A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
SIST ESTOMATOGNÁTICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Profa. Christiane Albuquerque
Stoma = boca; gnathus: mandíbula
Sistema composto de tecidos e
órgãos que compreendem 
estruturas ósseas, dentes, 
músculos, articulações,
glândulas e sistemas vasculares
linfáticos e nervosos. 
(Berretin-Felix, Martins Jorge e Genaro, 2010) Fonte:http://fonopaula.blogspot.com
Esquemas de Brodie (1962) e de Okeson (1992): A cabeça se apóia sobre a coluna 
cervical e grupos musculares distintos a mantém numa determinada posição.
Formado por ossos e grupos musculares que realizam movimentos cranianos e 
mandibulares, além de manter o equilíbrio.
Slide gentilmente cedido pela Profa Isabela Poli
→Controle cortical
→ NMS
→Sistema Piramidal
→Sistema Extrapiramidal
→Tronco cerebral
→ NMI
→ vias importantes 
associadas
(Machado, 1996; Furkim, 1999, Felicio, 2004; Estrela et al, 2010) 
Fonte: Rohen, Yokochi. Color Atlas of Anatomuy, 1993.
(Machado, 1996; Furkim, 1999, Felicio, 2004; Estrela et al, 2010) 
Fonte: livro de anatomia
FACIAL
TRIGÊMEO
GLOSSOFARINGEO
VAGO
HIPOGLOSSO
Pares Cranianos:
V - Trigêmeo
VII- Facial
IX - Glossofaríngeo
X - Vago
XI - Acessório
XII-Hipoglosso
TRIGÊMEO
Eferente:
-Músculos da mastigação;
-Ventre anterior do digástrico e milo-
hioideo
-Tensor do palato
Aferente:
-Sensibilidade da face
-Sensibilidade geral no 2/3 ant. da 
língua;dentes e rebordo alveolar;
Fonte: Netter, Atlas de anatomia.
FRONTAL
Corrugador do supercílio
Orbicular do olho
Orbicular da boca
Mentual
Depressor do ângulo da boca
Eferente:
-Músculos da mímica facial;
-Ventre posterior do digástrico
e estilohioideo;
-Músculo estapédio
Aferente:
-Gustação nos 2/3 ant. da 
língua;
Outras: Glandulas salivares 
submandibular e sublingual
FACIAL
Fonte: Netter, Atlas de anatomia.
Eferente:
-Palato mole e faringe – ramo faríngeo
-músculos intrínsecos da laringe – laríngeo inferior
(recorrente)
-Músculo CT – laringeo superior externo
Aferente:
Região supra-glótica – laríngeo superior interno
Região infra-glótica – laríngeo inferior ( recorrente)
Fibras Motoras para o Plexo Faríngeo
VAGO
Fonte: Rohen, Yokochi. 
Color Atlas of Anatomy, 1993.
GLOSSOFARÍNGEO
TRIGÊMIO (GERAL)
FACIAL (GUSTATIVA)
-Essencialmente aferente.
-Forma o plexo faríngeo junto a fibras do
vago. Tem componente sensitivo em
região de palato e faringe, exceto no caso
do músculo estilofaríngeo.
GLOSSOFARÍNGEO
Fonte: Netter, Atlas de anatomia.
Eferente:
- musculatura intrínseca e extrínseca da língua.
HIPOGLOSSO
Eferente:
-Úvula 
-Levantador do véu palatino 
-Trapézio
-Esternocleidomastoideo
ACESSÓRIO
SUCÇÃO
(Marchezan, 1997; Felicio, 2004)
RESPIRAÇÃO
FALA
MASTIGAÇÃO
DEGLUTIÇÃO
SUCÇÃO 
- Inicia-se na 28ª semana de gestação,
estando desenvolvida a partir da 32ª
semana;
- Na 34ª semana será capaz de
coordenar SDR;
-Pressão intra-ora: há geração de 
pressão negativa, a mandíbula abaixa, 
aumenta o espaço intra-oral, a língua 
comprime o mamilo contra o palato 
promovendo a extração do leite.
- Características: sucções longas, 
profundas e ritmadas, com fluxo 
contínuo.
 Padrões de Sucção:
Suckling: padrão imaturo, e é caracterizado por
movimentos de extensão e retração e
canolamentoda língua.
Sucking : É o padrão maduro desenvolve-se junto
com o controle voluntário da sucção. São observados
maior pressão intra-oral e movimentos de elevação e
abaixamento da língua.
FASE ORAL
FASE FARÍNGEA
DEGLUTIÇÃO 
ARTICULAÇÃO
RESPIRAÇÃO
PROSÓDIA
RITMO/VELOCIDADE
VOZ
RESSONÂNCIA
FALA 
✓ Paralisia Facial
✓ Disartrias
✓ Apraxias
✓ Disfagias
Fonte: http://nonaenfermaria.blogspot.com
▪ Anamnese e historia patológica pregressa:
Tempo de lesão e tratamentos anteriores;
Tipos de Tratamentos empregados
▪Avaliação clínica da musculatura facial em todos os quadrantes:
-Repouso 
- Movimento
▪Verificar impacto na fala e demais funções;
▪Analisar a ocorrência de Sincinesias e contraturas 
Eletromiografia
(Goffi, 2010)
 Considerar o tipo de lesão e a fase
em que se encontra:
- Fase flácida 
Estratégias de favorecimento de
contração muscular, mobilidade,
aumento do tônus e força muscular.
- Fase de Sequelas
Estratégias para minimizar a contratura
e as sincinesias.
Fonte: www.paralisiafacial.com
(Goffi, 2010)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.