A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Pratica de ensino em deficiencia auditiva

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação da Disciplina
Disciplina: Práticas de Ensino em Deficiência Auditiva (EDI02)
Nota: 9.5
1) Parece evidente que para que surdos e ouvintes circulem no mesmo espaço escolar:
A) Ouvintes e surdos são incapazes de se comunicar, por desconhecerem a Libras.
B) É necessário a presença constante de um profissional fluente na língua de sinais.
C) Torna-se indispensável que o surdo aprenda a oralizar para assim comunicar-se com
fluência com os demais colegas, PIS estes são maioria na escola.
D) Suas peculiaridades precisam ser respeitadas, portanto, atividades e avaliações
devem ser pensadas conforme o perfil de cada aluno.
2)A inclusão do aluno surdo no contexto escolar vem sido pautada sob diferentes
concepções e olhares:
A) Liberdade de expressão, aprendizagem de línguas, eventos sociais.
B) Ensino de língua portuguesa, presença do interprete, participação de eventos
sociais.
C) Exercer cidadania, direitos iguais, utilização da língua de sinais, língua portuguesa
escrita.
D) Garantia de interprete, ensino de língua estrangeira, uso de língua de sinais escrita.
3)Em relação a educação de surdos é correto afirmar que:
A) As aulas podem ser planejadas como que para os ouvintes, trocando-se a língua
portuguesa pela língua de sinais.
B) Os alunos devem ser agrupados para que socializem e para que os surdos
aprendam a língua de sinais, esses dois pontos já são suficientes e condizem com a
capacidade de aprendizado desses alunos.
C) Alunos surdos e ouvintes possuem a mesma capacidade de aprendizado, desde que
as aula sejam preparadas pensadas no público específico a quem se destina. As aulas
devem contemplar recursos visuais, o uso fluente da língua de sinais e devem objetivar
o desenvolvimento completo do aluno, com conteúdos úteis para a vida, bem como na
escola de ouvintes.
D) É esperado que ao final da educação básica o aluno tenha aprendido a conviver em
sociedade, faça cálculos simples e tenha noções de leitura e escrita. Para além disto é
questionável se há necessidade.
4)A primeira escola de surdos do Brasil surgiu nos Rio de Janeiro, o atual INES (Instituto
Nacional de Educação de Surdos. Em relação ao formato de educação da época, pode-se
afirmar que:
A) Havia uma grande preocupação em ensinar práticas úteis a vida dos surdos, como
artesanato, agricultura entre outros.
B) O ensino baseáva-se no aprendizado da fala, pois não acreditava-se que os surdos
teriam capacidade para escrever.
C) O ensino baseáva-se no aprendizado da fala, pois na época grande maioria da
sociedade não sabia ler, portanto esse aprendizado não era tão útil para a comunicação
dos surdos.
D) A educação da época é bastante semelhante a que temos nas escolas de surdos
hoje em dia, os surdos eram vistos como usuários de uma outra língua e respeitados
como tal.
5)Em uma perspectiva antropológica, adotada em grande parte da unidade, os surdos são
vistos como:
A) Deficientes auditivos, diferenciados pelos níveis audiométricos.
B) Deficientes da fala e da audição que utilizam a língua de sinais como suporte para
adaptarem-se ao mundo ouvinte.
C) Pertencentes a uma comunidade cujo centro está o “não ouvir”.
D) Indivíduos que utilizam uma outra língua e possuem experiências visuais
diferenciadas dos ouvintes, que possibilitam a contrução de práticas que constituem
uma cultura própria.
6)Marque (V) para verdadeiro e (F) para falso acerca da Libras e da Língua Portuguesa na
educação dos surdos:
( ) A criança surda precisa lidar com duas línguas no seu processo de aprendizagem.
( ) A Libras precisa ser inserida na vida do estudante surdo após o pleno processo de
aprendizagem e desenvolvimento da Língua Portuguesa escrita.
( ) Para o sujeito surdo estudar a Língua Portuguesa significa aprender uma língua
estrangeira.
( ) A inserção na escrita precisa de estímulos visuais e a língua de sinais como base
norteadora para que desenvolva o sistema escrito de sua segunda língua.
A partir das suas respostas, assinale a alternativa correta:
A) A sequência correta é V – V – F - F.
B) A sequência correta é V – F – V - F.
C) A sequência correta é V – F – V - V.
D) A sequência correta é F – F – V - V.
7)As línguas de sinais são:
A) São línguas que se utilizam tanto de empréstimos linguísticos, sinais icônicos (que
remetem a imagem concreta), quanto sinais convencionados que muitas vezes
expressam o conceito do sinal e portanto podem expressar questões concretas ou
abstratas.
B) Gestos e mímicas que expressam apenas conceitos concretos;
C) Formadas por sinais vinculados a imagem visual dos objetos, tal como no sinal de
“cadeira” no qual dois dedos posicionam-se dobrados em cima de outros dois como que
sentados.
D) Formadas por sinais que tem relação direta com a palavra referente a língua oral, tal
como no caso do sinal de “professor” que é feito com a configuração de mão em “P”;
8)A educação dos surdos se baseava no ensino da fala e na socialização. Tratava-se de
uma perspectiva bastante clínica, e há registros bastante críticos a respeito desta
perspectiva. Há alguns surdos que dizem, por exemplo, que aprendiam a falar as palavras
de modo mecânico, mas não tinham ciência dos significados do que diziam.
Essa denominação refere-se a seguinte perspectiva:
A) Bimodalismo.
B) Comunicação
Total.
C) Oralismo.
D) Bilinguísmo.
9)Há diferentes perspectivas sobre a educação de surdos, e se tem observado como
possibilidades educativas três tipos de escola:
A) Escolas bilíngues para surdos, escolas inclusivas bilíngues com classes especiais,
escolas inclusivas polo.
B) Escolas especiais para surdos, escolas especiais para surdos e ouvintes, escolas
polo.
C) Escolas bilíngues e biculturais, escolas multilíngues, escolas bimodais.
D) Escolas pólo, escolas inclusivas, escolas bilíngues
10)Em relação a aquisição da Língua de sinais:
A) Os surdos adquirem a língua de modo inato, portanto independente do contato com
outros surdos todos desenvolverão a língua de sinais com a mesma qualidade;
B) A maioria dos surdos tem familiares surdos e assim antes de entrar na escola já teve
contato com a língua de sinais.
C) Surdos oralizados aprendem com mais facilidade a língua de sinais, pois a língua
oral serve de base para a língua visual.
D) Assim como qualquer outra língua, a língua de sinais é adquirida em contato com
outros usuários da língua, por isso é tão discutido a necessidade de existirem escolas
em que se reúnam vários surdos em uma mesma classe.
11)Ao refletirmos sobre Escola Bilíngue podemos assegurar que trata-se de:
A) Um ambiente favorável a trocas linguísticas, em que a língua de sinais é utilizada de
maneira natural e desta forma não haveria barreiras na comunicação.
B) Um lugar propício para o ensino específico das diferentes línguas: Inglês, Espanhol,
Francês e Libras.
C) Um ambiente educacional no qual o aprendizado de mais de uma língua é garantido.
D) Local no qual professores e alunos se comunicam fluentemente em duas línguas
12)Marque a alternativa correta. No passado, antes do Cristianismo, os surdos eram
considerados pelas suas famílias como:
A) Um ser humano igual a todos os outros, portanto precisavam de Deus.
B) Uma bênção, um presente, seres capazes de aprender e viver em sociedade.
C) Pessoas com dificuldades, porém capazes de aprender.
D) Um castigo, seres anormais, loucos, enfeitiçados, incapazes de aprender e conviver
em sociedade.
13)Em relação à utilização da língua de sinais:
A) Os sinais são universais, ou seja, há uma convenção para que todos os países
possam comunicar entre si;
B) Assim como qualquer língua, a língua de sinais se modifica entre os sujeitos que a
utilizam, novos sinais surgem e outros entram em desuso ao longo da história. Também
existem diferenças dialetais dentro de um mesmo país.
C) Somente surdos e intérpretes utilizam essa língua.
D) A língua de sinais brasileira e a língua de sinais portuguesa é praticamente igual em
decorrência da influência da língua portuguesa oral.
14)Em relação a língua brasileira de sinais pode-se afirmar que: