Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Sistema nervoso central

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema nervoso central
Introdução
Coordena todas as atividades
orgânicas;
•Integra sensações e ideias;
•Conjuga fenômenos de consciência e
adapta o organismo às condições do
momento.
•Sensitiva: receber os estímulos dos 
órgãos sensitivos e processar a 
informação.
• Motora: contrações musculares 
voluntárias ou reflexas
• Adaptativa: adaptação do animal 
ao meio ambiente (sudorese, 
calafrio)
• Cognitiva: pensamento e 
aprendizagem
O sistema nervoso central é
constituído pelo encéfalo e pela 
medula espinhal, ambos protegidos 
pelas meninges, ossos da caixa 
craniana e vértebras.
Divisões do Sistema Nervoso
Já o sistema nervoso periférico é
composto por nervos que se originam
no encéfalo (cranianos) e na medula
espinhal (espinhais), com a função 
de conectar o sistema nervoso central 
com as outras partes do corpo
Encéfalo = conjunto de estruturas 
da parte cranial do sistema nervoso 
central que controla o organismo.
- Cérebro - Mesencéfalo
- Cerebelo - Ponte
- Medula/bulbo
•O tronco encefálico é uma 
estrutura nervosa intercalada entre
a medula espinhal e o cérebro
ventralmente ao cerebelo.
O Tronco encefálico comunica o 
encéfalo com
a medula espinhal, dividido em três 
partes:
• Mesencéfalo
• Medula / Bulbo
• Nervos Cranianos (próxima 
aula)
Encéfalo
Divisões do SN
Função
Tronco encefálico
Sistema nervoso central II
Cérebro
O cérebro é a parte mais desenvolvida 
do encéfalo
A complexidade do cérebro cresce 
conforme as dificuldades dos animais 
na evolução.
• Córtex
- Sulcos = divisão em lobos
- Giros = circunvoluções
Alguns animais possuem córtex liso 
(lisencefálicos)
Divide-se em hemisférios cerebrais, 
Lobo frontal - Responsável pela 
elaboração do pensamento, 
planejamento, programação de
necessidades individuais e emoção.
Lobo Parietal- Responsável pela 
sensação de dor, tato, gustação, 
temperatura, pressão.
Lobo temporal- É relacionado 
primariamente com o sentido de 
audição, possibilitando o
reconhecimento de tons específicos e 
intensidade do som.
Lobo Occipital - Responsável pelo 
processamento da informação visual. 
•Funciona como uma rota nervosa 
dos hemisférios cerebrais;
•Contém centros reflexos auditivos 
e visuais;
•Todo estado de consciência e
semiconsciência depende do
mesencéfalo
- Contém dorsalmente dois pares de 
colículos.
- Os colículos são estruturas
esféricas pequenas
relacionadas com audição e
visão.
- Ventralmente, apresenta um par 
de Pedúnculos cerebrais
- No centro, temos o Arqueduto
Mesencefálico, responsável pela
comunicação e passagem de líquor
O cerebelo é a parte do encéfalo
responsável pela manutenção do 
equilíbrio e postura corporal, 
controle do tónus muscular e dos
movimentos voluntários, bem como 
pela aprendizagem motora.
É formado por 2 hemisférios
- hemisférios cerebelosos
E por uma parte central,
chamada de Vermis. 
Mesencéfalo
Cerebelo
Sistema nervoso central III
Funções
•Manutenção do equilíbrio e da
postura
•Controle do tônus muscular
•Controle dos movimentos
voluntários
•Aprendizagem motora
Situada entre o mesencéfalo e o
bulbo.
A função da ponte é transmitir as
informações da medula espinhal e
do bulbo até o córtex cerebral.
Corpo trapezóide: é o ponto de
cruzamento
para o lado oposto das fibras
originadas nos
núcleos cocleares dorsal e ventral.
• Bulbo: é um componente do tronco
encefálico, juntamente com outros
órgãos como o mesencéfalo e a
ponte, que estabelece comunicação
entre o cérebro e a medula espinhal.
• É um órgão condutor de impulsos
nervosos.
• Relaciona-se também com funções
vitais como a respiração, os
batimentos do coração e a pressão
arterial, e com alguns tipos de
reflexos como mastigação,
movimentos peristálticos, fala,
piscar de olhos, secreção lacrimal e
vômito.
Anatomia:
• Contém a fossa romboide,
responsável pela passagem de
líquor.
Pirâmide: formada por um feixe
compacto de fibras nervosas que
ligam áreas motoras do cérebro
aos neurônios motores da medula
Medula/bulbo
Ponte
Sistema nervoso central IV
Medula espinhal é um grande
cordão de coloração esbranquiçada
achatada dorso ventralmente, tem
início caudalmente à medula e
termina nas últimas vértebras
lombares
Ela termina formando um cone
medular, onde, suas fibras
nervosas passam a ficar mais
próximas uma das outras,
formando um arranjo chamado
Cauda equina (seus nervos seguem
para os membros pélvicos, bexiga,
reto, ânus e cauda).
Anatomia
Cortada transversalmente, a medula
espinhal revela uma estrutura em
forma de H que corresponde à
substância cinzenta. Externamente a
esse H medular, fica a substância
branca, compostas de fibras
mielinizadas.
• Função
• Conduzir impulsos nervosos do
corpo para o encéfalo Produzir
impulsos nervosos coordenando atos
como, por exemplo, O reflexo
involuntário.
• Centro processador de reflexos
Respostas subconscientes a
determinados estímulos - reação de
músculo(s) ou glândula(s) Conexão
Tanto a medula espinhal quanto o
encéfalo são recobertos por
membranas de tecido conjuntivo
chamadas Meninges, dispostas em
três camadas:
• Dura-máter (mais espessa e
externa)
• Aracnóide (mais fina, lembra
uma teia)
• Pia-máter (contém vasos
sanguíneos)
Entre a Pia-máter e a vértebra
temos os espaço epidural, onde é
depositado o anestésico no processo
peridural (normalmente geral) .
- No espaço Subaracnóide, dentro
da camada aracnoide, ocorre a
circulação de líquor
Medula espinhal
Meninges