A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
35 pág.
Citologia, Histologia e Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino

Pré-visualização | Página 2 de 2

Formato poligonal
• Núcleo esférico
• Citoplasma é basofílico e contém glicogênio;
• Glicogênio aumenta sob o efeito da progesterona e pode ser significativa durante a
gravidez;
• Unidas entre si por junções celulares (desmossomos), fato que explica a descamação
na forma de agrupamentos.
Células intermediárias 
Células intermediárias basófilas
pH vaginal Normal - 3,8 a 4,2
Histologia – Sistema Genital Feminino
• Células Superficiais
• Camada composta de 3 a 6 camadas de
células maiores;
• Encontram-se na fase final de
maturação do epitélio escamoso;
• Nas camadas mais superficiais o núcleo
se torna picnótico (5 a 6µm);
• Núcleo circundado por um halo;
• A descamação se da pela presença de
células isoladas (falta dos
desmossomos);
Histologia – Sistema Genital Feminino
Desmossomo é uma junção celular constituída por duas partes,
uma delas na membrana de uma das células e a outra, na
membrana da célula vizinha
Histologia – Sistema Genital 
Feminino
• Epitélio Colunar Simples 
• Canal endocervical 
• Composto por uma única camada de 
células colunares altas; 
• Tamanho pode variar razoavelmente 
durante o ciclo menstrual;
• Secreção de muco (Epitélio glandular)
Histologia – Sistema Genital Feminino
• JEC – Junção Escamocolunar (Zona
de transformação)
É a área do colo na qual o epitélio
endocervical encontra o epitélio
estratificado escamoso (Ectocérvice).
• Zona particularmente importante no
estudo dos eventos neoplásicos que
têm lugar no colo uterino.
• A JEC pode variar de posição
segundo a idade da mulher.
FIM
Referencia bibliográfica 
• SILVA NETO, COSTA J. Citologia Clínica do Trato Genital Feminino. 1ª.
Edição. São Paulo Ravinter, 2012.
• Koss, Leopold G, Introdução à Citopatologia ginecológica com
correlações histológicas e clínicas, São Paulo Roca 2006.