal.
3) O planejamento é orientado para vantagens. Ajuda a alocar e a dispor recursos para sua melhor utilização e desempenho.
4) O planejamento é orientado para mudanças. Ajuda a antecipar problemas que certamente aparecerão e a aproveitar oportunidades à medida que se defronta com novas situações
FILOSOFIAS / ABORDAGENS
Conservador / Defensivo
	estabilidade, conservação e manutenção da situação
	decisões visam bons resultados, não necessariamente os melhores possíveis
	sem mudanças radicais
	não liga muito pra oportunidades ambientais futuras
	liga mais pra sanar deficiências e problemas internos
	base reprospectiva, olha pra experiências passadas e as projetam para o futuro
Otimizante / Analítico
	adaptabilidade e inovação
	decisões buscam os melhores resultados possíveis
	uma forma de melhorar as práticas vigentes na organização
	base incremental, melhoria contínua a cada dia
	ambiente dinâmico e incerto
Adaptativo / Prospectivo / Ofensivo
	voltado para contingências e o futuro da organização
	decisões capazes de ajustar a direção da empresa às contigências que surjam
	procura reduzir o planejamento retrospectivo
	base aderente, visando ajustar-se às demandas ambientais e se preparar p/ futuras contingências
	ambiente mais ainda dinâmico e incerto
SEGUNDO CHIAVENATO
- Estratégia defensiva = manutenção, estabilidade
- Estratégia ofensiva = exploração, agressividade, inovação, conquista
- Estratégia analítica = modelo híbrido (defensivo + ofensivo)
- Estratégia reativa = quando nenhuma das 3 dá certo, reações intempestivas, sinal de fracasso
OUTRA CLASSIFICAÇÃO
Planejamento tradicional = processo estático e centralizado de tomada de decisões,
em que o ambiente é entendido como um dado sobre o qual serão feitas previsões
Planejamento estratégico = processo contínuo e sistemático de tomada de decisões,
em que os planos são permanentemente revistos, conforme as circunstâncias.
Na visão de Idalberto Chiavenato, O planejamento estratégico é um processo organizacional compreensivo de adaptação, através da aprovação, tomada de decisão e avaliação. Procura responder a questões básicas como: por que a organização existe, o que ela faz e como faz. O planejamento estratégico é diferente e mais amplo do que o planejamento tradicional de longo prazo.
Planejamento estratégico situacional