A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Biologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Respiração celular
Conversão de glicose em CO2, H2O e energia (ATP), através da sua combustão (O2).
Reação: C6H12O6 + O2 -> CO2 + H2O
Reação indireta!
Por quê? Se a glicose reagisse diretamente com o O2, muita energia seria liberada e
haveria uma combustão dentro do corpo.
https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-combustao-humana-espontanea/
Então o que acontece? Há aceptores intermediários de elétrons: NAD e FAD
Etapas:
1. Glicólise
Local: citosol
Glicose vira piruvato
Inicia o ciclo de krebs
Como? Oxidando o piruvato com a coenzima A! Piruvato -> acetil
2. Ciclo de Krebs - descarboxilação
“máquina de moer piruvato”
Local: matriz mitocondrial (dentro)
Descarboxila e desidrogena o piruvato
3. Cadeia respiratória - fosforilação oxidativa
Local: membrana interna - crista
I. Elétrons dos aceptores NAD e FAD passam pelas proteínas transportadoras
de elétrons
★ proteínas: NADH oxidase, FADH2 oxidase, ubiquinona, citocromos A,
B e C (presença de Fe+3, doador de elétrons)
II. Enquanto eles passam, H+ são bombeados para dentro da membrana
III. Quando fica muito [ ], eles são removidos
IV. Passam pela ATP sintase (proteína da membrana)
V. ATP
Inibição:
A. Da glicólise e do ciclo de krebs (CK)
Inibição das enzimas que catalisam esses processos
enzimas: hexoquinase, fosfofrutoquinase (PFK), succinil-desidrogenase
Célula com excesso de ATP inibe as enzimas que promovem a glicólise e o CK
Evita o consumo excessivo de glicose!
Célula com alto consumo de ATP: alta presença de ADP, AMP e adenosina
Déficit de ATP
Estímulo à respiração!
https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-combustao-humana-espontanea/
B. Da cadeia respiratória
Inibição da cadeia transportadora de elétrons
Principais inibidores: cianeto e monóxido de carbono
Se unem: à citocromo C oxidase
Consequências:
Interrompe a síntese de ATP
Reduz o consumo de O2 e a célula entra em acidose
Por quê? O O2 se liga aos prótons H+ formando água!
O2: aceptor final de elétrons!
★ Desacoplamento de membrana:
É aberto um canal de H+, ou seja, a membrana é desacoplada, de modo que parte
do H+ retorna à matriz mitocondrial sem passar pela ATP sintase
➔ não produz ATP
➔ aumenta o consumo de O2
➔ aumenta o consumo de glicose e gordura
➔ a energia que não vira ATP é dissipada em calor
obs: urso polar abre esses canais durante a hibernação para não congelar
obs.: T3 e T4 abrem esses canais, irisina também (hormônio do exercício físico)
Fermentação: sem O2 - anaeróbica
Alcoólica e lática
I. Alcoólica: forma etanol + CO2
Quem faz? Fungos unicelulares (leveduras)
Onde ocorre? No citosol
II. Lática: forma lactato
Quem faz
1. Citologia
Organelas celulares
1. ribossomos
função: síntese de proteínas para dentro da célula
2. retículo endoplasmático rugoso
função: síntese de proteínas para fora da célula
formado por: ribossomos na membrana
3. retículo endoplasmático liso
funções:
➔ síntese de lipídios (+ quantidade nas células do fígado, ovários, testículos…)
➔ desintoxicação celular (ex.: hepatócitos, parar de ficar bêbado)
➔ armazenamento de Ca nos músculos (retículo sarcoplasmático)
4. complexo de golgi
funções:
➔ empacotamento + secreção
➔ glicosilação
➔ formação dos lisossomos
obs.: formação dos acrossomos
➔ membrana na ponta do espermatozoides
➔ contém hialuronidases: enzimas que degradam a zona pelúcida do ovócito II
para a fecundação
5. lisossomos
funções:
➔ digestão intracelular
➔ endocitose
➔ autólise celular pelo rompimento dos lisossomos, que libera as hidrolases
ácidas no citoplasma e elas digerem a célula
ex.: silicose: rompe os lisossomos dos alvéolos pulmonares
➔ apoptose: morte celular programada
➔ equilíbrio do pH celular
Como? Contém bomba de H+ (proteína) que tira prótons H+ do citoplasma e
joga dentro do lisossomo
Por quê? As enzimas que fazem a digestão - hidrolases ácidas - tem como
pH ótimo o ácido
★ presença de vacúolos digestivos: digestores das partículas
6. peroxissomos
funções:
➔ digestão de moléculas orgânicas através da oxidação: OXIGÊNIO
➔ gera água oxigenada
➔ tóxica! enzima catalase quebra
obs.: giberelinas
Estimulam os glioxissomos!
O que são? são organelas do tipo peroxissoma encontradas em plantas, mais
especificamente nas sementes em germinação. Como em todos os peroxissomas,
nos glioxissomos os ácidos graxos são hidrolisados em acetil-CoA por enzimas de
β-oxidação peroxisomal.
Ou seja: geração de energia a partir de lipídios!
7. centríolos
funções:
➔ formação de cílios e flagelos
ex.: gametas de briófitas e pteridófitas
➔ formação do fuso cromático (divisão celular)
ex.: quimioterapia: inibe a formação do fuso
formado por: microtúbulos (filamentos proteicos)
8. vacúolo
funções:
➔ armazenamento de substâncias
➔ digestão de macromoléculas
➔ controle do pH citoplasmático (bomba de H+)
➔ osmorregulação
9. mitocôndria
funções:
➔ respiração celular aeróbia
➔ produção de ATP
obs.: proteína mioglobina nas células musculares, armazena O2
★ mitocôndria nos músculos: sarcossomo
obs.: hemácias não tem mitocôndria para não consumirem o O2 que carregam (e
para ficarem mais leves)
partes:
➔ membrana externa
➔ crista: cadeia respiratória
microvilosidades
➔ matriz: ciclo de krebs
obs.: teoria endossimbiótica
eucarioto anaeróbio fagocitou procarioto aeróbico e não o digeriu
anos depois, a relação mutualística formou a mitocôndria
evidências:
➔ DNA circular (que nem bactérias)
➔ ribossomos 70S
➔ capacidade de autoduplicação
obs.: Eva mitocondrial: as mitocôndrias têm origem comum na mesma mulher
a mitocôndria sempre vem da mãe
Por quê? As mitocôndrias ficam na base da cabeça do espermatozoide, mais
próximas do flagelo, para que ele tenha mais energia e nade mais. Quando o
espermatozóide penetra no ovócito II, só vai a cabecinha, ficando de fora o flagelo e
a mitocôndria!