A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Fidegnidade na avaliação psicológica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação psicológica
PARÂMETROS PSICOMÉTRICOS
 
PRECISÃO E FIDEDIGNIDADE
 
Mede a estabilidade dos escores que se conservam em aplicações
de testes iguais ou parecidos. Nesse sentido, quanto maior a
similaridade, maior a fidedignidade.
 
Também mede quão bem o conjunto de itens consegue produzir
escores diferentes nos testandos. Assim, quanto maior a
fidedignidade maior a distinção entre os participantes.
 
Em termos práticos, uma baixa fidedignidade não permite a
diferenciação de um aluno mediano de um superdotado, por
exemplo. 
 
 
 
 
ERROS DE MEDIDAS 
 
Erros são sempre considerados em Psicometria. Os erros de
medidas são dados pela subtração de escore observado e escore
real. 
 
O escore observado é obtido pela participante durante a testagem
(escore bruto). Já o escore verdadeiro é aquele que o participante
deveria receber, em seu nível de habilidade.
 
Por fim, os erros de medida são fatores desconhecidos ou não
mensurados, que fazem o sujeito apresentar desempenho inferior
ou superior ao seu nível de habilidade.
 
Por fim, os erros aleatórios são dados por fatores como fadiga,
fome, sonolência, esquecimento, etc. Os erros de medidas são
inevitáveis, assim trabalha-se com sua minimização.
@PSICODIDATA
1
Avaliação psicológica
FIDEDIGNIDADE TESTE-RETESTE
 
Ocorre a correlação dos escores dos mesmos avaliandos testados.
O período aqui, nesse sentido, desempenha um papel importante. 
 
São, em geral, recomendados intervalos de dias ou semanas.
Períodos muito longos ou curtos não são recomendados. 
 
COEFICIENTE ALFA
 
O alfa de Cronbach é dado pela média de todos os coeficientes
possíveis de duas metades do teste e indica o valor esperado de
uma divisão aleatória.
 
Os valores de alfa vão de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, maior a
fidedignidade de um teste.
 
FIDEDINIDADE DE FORMAS ALTERNADAS
 
É feita a aplicação com um conjunto de itens distintos, assim, avalia-
se a relação dos escores dos testandos por um período. Separa-se
o teste em duas partes e calcula-se a relação entre elas. Logo,
maiores valores de correlação permitem uma maior fidedignidade.
 
FIDEDIGNIDADE DO AVALIADOR
 
Utilizado em testes projetivos, já que os mesmos estão sujeito à
vieses do examinador. Assim, maiores evidências adicionam
fidedignidade para os escores.
 
Por fim , correlaciona-se os resultados dos protocolos de respostas
dados à avaliadores diferentes e verifica-se o grau de similaridade
entre eles.
 
 
@PSICODIDATA
2