A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
ESTUDO DE CASO BIOQUÍMICA BÁSICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

ESTUDO DE CASO BIOQUÍMICA BÁSICA 
Dr. Otto Warburg da Alemanha ganhou um de seus prêmios Nobel pela descoberta de 
que o câncer se desenvolve em ambiente de menor quantidade de oxigênio e esse 
ambiente é criado quando o pH é baixo. Também é sabido que uma variação pequena do 
pH reduz o sistema imunológico, dando oportunidade para que seres vivos prejudiciais à 
saúde, como bactérias e fungos que vivem em meios ácidos, com pH abaixo de 7,0, 
proliferem e encontrem ambiente propício para viver. Todavia, há mecanismos de 
homeostase que buscam promover o equilíbrio de pH, tanto no líquido intercelular e 
intracelular, quanto na corrente sanguínea. Nesse contexto, discuta a bioquímica 
envolvida na manutenção do pH sanguíneo e intracelular. 
A bioquímica é a ciência que estuda as reações químicas e biológicas nos organismos 
vivos e podemos dizer que está intimamente ligada a manutenção do pH, pois para o corpo 
humano funcionar perfeitamente é necessário um equilíbrio no mesmo. Todavia para 
funcionar perfeitamente, o corpo humano deve estar em equilíbrio, pois caso o meio seja 
alterado as células não conseguem funcionar adequadamente. Estas células são unidades 
funcionais do corpo humano, compostas por um liquido proveniente do sangue. Este liquido 
deve ser mantido em condições de equilíbrio para que as células permaneçam vivas. 
Dentro deste processo tem a homeostasia que é o termo que indica a propriedade do 
organismo em se manter em equilíbrio. E um dos principais mecanismos de controle 
homeostático é aquele que controla o pH. O pH sanguíneo é influenciado pela taxa de CO2. 
Assim, o sangue humano é uma solução-tampão, ou seja, possui mecanismos que evitam que 
o pH sofra grandes alterações. Todavia, o pH do sangue tem caráter básico, sendo 
numericamente definido igual a 7. A redução do pH sanguíneo para abaixo de 7 é chamada 
de acidose, enquanto que a elevação para acima de 7 é uma alcalose, ambos processos 
anormais e com mais de uma causa.