A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Teoria dos Traços

Pré-visualização | Página 1 de 1

O MODELO BIG FIVE E OS TRAÇOS 
 
O modelo dos cinco grandes fatores (CGF) reconhece as tendências básicas
(componente inato) mas também a categoria das adaptações biológicas que são
aprendidas a partir da experiência (hábitos, atitudes e habilidades). As adaptações
são adquiridas em resposta às pressões e oportunidades do ambiente.
 
Os traços se desenvolvem durante a infância e atingem a forma na idade adulta,
depois disso ficam estáveis e cognitivamente intactos. 
 
Tais tendências estão presentes, independentemente da cultura. Por exemplo,
em pesquisas interculturais, as mulheres apresentam a cordialidade mais elevada
que os homens, na medida em que apresentam o neuroticismo mais elevado
também.
 
 
 
 
 
 
FATORES BASEADOS NA TEORIA DOS TRAÇOS
 
Neuroticismo: ou instabilidade emocional, é o grupo de traços relacionados à
emoções negativas e suas consequências.
 Extroversão: ou sociabilidade, é o domínio social, com alto nível de energia.
Busca-se agitação e tem características alegres. 
Abertura: interesse em experimentar coisas novas, novos conhecimentos, leve
associação com medidas de inteligência.
Cordialidade: ou agradabilidade, caracteriza-se pela socialização.
Comportamentos pró-sociais, altruísmo e simpatia.
Responsabilidade: ou conscienciosidade. Zelo, disciplina, práticas asseadas, etc.
 
 
 
 
 
Avaliação de Personalidade
@PSICODIDATA
1