Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Contabilidade Pública - 2 Orçamento Público, PPA, LDO, LOA SEM VIDEO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Contabilidade Pública 
 
Orçamento Público
Prof.ª Michele Monteiro
Orçamento Público
Orçamento público é um instrumento de planejamento e execução das finanças públicas. Na atualidade, o conceito está intimamente ligado à previsão das Receitas e à fixação das Despesas públicas.
Em outras palavras: É o instrumento utilizado pelo Governo Federal para planejar a utilização do dinheiro arrecadado com os tributos (impostos, taxas, contribuições de melhoria, entre outros)
Previsão das Receitas e Fixação das Despesas
Orçamento Público
Finalidade:
O orçamento público tem como finalidade gerenciar e controlar as receitas e as despesas anuais de um órgão público, controlando a aplicação dos recursos públicos, além de monitorar os gastos realizados pelos órgãos, buscando sempre atender as necessidades da comunidade em geral.
O orçamento influencia o poder público nas tomadas de decisões, cabendo aos profissionais o não envolvimento de política partidária nesta tomada de decisões.
Bases Legais
Lei 4.320/64 e Constituição Federal.
Planejamento do Orçamento Público
O orçamento público faz parte de um Sistema de Planejamento Orçamentário com o objetivo de determinar as ações a serem realizadas pelo poder público, escolhendo as alternativas prioritárias e compatibilizando-as com os meios disponíveis para colocá-las em execução.
O Sistema de Planejamento Integrado, no Brasil também conhecido como Processo de Planejamento-Orçamento, baseia-se nos seguintes instrumentos:
a) Plano Plurianual (PPA);
b) Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO);
c) Lei de Orçamentos Anuais (LOA).
Leis Orçamentárias
Onde localizar no site municipal.
Plano Plurianual - PPA
O Plano Plurianual – PPA é o documento que define as prioridades do Governo para o período de quatro anos, podendo ser revisado a cada ano. Nele consta o planejamento de como serão executadas as políticas públicas para alcançar os resultados esperados ao bem-estar da população nas diversas áreas.
É um plano de médio prazo, através do qual procura-se ordenar as ações do governo que levem ao atingimento dos objetivos e metas fixados para um período de quatro anos, ao nível do governo federal, e também de quatro anos ao nível dos governos estaduais e municipais.
Deve ser enviada ao Legislativo até 30 de agosto do primeiro ano de governo.
Plano Plurianual - PPA
Plano Plurianual - PPA
A lei que instituir o plano plurianual estabelecerá, de forma regionalizada, as diretrizes, objetivos e metas da administração pública para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para as relativas aos programas de duração continuada.
4 anos
Plano Plurianual - PPA
Orientações gerais ou princípios que nortearão a captação e o gasto público com vistas a alcançar os objetivos.
Exemplo: Combater a pobreza e promover a cidadania.
Discriminação dos resultados que se quer alcançar com a execução de ações governamentais.
Exemplo: Elevar o nível educacional da população, especialmente, combatendo o analfabetismo.
Quantificações físicas ou financeiras dos objetivos.
Exemplo: Construção de 2500 salas de aula em todo o País, ou investir R$100 milhões na construção de salas de aula em todo o País.
Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO
Representa o elo entre o PPA e a LOA, pois diminui a distância entre o planejamento estratégico (PPA) e o operacional (LOA). 
Compreende as metas e prioridades da Administração Pública incluindo as despesas de capital para o exercício subsequente, orienta a elaboração da LOA e dispõe sobre alterações na legislação tributária.
Como as receitas tributárias são a principal fonte de arrecadação se faz necessário haver uma previsão adequada tanto em relação aos acréscimos, quanto aos decréscimos. 
Exemplo: previsão de novos tributos, diminuição ou aumento de alíquotas.
Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO
Fixa a política de aplicação das agências financeiras oficiais (CEF, BB, BNDS...)
Autoriza a concessão de qualquer vantagem ou aumento de remuneração de servidores, criação de cargos e empregos, funções ou alteração na estrutura de carreira...
Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO
Aspectos fiscais introduzidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal:
Anexo de Metas Fiscais;
Anexo de Riscos Fiscais.
Anexo de Metas Fiscais
Objetivo: essas metas têm a finalidade de garantir as condições necessárias para que a economia cresça de forma sustentada. Nesse sentido, direciona os esforços para preservar o equilíbrio fiscal do Estado.
Estabelece as metas anuais, em valores correntes, relativas a receitas, despesas resultados nominal e primário e montante da dívida pública, para o exercício a que se referirem e para os dois seguintes.
Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO
Anexo de Riscos Fiscais
Objetivo: Avaliar os passivos contingentes e outros riscos capazes de afetar as contas públicas, informando as providências as serem tomadas, caso se concretizem.
Lei Orçamentária Anual - LOA
A LOA é o instrumento de planejamento e orçamento público que prevê receitas e fixa despesas para um exercício. 
O Orçamento da União é um planejamento que indica quanto e onde gastar o dinheiro público federal no período de um ano, com base no valor total arrecadado pelos impostos. O Poder Executivo é o autor da proposta, e o Poder Legislativo precisa transformá-la em lei.
Finalidade: concretização das diretrizes, metas e objetivos do PPA, ano a ano, de acordo com as metas e prioridades fixadas pela LDO.
Deve estar compatível com o PPA e LDO.
A Lei Orçamentária Anual compreende:
Orçamento de Investimento das Empresas
Orçamento Fiscal
Orçamento da Seguridade Social
Lei Orçamentária Anual - LOA
Orçamento de Investimento das Empresas
Orçamento Fiscal
Orçamento da Seguridade Social
O orçamento fiscal referente aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, seus fundos, órgãos e entidades da administração direta e indireta inclusive fundações instituídas e mantidas pelo poder público;
O orçamento de investimento das empresas em que o Estado, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto; 
O orçamento da seguridade social (saúde, previdência e assistência social), abrange todas as entidades e órgãos a ela vinculados, da administração direta ou indireta, bem como os fundos e fundações instituídos e mantidos pelo Poder Público.
Lei Orçamentária Anual - LOA
O orçamento social e o orçamento de investimentos compatibilizados com o PPA tem o objetivo de reduzir as desigualdades entre as regiões, segundo critério populacional.
O Governo só poderá iniciar qualquer programa ou projeto se houver autorização específica na Lei Orçamentária.
A LOA além de estimar as receitas e fixar despesas, poderá conter autorização para abertura de créditos suplementares. 
Lei Orçamentária Anual - LOA
A Lei de Responsabilidade Fiscal traz algumas disposições que devem ser observadas, como os seguintes (artigo 5º, da Lei Complementar nº 101/2000):
deve estar compatível com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias;
conter demonstrativo da compatibilidade da programação dos orçamentos com os objetivos e metas constantes do Anexo de Metas Fiscais da LDO;
deve conter reserva de contingência, que pode ser calculada utilizando-se percentual sobre a receita corrente líquida, destinada ao atendimento de passivos contingentes e outros riscos e eventos fiscais imprevistos;
todas as despesas relativas à dívida pública, mobiliária ou contratual, e as receitas que as atenderão, constarão da lei orçamentária anual;
Finalizando...
Existem outros instrumentos de planejamento e orçamento público como o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) e o Relatório de Gestão Fiscal (RGF), mas tudo começa com as três peças apresentadas.
 Conhecer o PPA, a LOA e a LDO é indispensável para que o cidadão possa utilizar as ferramentas de controle social e entender as limitações, os deveres, os poderes e a fiscalização da utilização dos recursos públicos.
RESUMO