A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
35 pág.
Citologia, Histologia e Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino

Pré-visualização | Página 1 de 2

Citologia, Histologia e Morfologia do 
Aparelho Reprodutor Feminino
Prof. Ms. Tércio Lemos de Morais
E-mail: Terciotms@uni9.pro.br
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Conjunto de órgãos responsáveis pela reprodução da mulher
• Distribuição anatômica e funcional:
• Gônadas: órgãos produtores de gameta – ovários que produzem os
óvulos
• Tubas uterinas: vias condutoras de gametas
• Útero: ocorre o desenvolvimento fetal
• Vagina: órgão de cópula
• Clitóris: estrutura erétil
• Órgãos genitais externos (Vulva): monte púbico, lábios maiores, lábios
menores, clitóris, óstio da uretra e óstio da vagina, glândulas de
Bartholin
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Ovários
• Responsáveis pela maturação dos folículos –
óvulos
• Produzem hormônios – características sexuais
secundárias
• Liso e rosado – quando jovem
• Bronco acinzentado – quando adulto
• Atrofiado – velhice
Ovário
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Características
• Possuem forma de uma amêndoa
localizados na cavidade abdominal
e parcialmente cobertos pelas
fimbrias das tubas uterinas;
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Situação Clínica
• Síndrome dos Ovários Policísticos – SOP
Distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais,
levando a formação de cistos nos ovários aumentando seu
tamanho.
• Menstruação irregular
• Apresenta testosterona aumentada – Hirsutismo
Causa: Não é definida. Hipótese: origem
genética, e estudos indicam associação entre a
SOP e resistência à insulina (DM).
Tratamento: Não tem tratamento específico. O uso
de CHOC regula o ciclo, metformina para reduzir a
insulina, ajudar na ovulação com citrato de
clomifeno.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Tubas uterinas
• Unem os ovários ao útero
• Passagem dos espermatozoides até
óvulo – Fecundação
• Local onde ocorre a fecundação
• Transportar o óvulo fecundado
(zigoto) ou não até o útero.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Características
• Partes da tuba uterina
• Istmo: porção menos calibrosa, junto
ao útero;
• Ampola: local onde normalmente
ocorre a fecundação do óvulo com o
espermatozoide;
• Infundíbulo: semelhante a um funil,
cuja boca apresenta estruturas
denominadas de fimbrias.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Situação Clínica:
• Obstrução tubária
Trata-se de uma obstrução do canal da tuba uterina,
responsável pela passagem do espermatozoide até o óvulo.
Causas: Processos inflamatórios antigos na região pélvica,
endometriose e hidrossalpingite (acúmulo de líquidos nas
tubas uterinas – decorrente de infecções bacterianas e
DST´s).
Histerossalpingográfia
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Útero
• Órgão muscular oco do aparelho genital
feminino que acolhe o óvulo fecundado
durante seu desenvolvimento e o expulsa,
finda a gestação.
• Localização: No interior da cavidade pélvica.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Útero
• Tem forma de uma pera invertida;
• Possui duas regiões:
• Corpo do útero
• Internamente: cavidade do útero
• Colo do útero – cérvix
• Vaginal – óstio do útero
Fundo do útero
Cavidade do 
útero
Óstio do útero
Canal 
endocervical 
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Colo do útero
O colo do útero é a porção
inferior do útero onde se
encontra a abertura do órgão,
localizando-se no fundo da vagina.
• Ectocérvix – é a parte externa
do colo uterino que se projeta
para dentro da cavidade vaginal
• Endocérvix – canal que
atravessa o colo uterino
conectando a cavidade uterina
ao canal da vagina
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• As paredes do útero são constituídas por camadas concêntricas, que
da periferia para a profundidade, são:
Perimétrio: é a camada mais externa do útero
e é formada principalmente por uma
camada serosa, constituída de
mesotélio e tecido conjuntivo;
Miométrio: é a camada subadjacente ao
perimétrio, é formada por musculatura do
tipo lisa e é responsável pelas contrações do
útero no momento do parto e da
menstruação;
Endométrio: é a camada mais interna do
útero e é o local de implantação do embrião.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Situações Clínicas
• Endometriose
Doença caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o
interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve:
trompas, ovários, intestinos e bexiga.
Causas: Desconhecida. Hipótese: genética.
É importante destacar que a doença acomete
mulheres a partir da primeira menstruação e
pode se estender até a última. Geralmente, o
diagnóstico acontece quando a paciente está
na faixa dos 30 anos.
Tratamento: Cirúrgico e medicamentoso
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Mioma
É um tumor benigno composto basicamente de
músculo uterino (miométrio) que cresce dentro
ou fora do útero e pode alterar o formato do
órgão à medida que se desenvolve.
• Causa: Desconhecida. O que se sabe é que a
progesterona e o estrogênio influenciam o seu
desenvolvimento.
• Manifesta-se em mais de 75% das mulheres, a
metade é assintomática.
• Sintomas: irregularidade menstrual,
sangramento, dores e problemas urinários.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Cisto de Naboth
O colo do útero possui poros como da pele, cheio de
furinhos microscópicos.
Os cistos de Naboth se formam quando
as glândulas produtoras de muco no colo do útero são
cobertas com células da pele e ficam entupidas, o que
faz com que o muco se acumule em seu interior,
formando o cisto
Causas: As glândulas podem ser obstruídas durante
partos ou traumas físicos no colo do útero.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Vagina
• Órgão de cópula feminino. Tubo
cuja as paredes se tocam;
• Comunica-se com a cavidade
uterina
• Óstio da vagina – canal de entrada
da vagina
• Hímen
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Hímen
O hímen é apenas uma película que fica ao redor da entrada da vagina,
resquício da formação embrionária.
Anatomia – Sistema Genital Feminino 
• Órgãos Genitais Externos
• Monte púbico: elevação mediana,
contém os pelos espessos após a
puberdade.
• Lábios maiores: duas pregas
cutâneas alongadas que delimitam
uma fenda;
• Lábios menores: duas pequenas
pregas cutâneas que ficam
escondidas pelos lábios maiores;
• Clitóris: estrutura erétil
Histologia – Sistema Genital Feminino
• O trato genital feminino apresenta vários tipos de epitélios:
• Epitélio pavimentoso estratificado queratinizado
• Epitélio pavimento estratificado não-queratinizado
• Epitélio colunar simples
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Epitélio pavimentoso estratificado queratinizado:
• Pele
• Grandes lábios
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Epitélio pavimentoso estratificado não-queratinizado:
• Pequenos lábios 
• Vagina 
• Ectocérvix ou ectocervice – região externa do colo uterino.
• Epitélio formado por quatro camadas:
• Camada profunda - Células basais e Parabasais
• Camada intermediária – Células intermediárias
• Camada superficial – Células superficiais 
Histologia – Sistema Genital Feminino
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Células basais
• Presentes na camada mais profunda do epitélio 
• São basófilas (coradas em azul)
• Pequenas, redondas e núcleo volumoso
• Principal área de atividade mitótica permitindo a 
renovação do epitélio a cada 4 dias em média;
• Qualquer aumento anormal no número destas 
células é chamado de:
• Hiperplasia de células basais do epitélio escamoso
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Células Parabasais 
• São maiores (se comparadas com as basais)
• Arredondadas 
• Citoplasma basófilo e de coloração azul-
esverdeado podendo também ser 
observadas em rosa. 
• Citoplasma mas abundante que as células 
basais.
• Células Parabasais 
• Observadas principalmente:
• No pós parto 
• Na pós menopausa 
• Na infância 
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Células intermediárias
• Camada mais exuberante: constituída de varias camadas de células e apresenta
tamanho progressivo conforme se aproxima da superfície.
•