A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
PROTOZOÁRIOS E PROTOZOOSES

Pré-visualização | Página 1 de 1

@jwliastudy no instagram 
 
PROTOZOÁRIOS E PROTOZOOSES 
São seres unicelulares e procariontes, podem 
ter vida livre ou serem parasitas. São 
heterotrófitos e possuem uma digestão 
intracelular. Quando protozoários de água 
doce, possuem vacúolos pulsantes que 
eliminam água, esse processo se chama 
osmorregulação. 
LOCOMOÇÃO 
Sarcodinos: Locomoção por pseudópodes, 
uma expansão do protoplasma. Exemplo: 
Ameba 
Mastigophora: Locomoção por flagelos. 
Exemplo: Trypanosoma Cruzi 
Ciliophora: Locomoção por cílios. Exemplo: 
Plasmodium SPP 
Apicomplexa: Não possui estrutura de 
locomoção. Todos são parasitas. Exemplo: 
Plasmodium SP 
Foraminifera: Possuem esqueleto de 
calcário. Exemplo: Zooplâncton 
PARASITAS 
Heteroxenicos: Dois ou mais hospedeiros. 
Monoxenicos: Hospedeiro único 
Hospedeiro definitivo: Abriga o parasita na 
forma madura e serve como seu local de 
reprodução sexuada. 
Intermediário: Abriga o parasita em sua 
forma imatura e serve como seu local de 
reprodução assexuada. 
Agente patogênico: Agente causador de 
doenças. 
Vetor: Transmissor da doença 
Reservatórios: Indivíduos que abrigam o 
parasita, mas não transmitem. 
Profilaxia: Medidas para prevenir uma 
doença 
CHAGAS 
Causada pelo Trypanosoma Cruzi, onde o 
hospedeiro intermediário é o barbeiro e o 
hospedeiro definitivo é o ser humano. Para 
transmitir a doença é necessário que o 
barbeiro defeque. Como profilaxia estão 
cuidados como lavar as mãos, controlar o 
vetor, melhoria nas habitações. 
LEISHMANIOSE 
Causada pela Leishmania SP, onde o 
hospedeiro intermediário é o mosquito palha e 
o hospedeiro definitivo são os mamíferos. É 
transmitida pela picada do mosquito que 
contém sangue contaminado. Como profilaxia 
estão cuidados como combater o veto, uso de 
repelentes e cuidado com animais domésticos 
MALÁRIA 
Causada pelo Plasmodium SP, onde o 
hospedeiro intermediário é o mosquito prego 
e o hospedeiro definitivo são os mamíferos. É 
transmitida pela picada do mosquito. Como 
profilaxia estão cuidados como controle do 
vetor, uso de repelentes e tratamento médico 
TOXOPLASMOSE 
Causada pelo Toxoplasma Gondii, onde o 
hospedeiro intermediário é o gato doméstico e 
o hospedeiro definitivo é o ser humano. É 
transmitida pelo contato com urina ou fezes de 
gato contaminado e água ou alimento 
contaminado. Como profilaxia estão cuidados 
como higiene básica, cozimento de alimentos 
e cuidado com os gatos domésticos