A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Tipos de pesquisas - semelhanças e diferenças

Pré-visualização | Página 1 de 2

GIULIA PACHÊCO P2 - 2021.1
TIPOS DE PESQUISAS:
SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS
O QUE É PESQUISA?
● É procurar respostas para indagações
● Procurar informação do qual a gente não sabe e precisa saber
● Ir atrás de conhecimento
● A finalidade da pesquisa científica é resolver problemas e
descobrir respostas para questões
● Toda pesquisa se baseia em uma teoria que é o ponto de
partida para a investigação científica
● O pesquisador precisa analisar se há:
○ Tempo
○ Espaço
○ Material
○ Recurso humano
TIPOS DE PESQUISA: QUANTO A NATUREZA
● Pesquisa básica ou pura: tem como objetivo gerar um tipo de
conhecimento e esse conhecimento é útil para o
desenvolvimento da ciência mas sem uso imediato
○ Ex.: um neurologista fazendo uma pesquisa sobre a
estrutura do cérebro. Não vai acrescentar de maneira
clínica imediata
● Pesquisa aplicada: tem como objetivo gerar um conhecimento
que será aplicado como solução para um problema
○ Ex.: um neurologista pesquisando uma nova tecnologia
que diminua os sintomas clínicos da doença de
Parkinson
TIPOS DE PESQUISA: QUANTO A ABORDAGEM DO PROBLEMA
● Pesquisa quantitativa: traduz em números opiniões e
informações para classificar os dados coletados, se utiliza da
estatística
○ Ex.: "se a eleição fosse hoje, em quem o senhor votaria?"
● Pesquisa qualitativa: não existe medição numérica, é uma
discussão do problema observado
○ Não pode ser traduzido em números por ser uma
pesquisa subjetiva
○ Ambiente natural é a fonte direta de dados
○ O pesquisador tem um contato direto com o ambiente e
o objeto de estudo (o fenômeno ou o indivíduo)
○ Não há manipulação intencional do pesquisador
○ Não há preocupação em provar as hipóteses propostas
○ Não é generalizada, é exploratória
○ Ex.: "Quais as qualidades que um presidente da república
deve ter?"
TIPOS DE PESQUISA: COM BASE NOS OBJETIVOS
● Exploratórias: passo inicial de qualquer pesquisa
○ Desenvolve, esclarece e modifica conceitos e ideias
○ Menor rigidez no planejamento
○ Assume a forma de uma pesquisa bibliográfica ou de
estudo de caso
● Descritivas: analisa, observa e registra e correlaciona aspectos
(variáveis) que envolvem fatos ou fenômenos, sem manipulá-los
○ Normalmente utiliza questionários
○ Em geral assume forma de questionamento
○ Procura analisar a frequência com o fato ou fenômeno
ocorre
○ Inclui a maioria das pesquisas que envolvem as práticas
de pesquisas humanas e sociais (ex.: levantamentos
socioeconômicos, pesquisas eleitorais, níveis de
rendimento escolar)
● Explicativas: preocupação central em identificar os fatores que
determinam ou que contribuem para a ocorrência dos
fenômenos
GIULIA PACHÊCO P2 - 2021.1
○ Por meio de registros, análises ou interpretações
○ Aprofunda o conhecimento da realidade ao explicar a
razão do fato ocorrer
○ Método observacional
○ Está mais sujeita a erros do que os outros tipos de
pesquisa
TIPOS DE PESQUISA: COM BASE NOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS
● Fontes de pesquisa:
○ Pesquisa bibliográfica: o pesquisador elabora uma
pesquisa a partir de um material já publicado
■ O pesquisador precisa verificar a veracidade dos
dados fornecidos naquele material verificando se
há alguma incoerência
■ Em todos os estudos são exigidos pesquisas
bibliográficas
■ Tem como fontes: livros, artigos, teses,
dissertações e monografias
■ Etapas:
● Escolha do tema abordado
● Levantar a parte bibliográfica preliminar
● Formulação do problema/elaboração do
plano
● Busca de mais fontes
● Leitura do material
● Tomada de apontamentos
● Redação do trabalho
■ Vantagens: grande gama de plataformas e
fenômenos para serem analisados
■ Limitação: algumas vezes o material utilizado
apresenta dados coletados ou processados de
forma equivocado
Obs.: literatura branca (publicadas) e literatura cinza (não publicadas)
○ Pesquisa documental: vai se basear nos materiais que
ainda não receberam um tipo de tratamento
■ Pode ser utilizada com um elemento para justificar
e corroborar os elementos que foram encontrados
■ Os documentos podem ser de fontes primárias
(informações que ainda não foram tratadas,
utilizadas pela pesquisa documental) ou
secundárias (já passaram por um tratamento, são
utilizadas pela pesquisa bibliográfica)
● Documentos de primeira mão: documentos
oficiais de governo, cartas, diários,
gravações, fotografias
● Documentos de segunda mão: tabelas
estatísticas, relatórios de pesquisa,
relatórios de empresas
■ Vantagens:
● Forma rica e estável de dados
● Custo baixo e disponibilidade de tempo
● Não exige contato direto com o sujeito
■ Limitações
● Subjetividade do documento
● O pesquisador deve criar um critério para
análise e seleção de documentos
TIPOS DE PESQUISA: COM BASE NAS FONTES DE DADOS FORNECIDAS
POR PESSOAS
● Pesquisa experimental: é determinado um projeto de estudo e a
partir disso são selecionadas as variáveis definindo então as
formas de controle e observação do objeto
○ Pesquisador é um agente ativo
○ Procura saber se uma variável vai interferir ou não em um
fenômeno e se ao provocar isso interfere em outro fato
○ Pesquisa apropriada para objetos como porções
líquidas, bactérias, ratos e etc
○ Grupo teste e um grupo controle
■ Escolhido de forma aleatória
○ Randomização
○ Mascaramento
○ Vantagens: consegue testar hipóteses estabelecendo
relações de causa e efeito
GIULIA PACHÊCO P2 - 2021.1
■ Delineamento é adequado se uma variável
independente causa efeito em outra variável
dependente
○ Desvantagens: não pode ser feito de forma aleatória
■ Estão sujeitas a considerações de ordem ética que
proíbe a manipulação (ex.: induzir atividades
estressantes)
● Pesquisa ex-post-facto: analisa situações após seu
acontecimento
○ Muito utilizada em pesquisas sociais
○ Pesquisa sistemática e empírica onde o pesquisador não
tem controle sobre a situação porque já aconteceu
○ Busca entender e explicar o por que de um fato ter
acontecido
○ Busca os possíveis relacionamentos entre as variáveis
○ Ex.: busca explicar o porquê de indivíduos apresentarem
deficiência mental
● Levantamento: envolve a interrogação direta de pessoas cujo
comportamento o pesquisador deseja conhecer
○ Na maioria dos levantamentos não são pesquisados
todos os indivíduos da população, apenas uma parcela
○ É feito o cálculo de tamanho amostral e o resultado é
generalizado para o universo da pesquisa
○ Vantagens: conhecimento direto da realidade
■ Economia e rapidez
■ Quantificação
■ Mais adequado para os estudos descritivos
○ Desvantagens:
■ Não são adequados para os estudos explicativos
■ Ênfase nos aspectos perceptivos
■ Pouca profundidade no estudo da estrutura e dos
processos sociais
● Estudo de caso ou série de casos: envolve um estudo profundo,
minucioso e exaustivo de um ou poucos objetos permitindo o
amplo conhecimento
○ Metodologia aplicada: busca aplicação prática daquele
conhecimento
○ Recomendável nas fases iniciais de uma investigação
para construção de hipóteses ou reformulação do
problema
○ Pode ser quali ou quanti
○ Estudo mais complexo
○ Verificar se há veracidade nas informações
○ Tenta esclarecer uma decisão ou um conjunto de
decisões
○ Vantagens:
■ Explora situações da vida real
■ Preserva o caráter unitário do objeto estudado
■ Descreve a situação contexto
■ Explica as variáveis causais
■ Formula hipóteses e desenvolve teorias
○ Limitações:
■ Falta de rigor metodológico
■ Dificuldade de generalização
■ Tempo destinado a pesquisa é grande
● Pesquisa-ação: muito utilizado em pesquisas qualitativas
○ Estreita associação com uma ação ou resolução de um
problema coletivo
○ Pesquisador e participantes cooperam e são
representativos da população estudada
○ Vai intervir na situação com vista de modificar
■ Tem a finalidade intencional de alterar a situação
pesquisada
■ Sempre relacionada a uma ação de melhoria
● Pesquisa participante:
○ O pesquisador compartilha a vivência dele com os
participantes
○ O pesquisador faz parte do fenômeno observado e faz
suas anotações como membro do grupo
Obs.: toda pesquisa ação é uma pesquisa participante mas nem toda