A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Bioestatística e Epidemiologia - Atividade 2

Pré-visualização | Página 2 de 2

e efeitos, indicando se uma 
hipótese levantada é representativa da realidade ou não. Para isso, os 
estudos definem H 0 e H 1 e o nível de confiança necessário. Considere 
um estudo hipotético que deseja verificar o efeito de um suplemento de 
vitamina D, em uma população conhecidamente deficitária. A hipótese 
nula indica a concentração média populacional, de 10 ng/mL. O nível de 
confiança escolhido foi de 92%, e o valor de p calculado em 0,001. 
A partir do estudo apresentado e dos conhecimentos prévios sobre 
testes de hipóteses e análise estatística, analise as afirmativas, 
verificando se são verdadeiras (V) ou falsas (F). 
I. ( ) A hipótese alternativa do estudo é provavelmente H 1 
> 10 ng/mL. 
II. ( ) O valor de p indica o aceite de H 0 e rejeição de H 1. 
III. ( ) O suplemento não foi efetivo em sua função. 
IV. ( ) Os dados indicam que a hipótese alternativa deve ser aceita. 
V. ( ) O estudo utilizou-se do valor . 
Agora, assinale a alternativa com a sequência correta. 
 
Resposta Selecionada: 
V – F – F –V –V. 
Resposta Correta: 
V – F – F –V –V. 
Comentário 
da resposta: 
Resposta correta: o estudo apresenta um valor-p 
calculado em 0.008, ou seja, p > 0.02, valor do coeficiente 
de confiança dado o nível de confiança determinado. 
Assim, pode-se concluir que o suplemento apresentou 
efeito, e que a hipótese alternativa é a mais provável de 
representar a realidade. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pergunta 9 
1 em 1 pontos 
 
Os testes de hipóteses são muito utilizados em estudos de bioestatística, 
pois, usualmente, o objetivo é justamente comprovar determinado efeito 
observado e analisar sua generalização populacional. Os testes 
estatísticos são baseados em estimativas, e a probabilidade de erros 
sempre irá existir. 
Considerando os erros do tipo I e tipo II, analise as afirmativas, 
verificando se estão corretas ou incorretas. 
I. Em uma situação real em que H 0 é falsa e não é rejeitada, ocorre erro 
do tipo I. 
II. Em uma situação real em que H 0 é verdadeira e é rejeitada, ocorre 
erro do tipo II. 
III. A probabilidade de ocorrer o erro do tipo I está relacionada a α (alfa). 
IV. Em uma situação real em que H 0 é falsa e é rejeitada, a decisão é 
correta. 
V. A probabilidade de ocorrer o erro do tipo II está relacionada a β (beta). 
Agora, assinale a alternativa que indique as afirmativas corretas. 
 
Resposta Selecionada: 
III, IV e V. 
Resposta Correta: 
III, IV e V. 
Comentário da 
resposta: 
Resposta correta: os erros do tipo I indicam a 
probabilidade de rejeitar a hipótese quando esta for real, 
e os erros do tipo II indicam a probabilidade inversa, isto 
é, aceitar a hipótese quando for incorreta. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pergunta 10 
0 em 1 pontos 
 
Os testes de hipóteses incluem a etapa de tomada de decisão, ou seja, de 
aceitar ou rejeitar uma hipótese, seja ela nula ou alternativa. É possível 
que, nessa tomada de decisão, ocorram erros específicos, relacionados 
ao aceite incorreto ou à rejeição incorreta. Considerando esses conceitos, 
analise as asserções a seguir e a relação entre elas. 
 
I. Situações em que H 0 é verdadeira, mas é rejeitada, ocorre o erro do 
tipo I. 
PORQUE 
II. O erro do tipo I está relacionado ao nível de confiança e à 
probabilidade de rejeição de H 0 quando esta é verdadeira. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é 
uma proposição falsa. 
Resposta Correta: 
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é 
uma justificativa da I. 
Comentário 
da resposta: 
Resposta incorreta: em estudos de hipóteses há duas 
possibilidades de erro: aceitar incorretamente ou rejeitar 
incorretamente em relação a cada uma das hipóteses, e 
cada tipo de erro é associado a uma métrica de 
probabilidade.