A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
PROVA PSICOLOGIA - 2° BIMESTRE

Pré-visualização | Página 1 de 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO INGÁ – UNINGÁ
Curso: Fisioterapia Disciplina: Psicologia
Discente: RA: 
Série: Turno: 
JUSTIFICATIVA DAS QUESTÕES OBJETIVAS
1 - Quanto à aprendizagem, julgue os itens a seguir em V (verdadeiro) ou F (falso): 
( VERDADEIRO ) Mesmo que a maioria das pessoas associe a aprendizagem com as aulas e com o estudar para as provas, a definição dos psicólogos é bem mais ampla, envolvendo vários tipos de aprendizagens. 
( VERDADEIRO ) A aprendizagem se dá, segundo a teoria comportamental, na forma de condicionamento clássico ou pavloviano, condicionamento operante ou instrumental, aprendizagem de tipo cognitivo ou latente e aprendizagem por observação ou vicária.
( VERDADEIRO ) A aprendizagem cognitiva é definida como os processos mentais que operam em nosso interior quando aprendemos. Mesmo que seja impossível observar e medir diretamente a aprendizagem cognitiva. 
( VERDADEIRO ) A aprendizagem é o processo mediante o qual a experiência causa uma mudança permanente no conhecimento ou comportamento do organismo, voluntária ou involuntariamente.
( FALSO ) A aprendizagem, uma vez adquirida, não pode ser mais modificada, tendo em vista que a experiência de interação com o entorno gera transformações irreversíveis, por exemplo, aquelas que acontecem por causa do amadurecimento, doença, fadiga ou fome, as quais se incluem na definição de aprendizagem.
ALTERNATIVA: V-V-V-V-F
JUSTIFICATIVA:
· Mudanças que acontecem por causa do amadurecimento, doença, fadiga ou fome não se incluem na definição geral de aprendizagem.
2 – Qual opção abaixo melhor completa, respectivamente, os espaços da seguinte afirmação: 
ALTERNATIVA: a. cognitiva, latente
JUSTIFICATIVA:
· Edward Tolman (1886-1959), considerado um dos pioneiros no estudo da aprendizagem COGNITIVA, defendia que não é necessário exibir a aprendizagem para que esta tenha ocorrido. Ao tipo de aprendizagem que não é evidente porque ainda não foi demonstrada pelo indivíduo, Tolman denominou de aprendizagem LATENTE.
3 - Sobre a motivação e as emoções, assinale a alternativa INCORRETA: 
ALTERNATIVA: (E) Emoções e sentimentos e afetos, apesar de serem termos usados separadamente, possuem na Psicologia o mesmo significado, ou seja são sinônimos.
JUSTIFICATIVA:
· Há diferença entre sentimentos e emoções, emoções são reações subjetivs relativamente breves e intensas, provocadas por diferentes estímulos que ativam ou inibem o comportamento e que se manifestam em comportamentos observáveis e mudanças fisiológicas (exemplo: alegria ou tristeza). Entretanto, os sentimentos são estados menos intensos, são adquiridos e individuais, que podem prolongar-se muito mais ao longo o tempo e dependem do temperamento, experiência e socialização do indivíduo (exemplo: amor e ódio), além disso, provocam reações psicológicas. Desse modo, infere-se que emoções e sentimentos não são sinônimos.
4 – O estresse se refere a um complexo processo psicobiológico que consta de três elementos, quais são eles? 
ALTERNATIVA: b. Estímulos estressores, avaliações de perigo ou ameaça e a reação emocional.
JUSTIFICATIVA:
· O estresse é produzido pela tentativa do organismo de se proteger das pressões físicas, emocionais ou em situações de perigo, ocorre quando as demandas da vida superam a resistência do indivíduo. Qualquer situação pode originar o estresse, e como consequência, o estresse pode mudar a homeostase corporal, podendo desencadear alterações cognitivas, emocionais e fisiológicas.
5 – Quanto aos princípios da teoria do comportamento, assinale a alternativa INCORRETA:
ALTERNATIVA: d. As variáveis ambientais não interferem no comportamento do indivíduo.
JUSTIFICATIVA:
· As variáveis ambientais interferem sim no comportamento do indivíduo, visto que aprendemos muitas coisas todos os dias de nossa vida e nem sempre é intencional, pois um dos aspectos que explicam a aprendizagem na teoria do comportamento é a aprendizagem por observação, desse modo há mudanças no comportamento do indivíduo conforme o seu ambiente vivido. Além disso, o comportamento é regido por leis e está sujeito às variáveis ambientais.
PROVA DIRCURSIVA
De acordo com o conteúdo estudado na Unidade 2 da Apostila, é possível condicionar comportamentos gerando aprendizagem. Explique como é a aprendizagem cognitiva. (1,0)
· A aprendizagem cognitiva é definida como os processos mentais que operam em nosso interior quando aprendemos, mesmo que seja impossível observar/medir diretamente a aprendizagem cognitiva é possível inferi-la a partir do comportamento.
Além disso, aprendemos muitas coisas sem demonstrá-las, ou seja, há uma diferença crucial entre competência (o que sabemos) e rendimento (o que demonstramos saber), implicando que o reforço não é necessário para aprender. Este tipo de aprendizagem que não é demonstrada pelo indivíduo, Eduward Tolman denominou de aprendizagem latente.
Ademais, há estudos sobre a natureza da aprendizagem latente em relação às relações espaciais, os psicólogos propuseram que a aprendizagem se armazena em forma de imagem mental ou mapa cognitivo, quando chega o momento adequado o indivíduo pode evocar a imagem armazenada para utilizá-la. 
2 - No que se refere ao estresse, uma das estratégias utilizadas pela Psicologia é o Coping. Explique-o conforme a Unidade 2 da Apostila:  (1,0)
· Coping ou estratégias de enfrentamento do estresse são maneiras de consiste em prevenir ou controlar as demandas internas ou do entorno social, o desafio consiste em enfrentar a situação de forma eficaz. O suporte pode proporcionar bem-estar emocional, ajuda econômica e informação para tomada de decisão, solução de problemas e enfrentamentos de situações estressantes, pois a influencia positiva do suporte social não se limita somente ás repercussões na saúde do indivíduo.
Existe 5 tipos de controles que auxiliam na diminuição do estresse:
1. Controle do comportamento: habilidade de antecipar e realizar algo que altere e reduza o impacto de uma situação estressante;
2. Controle cognitivo: habilidade de observar o problema de um modo diferente, sem as emoções negativas;
3. Controle na tomada de decisões: habilidade em escolher caminhos alternativos de atuação;
4. Controle informativo: habilidade em adquirir informações sobre um evento estressante;
5. Controle emocional: habilidade em suprir e expressar as emoções. 
A resiliência é a capacidade de uma pessoa resistir ao estresse, trauma ou adversidades de vida, pois não aceitam o pessimismo como modo de vida, possuem auto-estima alta, valorizam seus recursos e capacidades em resolver problemas e não observam enigmas e desafios como algum tipo de obstáculo em seu caminho, pessoa resiliente também sofre, sente e padece, porém não fica remoendo as emoções de dor e interpreta estas situações como parte da vida.