A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Citações coringas para redação ENEM

Pré-visualização | Página 1 de 1

REPERTÓRIOS PRA INTRODUÇÃO: 
1) Constituição Federal de 1988 
2) Obra Utopia 
 
1) A Constituição Federal Brasileira de 1988 
garante o pleno à/a/ao (COLOCAR DIREITO 
REFERENTE AO TEMA) 
 
EX: A Constituição Federal Brasileira de 
1988 garante o pleno direito à segurança 
no meio virtual. No entanto, o que se 
observa, hodiernamente, é o contrário do 
que essa norma prega, haja vista que a 
manipulação do comportamento do 
usuário pelo controle de dados na Internet 
apresenta-se como um grave problema no 
país. 
 
3) Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas 
More, é retratado um universo impecável, no 
qual a coletividade padroniza-se pela ausência 
de conflitos e mazelas. No entanto, 
infelizmente, esse cenário utópico de More não 
se concretiza no Brasil, na contemporaneidade, 
haja vista que TEMA apresenta-se como um 
grave problema no país. 
 
 EX: Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas 
More, é retratado um universo impecável, no 
qual a coletividade padroniza-se pela ausência de 
conflitos e mazelas. No entanto, infelizmente, 
esse cenário utópico de More não se concretiza 
no Brasil, na contemporaneidade, haja vista que 
os desafios para a formação educacional de 
surdos apresenta-se como um grave problema no 
país. 
 
LEMBRETE: A PALAVRA BRASIL SEMPRE DEVE 
VIR NA INTRODUÇÃO, MESMO QUE O TEMA 
NÃO TRAGA NAS PALAVRAS CHAVES. 
A PALAVRA HODIERNAMENTE, ATUALMENTE, 
ATUALIDADE OU CONTEMPORANEIDADE 
SEMPRE DEVEM VIR NA INTRODUÇÃO TAMBÉM 
PARA DEMONSTRAR QUE O PROBLEMA 
ACONTECE HOJE. 
 
REPERTÓRIOS PRÓS ARGUMENTOS: 
 
1) Falta de consciência social ✔ 
2) Negligência familiar ✔ 
3) Negligência governamental/ Estatal ✔ 
4) Insuficiência legislativa (Especificar a lei no desenvolvimento) ✔ 
5) Lacuna educacional ✔ 
6) Desigualdade social ✔ 
7) Silenciamento social ✔ 
8) Má influência midiática ✔ 
9) Legado histórico ✔ 
 
1) Hans Jonas (FILÓSOFO ALEMÃO) 
 
 
Segundo Hans Jonas, filósofo alemão, uma sociedade 
saudável deve ser capaz de reconhecer e amenizar suas 
enfermidades sociais. (CONECTIVO DE CONTRADIÇÃO), o 
pensamento de Jonas é contrariado (EXPLICAÇÃO + TEMA) 
 
2) Talcott Parsons (SOCIÓLOGO ESTADUNIDENSE) 
 
Conforme Talcott Parsons, sociólogo estadunidense, a 
família é uma máquina que produz personalidades humanas. 
(CONECTIVO DE CONTRADIÇÃO), a tese de Parsons é 
deturpada (EXPLICAÇÃO+TEMA) 
 
3) Aristóteles (PENSADOR GREGO) 
 
Consoante ao livro “Ética e Nicômaco”, do pensador grego 
Aristóteles, a política existe para garantir a felicidade dos 
cidadãos. (CONECTIVO DE CONTRADIÇÃO), a ideia do autor 
não se materializa-se (EXPLICAÇÃO+TEMA) 
 
4) Gilberto Dimenstein (JORNALISTA BRASILEIRO) 
 Na obra “O Cidadão de Papel”, o jornalista brasileiro Gilberto Dimenstein discorre 
sobre a inefetividade das leis constitucionais. Sob essa lógica, é notável que a 
concepção de Dimenstein vai de encontro com o dilema da/de/do TEMA, uma vez 
que apesar de existirem prerrogativas que prezem pelos cidadãos, elas se aplicam 
apenas em teoria (COLOCAR A LEI E EXPLICAR) 
5) Immanuel Kant ( FILÓSOFO PRUSSIANO) 
 
Conforme Immanuel Kant, filósofo prussiano, o ser humano é 
resultado da educação que teve. (CONECTIVO DE CONTRADIÇÃO), 
apesar da ideologia de Kant está correta, ela não se aplica na temática 
da/do/de (TEMA+EXPLICAÇÃO) 
 
6) São Tomás de Aquino (TEÓLOGO ITALIANO) 
 
São Tomás de Aquino, teólogo medieval, defendeu que todas as 
pessoas precisam ser tratadas com a mesma importância. (CONECTIVO 
DE CONTRADIÇÃO), a premissa de Aquino não é encontrada no/na 
TEMA, (EXPLICAÇÃO) 
 
7) Martha Medeiros (ESCRITORA BRASILEIRA) 
 
Em consonância a isso, Martha Medeiros, escritora brasileira, afirma 
que o indivíduo silencia tudo aquilo que possa vir à tona. 
Analogamente, nota-se que a opinião de Martha relaciona-se com 
o/a/á TEMA, (EXPLICAÇÃO) 
 
8) Pierre Bourdineu (SOCIÓLOGO FRANCÊS) 
 
Conforme Pierre Bourdineu, sociólogo francês, “aquilo que foi criado 
para para se tornar instrumento de democracia direta não pode ser 
convertida em mecanismo de opressão simbólica. ( CONECTIVO DE 
CONTRADIÇÃO), o posicionamento de Bourdineu é invalidado (TEMA 
+EXPLICAÇÃO) 
 
10) NESSE ARGUMENTO DEVE SE USAR UM REPERTÓRIOS HISTÓRICO 
RELACIONADO AO TEMA . 
 
• USA-SE CONECTIVO DE ASSEMELHACAO QUANDO O PERÍODO 
TIVE SEMELHANÇA COM O TEMA 
• DE CONTRADIÇÃO QUANDO NÃO TIVER 
 
 
LEMBRETE: SEMPRE QUE FOR COLOCAR DADO ESTATÍSTICOS 
COLOQUE SEMPRE A DATA QUE FOI PUBLICADO E QUEM 
PUBLICOU .