A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
curso-142341-trilha-de-manutencao-01-v3

Pré-visualização | Página 1 de 2

Livro Eletrônico
Trilha de Manutenção 01
Trilha de Manutenção de Direito Constitucional
Luis Eduardo, Renan Peron Fineto, Amanda Alves
03964771350 - Mariana Lopes Oliveira
1 
 
TRILHA DE MANUTENÇÃO 
DIREITO CONSTITUCIONAL 
Conceito e Classificação das Constituições, Hierarquia e 
Aplicabilidade das normas Constitucionais, Poder Constituinte, 
Interpretação Constitucional, Princípios da Interpretação 
Constitucional e Princípios Fundamentais 
 
Olá, pessoal! 
No Telegram, temos a Comunidade de Direito Constitucional, onde compartilharmos dicas de 
estudo, resolveremos questões da matéria, passaremos atualizações jurisprudenciais, enviaremos 
novas Súmulas publicadas e tiraremos dúvidas relacionadas à Trilha de Manutenção. 
Baixe o aplicativo no seu celular, cadastre-se no Telegram e, então, clique no link abaixo para se 
juntar à Comunidade de Alunos: 
https://t.me/joinchat/AAAAAE-
DGFLx1ILBZGqSdA 
 
 
TAREFA 1 
Direito Constitucional 
 
Estudo da aula 00, págs. 2 a 18; e resolução de 5 questões. 
 
Link:https://www.estrategiaconcursos.com.br/app/dashboard/cursos/137927/aulas/1049239 
 
Pessoal, nesta trilha nosso objetivo é guiar seu estudo de Direito Constitucional. Detalharemos as 
tarefas de cada aula do curso regular focando nos principais pontos do assunto para sempre revisar 
o que já estudou e reforçar os assuntos em que tenha mais dúvidas ou que sejam mais importantes 
para sua área/concurso de interesse. 
 
Os temas da aula 00 são: Conceito e Classificação das Constituições, Hierarquia e Aplicabilidade 
das normas Constitucionais, Poder Constituinte, Interpretação Constitucional, Princípios da 
Luis Eduardo, Renan Peron Fineto, Amanda Alves
Trilha de Manutenção 01
Trilha de Manutenção de Direito Constitucional
www.estrategiaconcursos.com.br
1345408
03964771350 - Mariana Lopes Oliveira
2 
 
Interpretação Constitucional e Princípios Fundamentais. Basicamente, são temas que introduzem 
o estudo de Direito Constitucional, começaremos a estudar as disposições da Constituição Federal 
no último tópico da aula. 
 
Primeiro, é preciso conhecer o conceito de Constituição e os requisitos para ser considerada 
ideal. Esta conceituação não é uma, há quatro concepções que serão explicitadas em seguida. Os 
primeiros três sentidos – sociológico, político e jurídico – são mais relevantes, por isso, 
grave as palavras-chaves que remetem a cada um deles, como o esquema da pág. 11. 
 
Faça uma leitura, com o objetivo de ter uma visão geral, de como o Direito Constitucional se 
relaciona com os demais ramos do Direito. Aqui não é necessário se prender a detalhes. 
 
O capítulo seguinte destina-se ao estudo da Estrutura das Constituições. Considera-se que 
estas são divididas em três partes – preâmbulo, parte dogmática e disposições transitórias. É bom 
atentar-se às características do preâmbulo, principalmente aos fatos de não ser dotado de força 
normativa e de não ser de reprodução obrigatória nas Constituições Estaduais. 
 
Agora vamos estudar a Pirâmide de Kelsen – Hierarquia das Normas. A visualização da pirâmide 
exterioriza a afirmação de que a Constituição é a norma suprema da qual todas as demais retiram 
seu fundamento de validade. Aqui, dê ênfase aos seguintes pontos: 
 
- Normas constitucionais originárias não podem ser consideradas inconstitucionais, ao contrário 
das emendas constitucionais. 
 
- Saiba em “qual posição” da pirâmide situam-se os tratados internacionais assinados pelo Brasil 
e como devem ser aprovados para serem equivalentes a emendas constitucionais. 
 
- Veja em que as leis complementares e ordinárias se diferenciam e quando podem tratar dos 
mesmos temas. 
 
- Dê muita atenção à pirâmide da pag. 18. 
 
Resolva as questões: 1 a 5. 
 
Luis Eduardo, Renan Peron Fineto, Amanda Alves
Trilha de Manutenção 01
Trilha de Manutenção de Direito Constitucional
www.estrategiaconcursos.com.br
1345408
03964771350 - Mariana Lopes Oliveira
3 
 
TAREFA 2 
Direito Constitucional 
 
Estudo da aula 00, págs. 19 a 32; e resolução de 12 questões. 
 
Link: https://www.estrategiaconcursos.com.br/app/dashboard/cursos/137927/aulas/1049239 
 
Nessa parte da aula, estudaremos as classificações das Constituições. Não é um assunto 
complexo, mas exige muita memorização. 
 
As primeiras classificações previstas na aula são as mais relevantes. A primeira delas, quanto à 
origem, é muito comum em provas, sobretudo a contraposição outorgada x democrática. Quanto 
ao modo de elaboração é outra classificação que merece destaque. Não pense, erroneamente, 
que o fato de a Constituição ser histórica e não escrita a torna instável. 
 
A classificação seguinte, quanto à estabilidade também é importante. Dentro de cada divisão, 
quando for possível, saiba como se dará a votação dos projetos de modificação do texto 
constitucional. Veja que a rigidez constitucional decorre da supremacia da Constituição e a maior 
ou menor rigidez não lhe assegura estabilidade (quadro das págs. 22 e 23). Cuidado para não 
confundir isso! 
 
Para rotular a Constituição, quanto ao conteúdo, em formal ou material é preciso, antes, distinguir 
normas materialmente ou formalmente constitucionais. Entenda a relação desta classificação com 
a estabilidade da Constituição. 
 
As demais classificações possuem uma exigência menor, mas nem por isso podem ser 
desprezadas, leia-as com atenção. O quadro das págs. 31 e 32 sintetiza todas as informações. 
 
Decore as classificações da CF/88: democrática, escrita, dogmática (heterodoxa), rígida, formal, 
analítica, normativa, dirigente, social, autoconstituição e principiológica. 
 
Resolva as questões:8, 9, 11, 13, 14, 15, 17, 18, 19, 21, 24, 26. 
 
Luis Eduardo, Renan Peron Fineto, Amanda Alves
Trilha de Manutenção 01
Trilha de Manutenção de Direito Constitucional
www.estrategiaconcursos.com.br
1345408
03964771350 - Mariana Lopes Oliveira
4 
 
TAREFA 3 
Direito Constitucional 
 
Estudo da aula 00, págs. 32 a 43; e resolução de 16 questões. 
 
Link: https://www.estrategiaconcursos.com.br/app/dashboard/cursos/137927/aulas/1049239 
 
Começaremos essa tarefa com o estudo da Aplicabilidade (ou eficácia) das Normas 
Constitucionais. 
 
A classificação em eficácia plena, contida ou limitada é a mais comum em provas é preciso 
saber as características de cada uma delas. Cuidado para não confundir as normas de eficácia 
contida e eficácia limitada. As primeiras são aptas a produzirem seus efeitos desde a promulgação, 
ou seja, aplicabilidade imediata, mas lei posterior pode restringir sua aplicação. Já as segundas, 
apenas produzirão seus efeitos após a complementação legislativa, sua aplicabilidade é diferida. 
O mapa-mental da pág. 37 ajuda a guardar as principais informações de cada classificação. 
 
Há classificações propostas por outros autores, como a distinção entre normas com eficácia 
absoluta, eficácia plena, eficácia relativa restringível e eficácia relativa complementável ou 
dependentes de complementação. Tente relacioná-las com a classificação vista anteriormente. 
 
Agora, veremos sobre Poder Constituinte. 
 
O Poder Constituinte é aquele que cria a Constituição, cujo titular é o povo, que o exerce direta 
ou indiretamente, através de seus representantes eleitos. É essencial que saiba as características 
do Poder Constituinte Originário que são detalhadas na pág. 40. Dentre elas, o fato de ser 
um poder permanente merece destaque, já que poderíamos imaginar que elaboraria uma nova 
Constituição e se esgotaria, mas não, ele permanece em estado de latência. 
 
A outra forma, é o Poder Constituinte Derivado, que se divide em Reformador (promove 
modificações na Constituição – emendas constitucionais) e Decorrente (Poder de cada Estado, 
para elaborar as suas próprias Constituições). Uma coisa importante: a elaboração de Lei Orgânica, 
lei Maior do Município, não é manifestação do Poder Constituinte Decorrente. 
 
Resolva as questões: 27, 29, 30, 33, 34, 36, 39, 40, 41, 43, 44, 45, 46, 49, 52, 55. 
 
Luis Eduardo, Renan