A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
ADM 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

LICITAÇÃO 
- Licitação: procedimento obrigatório que antecede a celebração de contrato pela ADM publica 
- O poder público não pode escolher livremente um fornecedor 
- Busca melhor proposta, estimulando a competitividade 
- Promover a isonomia, oferecendo iguais condições 
- Obrigação de licitar: órgãos da ADM direta e corporações legislativas 
- Organizações sociais não precisam 
 
Princípios norteadores 
- isonomia: igualdade entre todos os participantes; tratamento igual 
- competitividade: caráter competitivo 
- vinculação do instrumento convocatório: atender as regras legais e condições existentes no 
instrumento convocatório 
- julgamento objetivo: o edital deve apontar o critério de julgamento adotado, nem sempre 
absoluta 
- procedimento formal: procedimento licitatório definido pelo legislador, não podendo o 
administrador descumprir ou alterar; o descumprimento só causará nulidade se comprovado o 
prejuízo 
 
Tipos licitatórios 
- menor preço: regra geral, ordem crescente dos preços propostos 
- melhor técnica: proposta mais vantajosa tendo por base fatores de ordem técnica; 
predominantemente para serviços de natureza intelectual; tomada de preços 
- técnica e preço: media ponderada entre preço e técnica; implica dizer que nem sempre o 
menor preço ganha; predominantemente serviços de natureza intelectual; tomada de preços 
- melhor lance: o vencedor será o licitante que apresentar a melhor oferta; leilão 
- Obs: para contratação de serviços de informática, será técnica e preço 
- obs2: vedado qualquer tipo de licitação que não sejam essas 
- obs3: no caso de empate, faz sorteio 
 
Fases da licitação 
- instrumento convocatório: convocam os interessados, por convite ou edital, divulgando as 
regras 
- habilitação: eliminação dos que não se enquadram nas exigências do edital; abertura dos 
envelopes 
- julgamento (classificação): ordenação das propostas admitidas 
- homologação: examina a regularidade do processo; aprovação do procedimento 
- adjudicação: seleciona o concorrente com proposta mais vantajosa 
 
Modalidades 
1. concorrência: 
- qualquer pessoa física ou jurídica 
- preencher condições estabelecidas 
- habilitação na fase inicial 
- prazo: 45 dias para técnica ou técnica e preço/ 30 dias para preço 
2. tomada de preços: 
- interessados devidamente cadastrados ou que atendam às exigências até o terceiro dia 
anterior ao recebimento das propostas 
- prazo: 30 dias para técnica e preço/ 15 dias para preço 
3. convite: 
- interessados cadastrados ou não, escolhidos e convidados 
- interessados têm que demonstrar o interesse em 24h antes da apresentação de 
propostas 
- no mínimo 3 
- prazo: intervalo entre expedição do convite e entrega dos envelopes é 5 dias 
4. concurso: 
- quaisquer interessados 
- escolha de trabalho técnico, cientifico e artístico 
- comissão não precisa ser de agentes públicos 
- prazo: 45 dias 
- premio: dinheiro ou outra coisa 
5. leilão 
- quaisquer interessados 
- venda de bens que não servem para a ADM 
- produtos legalmente apreendidos ou penhorados 
- quem oferecer o maior lance 
- prazo: 15 dias 
6. consulta*: 
- Anatel 
7. pregão*: 
- forma isonômica 
- qualquer valor 
- possibilita aos licitantes a redução do preço original 
- nas licitações de bens e serviços comuns pode ser utilizado o pregão, preferencialmente 
eletrônico 
- inversão da fase de habilitação 
- homologação realizada após a adjudicação 
- a equipe de apoio do pregoeiro deve ser formada por servidores de cargo efetivo ou 
emprego da ADM 
- no ministério da defesa, pode ser formada por militares 
- utiliza o menor preço 
- 10% 
- prazo para apresentar propostas de 8 dias 
- o prazo de validade é 60 dias, se não for especificado no edital 
- adjudicação; homologação; habilitação 
 
Contratação direta 
- exceção à regra 
- inexigibilidade: quando a licitação é impossível por não haver possibilidade de 
competição; 
- dispensa: licitação possível, mas a lei dispensa; quando a lei dispensa, temos a 
dispensada, quando a lei possibilita a dispensa, temos a dispensável. Fundamentos: custo 
econômico, custo temporal, ausência de potencialidade de beneficio, função 
extraeconomica da contratação 
- dispensável: 
1. obras e serviços de eng até 10% 
2. outros serviços e compras até 10% 
3. caso de guerra ou perturbação de ordem 
4. emergência ou calamidade publica 
5. quando não acudirem interessados à licitação anterior e esta não puder ser repetida 
sem prejuízo à ADM 
6. quando a união precisar intervir 
7. possibilidade de comprometimento da segurança nacional 
8. compra ou locação de imóvel destinado a finalidade da ADM 
9. contratação de remanescente de obra 
10. compra de gêneros perecíveis 
11. contratação de instituição brasileira de pesquisa, ensino ou ressocialização do preso 
12. aquisição de bens e serviços nos termos de acordo internacional 
13. aquisição ou restauração de obras de arte 
14. impressão de diários oficiais 
15. aquisição de componentes nacionais ou estrangeiros 
16. serviços de abastecimento de navios etc 
17. material de uso das forças armadas 
18. contratação de associação de portadores de deficiência física 
19. energia elétrica e gás natural 
20. contratação de coleta, reciclagem 
21. operações de paz no exterior 
22. prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural 
23. transferência de tecnologia de produtos do SUS 
24. implementação de cisternas 
25. aprimoramento de estabelecimentos penais 
- inexigível: 
1. aquisição de materiais que só podem ser fornecidos por tal empresa 
2. contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de 
empresário, desde que consagrado 
3. quando o profissional, por serviço realizado anteriormente, é considerado essencial 
- dispensada: 
1. dação em pagamento 
2. doação 
3. permuta 
4. investidura 
5. venda a outro órgão da ADM pública 
6. alienação gratuita ou onerosa 
7. procedimentos de legitimação de posse 
- vedada a inexigibilidade para serviços de publicidade e divulgação 
 
 
Contratos administrativos 
- ajustes celebrados entre a ADM publica e um particular, regidos pelo direito publico com 
a finalidade de executar serviços de interesses públicos 
- características: 
1. presença da ADM em um dos polos 
2. objeto: deve corresponder ao interesse publico 
3. verticalidade: superioridade da ADM publica 
4. formalismo: rito de procedimento imposto em lei 
5. bilateralidade: obrigação para as partes 
6. mutabilidade: possibilidade de modificação unilateral do contrato 
7. personalíssimo: preenchimento de exigências determina o contratado 
- contrato é obrigatório nos casos de concorrência e tomada de preços e facultativo nos 
demais que a ADM possa substituir por outro instrumento 
- regra de duração: vigência do credito orçamentário 
- a arbitragem é compatível com os contratos da ADM publica. A ADM publica direta e 
indireta pode utilizar a arbitragem para a resolução de conflitos 
 
Clausulas exorbitantes 
- diferença entre contratos administrativos e contratos privados 
- conferem prerrogativas para a ADM publica e sujeições ao contratado, mesmo sem previsão 
no edital ou contrato 
- tipos: 
1. alteração unilateral*: 
- alteração do contrato mesmo que o contratado discorde, se houver justa causa 
- o particular, se sofrer danos, pode ser indenizado 
- alterações qualitativas: modificação do projeto ou das especificações para melhor adequação 
técnica 
- alterações quantitativas: alteração do valor por acréscimo ou supressão do objeto. Limites de 
25% para obras, serviços e compras; 50% para reforma de edifício ou equipamento 
- porem, a alteração não pode impor gravame insuportável para o contratado. Nesse caso, o 
contratado pode reclamar pelo reequilíbrio da equação financeira do ajuste 
- se não houverem decidido um preço na hora do contrato, será