A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Questões de Semiologia Cabeça e Pescoço (com gabarito)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Semiologia Cabeça e Pescoço 
1 - Mulher, 24 anos, previamente hígida, queixa-se de nervosismo, taquicardia, queda de cabelos e emagrecimento 
de 5kg nos últimos 2 meses. Ao exame físico, apresenta-se em bom estado geral, lúcida e colaborativa, emagrecida, 
corada, hidratada, acianótica, exoftalmia bilateral moderada, pele quente e úmida, febril, FC=96 bpm, FR=20 irpm, 
PA=140/70mmHg, tremor fino de extremidades, apresenta tireoide palpável, aumentada em 3x, difusamente, móvel 
a deglutição, superfície lisa, consistência fibroblástico, indolor. Demais aparelhos sem alterações. Sem déficits 
motores ou sensitivos. Responda ao caso: 
a) Qual sistema acometido e qual o órgão anatômico provavelmente lesado? 
b) Qual possível síndrome encontrada? Cite 1 sinal e 1 sintoma que justifiquem essa síndrome citada no caso 
acima. 
c) Qual manobra poderia ser realizada para avaliação se o bócio se encontra mergulhante? 
2 - Paciente de 60 anos procura o consultório queixando-se de perda de 15 kg em 2 meses, sudorese noturna e 
aparecimento de ínguas no pescoço. Você observa linfonodos cervicais posteriores e supraclaviculares bilaterais 
palpáveis com características sugestivas de malignidades. Descreva 2 características de linfonodo que sugerem 
malignidade. 
3 - Qual a alteração de voz no paciente com mixedema? 
4 - Sinais e sintomas como odinofagia, halitose, hiperemia de palato e linfadenomegalia cervical nos levam a pensar 
em qual diagnóstico topográfico: 
a) Laringe 
b) Seios paranasais 
c) Língua 
d) Faringe 
5 - Paciente de 26 anos, sexo feminino, vai ao pronto-socorro, com queixa de emagrecimento de 10 Kg em 3 meses 
associado a fadiga, episódios de palpitações e tremores de extremidades. Exame físico: BEG, corada, hidratada, 
anictérica, acianótica. Olhos salientes e brilhantes, rosto magro, aspecto de espanto e ansiedade, presença de 
aumento do volume cervical. 
PA: 140/80 mmHg, FC:110 bpm. Tireóide aumentada 1,5x difusamente, móvel à deglutição, superfície nodular, 
consistência elástica, indolor, presença de frêmito, sopro e ausência de sinais flogísticos. 
a) Qual o diagnóstico sindrômico? 
b) Cite três outros sinais e sintomas não apresentados pela paciente que podem estar associados a essa 
síndrome: 
c) Qual a faces apresentada pela paciente? 
6 - Qual alternativa contém o linfonodo palpável ao exame físico com a maior característica de malignidade? 
a) Linfonodomegalia cervical anterior, alongada de 1 cm de diâmetro, não dolorosa, pétrea e não aderida a 
planos profundos. 
b) Linfonodomegalia submandibular, circunferencial, de 2 cm de diâmetro, fibra elástica, dolorosa e com sinais 
flogísticos, não aderida a planos profundos. 
c) Linfonodomegalia inguinal, alongada de 3 cm de diâmetro, dolorosa, quente, com flutuação presente, 
fibroelástica, aderida a planos profundos. 
d) Linfonodomegalia circunferencial de 3 cm de diâmetro, sem sinais flogísticos, pétrea, aderido a planos 
profundos. 
 
7 - Você está palpando a tireoide de um paciente obeso pela técnica posterior e fica com dúvida se o que está 
palpando é a tireoide ou a gordura cervical. Qual manobra você pode lançar mão para diferenciar a gordura da 
tireoide. Explique. 
8 - Qual sinal clínico abaixo não é encontrado na doença de Graves: 
a) Exoftalmia 
b) Sopro de tireoide 
c) Fenômeno de Raynaud 
d) Mixedema pré-tibial 
1 – 
a) Sistema endócrino. Tireoide. 
b) Hipertireoidismo. Sinal: exoftalmia bilateral. Sintoma: 
nervosismo. 
c) Elevar os braços e observar a presença do sinal de 
Pemberton. 
2 - Consistência endurecida (pétreo), aderido à planos mais 
profundos. 
Aspectos de malignidade em linfonodomegalias: 
 Indolor (sem sinais flogísticos) 
 Aderido à tecidos profundos 
 Endurecido (pétreo) 
 Massa de linfonodos fusionados (coalescência) 
>2cm 
3 - Voz com baixa tonalidade e lenta Resultado do edema 
nas cordas vocais 
4 – D Explica a odinofagia, caso seja infecção 
bacteriana/fúngica explicaria a halitose e a linfadenomegalia 
cervical e a contiguidade com o palato explica a hiperemia (a 
inflamação da região não se limitaria à faringe). 
5 – 
a) Síndrome do Hipertireoidismo 
b) Diarreia, pele úmida e quente (sudorese), alterações 
menstruais e hiperreflexia. 
c) Fácies Basedowiana 
6 – D 
7 – Pode-se fazer hiperextensão do pescoço do paciente e 
pedi-lo para engolir saliva, já que dessa forma você torna a 
tireoide mais evidente na superfície e ela se move com a 
deglutição, diferentemente do que ocorreria se fosse tecido 
adiposo 
8 - C 
 
 
 
https://p.flowcode.com/N3OO0K2D?fc=0