A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Dissertação - Músculos da Mímica Facial

Pré-visualização | Página 1 de 1

- Disserte sobre os músculos da mímica facial, enfatizando cada músculo com sua ação. Não esqueça de falar da inervação motora e sensitiva da face. 
Os músculos faciais estão intimamente ligados ao escalpo, pele da face e pescoço, pertencem a uma categoria especial de músculos e são comumente chamados de músculos dérmicos. O nome se dá ao fato de que estes músculos, diferente ao que ocorre com todos os outros músculos, não estão fixados em partes esqueléticas pelas suas extremidades (origem e inserção). Os músculos dérmicos fixam apenas uma de suas extremidades em acidentes ósseos, enquanto sua outra extremidade se prende à camada profunda da pele. Assim, eles podem mover a pele do escalpo e da face modificando aas expressões faciais. No total, 17 músculos agem quando falamos de mímica facial. São estes: M. occipito-frontal, M. orbicular do olho, M. corrugador do supercílio, M. orbicular da boca, M. levantador do lábio superior, M. abaixador do lábio inferior, M. bucinador, M. zigomático menor, M. zigomático maior, M. levantador do ângulo da boca, M. risório, M. prócero, M. levantador da asa do nariz, M. abaixador do ângulo da boca, M. mentual, M. nasal e M. platisma.
O primeiro é o músculo occipito-frontal, ou músculo epicrânico, que faz parte dos mm. do escalpo e age nas expressões faciais, é formado por partes occipital e frontal unidas pela gálea aponeurótica . O ventre occipital se estende póstero-lateralmente até a sua origem óssea na linha nucal suprema do occipital. O ventre frontal se insere na pele da fronte e quando se contrai eleva os supercílios e enruga a fronte, por esta razão é popularmente chamado de “músculo da atenção”. A sua inervação motora é por meio do 7° par craniano (nervo facial), já sua inervação sensitiva é responsabilidade do 5° par craniano (nervo trigêmeo).
Em seguida, temos os músculos que constituem o esfíncter palpebral, o músculo orbicular do olho que possui três partes: palpebral, na espessura das pálpebras com inserção proximal em torno do tarso e septo orbital e realiza o fechamento suave das pálpebras; orbital, com feixes concêntricos que contornam as pálpebras mais externamente e têm função de fechamento vigoroso dos olhos; e lacrimal, que é a parte mais profunda e medial do músculo, sua inserção proximal é no osso lacrimal e a inserção distal é na rafe palpebral lateral. 
O músculo corrugador do supercílio, é o que age para tensionar o supercílio medial e inferiormente. É o músculo que responsável pela expressão de preocupação, tendo sua inserção proximal no arco do supercílio e inserção distal na pele supraorbital.
O músculo orbicular da boca, situa-se no contorno labial e está associado ao sistema articular da fala, também auxilia no ato de assobiar pois tem função de tensionar os lábios anteriormente de modo a produzir a expressão do “biquinho”.
O músculo levantador do lábio superior, tem função de elevar e everter o lábio superior, com inserção proximal na maxila e inserção distal na pele do lábio superior. 
O músculo depressor do lábio inferior, ou m. abaixador do lábio inferior, é responsável por deprimir e everter o lábio inferior, dessa forma ele configura uma das fáceis de tristeza. Ele insere-se proximalmente no platisma, que é um outro músculo associado à mímica facial, e na mandíbula e distalmente na pele do lábio inferior.
O músculo bucinador, é o músculo da bochecha. Tem inserção proximal na mandíbula e maxila e inserção distal no ângulo da boca. Está ativo no ato de sorrir e mantêm as bochechas tensas durante a mastigação, posicionando o alimento entre os dentes; atua também quando assobiamos e suas fibras têm interação com o m. orbicular da boca.
O músculo zigomático menor possui origem proximal no osso zigomático e sua inserção distal é na pele do lábio superior. Tem função semelhante à do m. levantador do lábio superior de elevar e everter o lábio superior.
O músculo zigomático maior, por sua vez, possui inserção distal no ângulo da boca, inferiormente em relação ao m. zigomático menor, e sua inserção proximal é no osso zigomático também. E tem função de tracionar o ângulo da boca para cima e lateralmente.
O músculo levantador do ângulo da boca, tem inserção proximal no osso da maxila e inserção distal no ângulo da boca. Possui a mesma função do m. zigomático maior de elevar a comissura labial. 
O músculo risório, possui inserção proximal encontra-se na fáscia da parótida e pele da boca e com inserção distal está no ângulo da boca. A função principal deste músculo é de alargar e retrair a rima da boca.
O músculo prócero, este possui inserção proximal na fáscia que recobre o osso nasal e sua inserção distal é na pele entre os supercílios. É responsável por deprimir a porção medial do supercílio.
O músculo levantador da asa do nariz, possui sua inserção proximal na maxila e inserção distal na cartilagem alar maior. Sua função é levantar a asa, dilatando a abertura nasal.
O músculo abaixador do ângulo da boca, tem sua inserção proximal na mandíbula e inserção distal no ângulo da boca. Atua na fáceis de tristeza, abaixando a comissura labial bilateralmente.
O músculo mentual, é o que possui sua inserção proximal no corpo da mandíbula e inserção distal na pele do queixo. Quando está atuando, eleva e protrai a o lábio inferior, elevando a pele do queixo. 
O músculo nasal, é um músculo do nariz constituído por uma porção transversa e uma porção alar, que são consideradas, por alguns anatomistas, como músculos independentes sob as denominações de: músculo transverso do nariz e músculo dilatador das narinas, respectivamente.
E por fim, o músculo platisma é o único músculo da mímica facial no pescoço. Localiza-se na camada subcutânea infra e supraclavicular. Relaciona-se com os músculos da mímica. Tem inserção distal é na base da mandíbula e em outros pontos da face, como bochechas, lábio inferior e ângulo da boca. Quando contraído, abaixa a mandíbula e tensiona a pele da parte inferior da face e do pescoço. 
A inervação dos músculos da mímica facial têm porções motoras e porções sensitivas. Todos os músculos da face são inervados motoramente pelo 7° par craniano (nervo facial) e sensorialmente pelo 5° par craniano (nervo trigêmeo), este último que tem responsabilidade de inervação também de 2/3 da língua.