A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Alterações anatômicas durante a gravidez

Pré-visualização | Página 1 de 3

12/03/2021 OneNote
https://onedrive.live.com/redir?resid=3E873D8EEDA3DA2D%21565&page=Edit&wd=target%2828.02.one%7Cefdd4bf9-07b9-4d27-82b6-3674a4d503… 1/6
Anatomia 
terça-feira, 25 de fevereiro de 2020 15:37 
Anotações: 
• A partir dos 40 anos, as mulheres devem realizar a mamografia anualmente. Caso a mulher ter caso de câncer na família
(mãe), deve realizar anualmente a partir dos 35 anos. 
• A mama é constituída por tecido adipose e tecido glandular; 
• O que diferencia seios grandes de pequenos é a concentração de tecido adiposo; 
• Uma mama grande interfere muito na questão postural; 
• Estende-se entre a 3ª e 7ª costela; 
• O tecido conjuntivo denso irregular que sustenta a mama perde elasticidade com o tempo, o que faz com que a mama
caia; 
• Os principais linfonodos na mama são na região axilar, clavicular (supra e infra), os que circundam a mama e os linfonodos
da região external; 
• O câncer de mama tem muita metástase devido a grande quantidade de linfonodos presentes na região da mama, o que
facilita o espalhamento; 
• O cisto pode ser um indício de câncer de mama, quando se tem derrame papilar; 
• Quando a mulher está grávida, o coração muda de lugar e sua atuação passa a ser muito maior, devido ao fato de ter que
suprir o feto também; 
• Todos os órgãos localizados na região pélvica se deslocam durante a gestação, pois precisam deixar espaço para abrigar o
feto; 
• O normal e aceitável é engordar 1kg por mês na gestação, e no último trimestre 2kg; 
• Mudanças na gestação: abdome protuso, útero antes órgão pélvico estende-se e torna-se abdominal, deslocamento dos
órgãos, os ovários aumentam de tamanho, a mama sofre modificações diversas; 
• O silicone não interfere em nada na amamentação; 
• As mulheres grávidas sofrem alteração no centro de gravidade, devido as alterações corporais e de peso. O centro de
gravidade que era na região pélvica se desloca pra trás, o que faz com que todo o peso do corpo seja jogado para a região
de calcânio, ocasionando problemas na coluna. (sobrecarga em músculos e ligamentos) 
• Mulheres grávidas sofrem aumento de lordose cervical, aumento de lordose lombar, rotação interna dos membros
superiores em razão do crescimento das mamas e posicionamento para cuidado do bebê após o parto; 
• Aumenta a vascularização do útero; 
• A função do corpo lúteo é o auxilio no engrossamento do endométrio. 
 
 
 
Anatomia da mama, mudanças anatômicas que ocorrem durante a gravidez 
 
1) Qual o conceito de mama? 
 
 A glândula mamária é um órgão par, que se situa na parede anterior do tórax, na parte superior e está apoiada sobre o
músculo peitoral maior, se estende da segunda à sexta costela no plano vertical e do esterno à linha axilar anterior no plano
horizontal. 
 
 A mama feminina é composta por lobos (glândulas produtoras de leite), por ductos (pequenos tubos que transportam o leite
dos lobos ao mamilo) e por estroma (tecido adiposo e tecido conjuntivo que envolve os ductos e lobos, vasos sanguíneos e
vasos linfáticos). 
 As mamas são encontradas na parede anterior do tórax, anteriormente à fáscia profunda e aos músculos peitorais, separadas
deles pelo espaço retromamário. Cada nana consiste em glândulas mamárias cercadas de tecido adiposo. 
 
12/03/2021 OneNote
https://onedrive.live.com/redir?resid=3E873D8EEDA3DA2D%21565&page=Edit&wd=target%2828.02.one%7Cefdd4bf9-07b9-4d27-82b6-3674a4d503… 2/6
 
2) Qual a função da glândula mamária? 
 
 As glândulas mamárias atuam na síntese, na secreção e ejeção de leite (lactação). As glândulas são ativas na mulher adulta
pós parto (período puerperal). Nesse período, o hormônio hipofisário (prolactina) estimula a produção de leite pela glândula,
enquanto o hormônio hipotalâmico (ocitocina) estimula a ejeção do leite através do mamilo. 
 Fora do período puerperal as glândulas são menos abundantes, com a maior parte do tecido mamário preenchida por tecido
adiposo. 
 
Drenagem linfática da mama: A drenagem linfática da mama é muito importante ao relacionar com patologias, uma vez que, os
carcinomas mamários tendem a se espalhar viajando por meio dos vasos linfáticos, os quais são abundantes na região da
mama, criando depósitos metastáticos em partes distantes do corpo. 
 
 
 Os linfonodos dos lóbulos mamários, mamilo e aréola drenam para o plexo linfático subareolar. Dali, cerca de 75% da linfa
drena para os linfonodos peitorais, e em seguida para os linfonodos axilares. É por isso que os linfonodos axilares são os
primeiros a serem removidos cirurgicamente em algumas fases do câncer de mama. 
 
 
3) Identifique as estruturas mamárias na figura abaixo: 
12/03/2021 OneNote
https://onedrive.live.com/redir?resid=3E873D8EEDA3DA2D%21565&page=Edit&wd=target%2828.02.one%7Cefdd4bf9-07b9-4d27-82b6-3674a4d503… 3/6
 
4) Explique a função de cada uma das estruturas relacionadas na figura acima. 
 
• Papila Mamária: Cada mama possui uma projeção pigmentada conhecida como papila mamária, a qual possui uma série
de aberturas pouco espaçadas de ductos chamados ductos lactíferos, dos quais emergem leite. 
• Aréola Mamária: A área circular de pele pigmentada ao redor do mamilo é chamada aréola da mama; tem aspecto áspero,
porque contém glândulas sebáceas modificadas. 
 
Faixas de tecido conjuntivo chamadas ligamentos suspensores da mama correm entre a pele e a fáscia e apoiam a mama. Esses
ligamentos tornam-se mais soltos com a idade ou com a tensão excessiva que pode ocorrer na prática prolongada de corrida ou
atividade aeróbica de alto impacto. 
 
• Glândula Mamária: No interior de cada mama está uma glândula mamária, uma glândula sudorífera modificada que
produz leite. A glândula mamária consiste em 15 a 20 lobos ou compartimentos, separados por uma quantidade variável
de tecido adiposo. Em cada lobo existem vários compartimentos menores chamados lóbulo, compostos por
agrupamentos de glândulas secretoras de leite em forma de uva chamados de alvéolos, embutidos no tecido conjuntivo. 
 
A contração das células mioepiteliais em torno dos alvéolos ajuda a impulsionar o leite em direção às papilas mamárias. Quando
está sendo produzido leite, ele passa dos alvéolos por vários túbulos secundários e, em seguida, para os ductos mamários. 
Próximo do mamilo, os ductos mamários se expandem discretamente para formar seios chamados seios lactíferos, onde um
pouco de leite pode ser armazenado antes de ser drenado para um ducto lactífero. Cada ducto lactífero normalmente
transporta leite de um dos lobos para o exterior. 
12/03/2021 OneNote
https://onedrive.live.com/redir?resid=3E873D8EEDA3DA2D%21565&page=Edit&wd=target%2828.02.one%7Cefdd4bf9-07b9-4d27-82b6-3674a4d503… 4/6
 
 
5) Explique como acontece a produção de leite pela glândula mamária. 
 
 O leite é sintetizado a partir de nutrientes fornecidos para as células secretoras da glândula mamária pelo sangue. Estes
nutrientes são provenientes diretamente da dieta ou após sofrerem modificações nos tecidos dos animais antes de alcançar a
glândula mamária.  
 
 Os principais hormônios que regulam a produção de leite são então a prolactina, a oxitocina e o FIL (fator inibidor da
lactação). Tanto a prolactina como a oxitocina são segregadas na hipófise, em resposta à estimulação do mamilo. A primeira
atua sobre as células secretoras da mama, estimulando a secreção de leite, ao passo que a segunda atua sobre as células
mioepiteliais, provocando a sua contração e a ejecção de leite.  
 
Os principais componentes do leite são:  
▪ Água: 86 – 88%  
▪ Sólidos totais: 12 – 14%  
▪ Gordura: 3,5 – 4,5%  
▪ Proteína: 3,2 – 3,5%  
▪ Lactose: 4,6 – 5,2%  
▪ Minerais: 0,7 – 0,8%  
▪ Vitaminas, bactérias, leucócitos, células mamárias secretoras.   
 
• As mamas da mulher começam a ser preparadas para a amamentação durante a gravidez, mas a produção do leite, em
geral, só tem início após o parto. Quando a criança nasce, a hipófise anterior libera grandes quantidades do hormônio
prolactina, com contribuições da progesterona e dos estrogênios; 
• A prolactina