A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
CÂNCER DE COLO UTERINO - PERGUNTAS E RESPOSTAS (segundo a FEBRASGO):

Pré-visualização|Página 1 de 1

CÂNCER DE COLO UTERINO - PERGUNTAS E RESPOSTAS (segundo a FEBRASGO):


1. Quais os fatores de risco? 

R: HPV 16, 18; Tabagismo; Início precoce da vida sexual (>15 anos), grande número de parceiros e história de verrugas genitais.


2. Qual o quadro clínico, sinais e sintomas do câncer do colo do útero? 

R: Inicialmente é assintomático, e dependendo do local onde avança apresenta diferentes sintomas (alteração do hábito intestinal, disúria, hematúria, dor em baixo ventre, corrimento amarelo ou sanguinolento);


3 Quais as recomendações atuais para prevenção? 

R: Feita por medidas educativas, vacinação, rastreamento, diagnóstico e tratamento das lesões subclínicas.


4. Quais as vacinas disponíveis e recomendações de uso? 

R:Tetravalente, que protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18.


5. Quais as recomendações atuais para rastreamento?

R: O rastreamento do câncer do colo do útero deve ser realizado pelo exame citológico. As recomendações são de iniciar o rastreamento aos 25 anos em mulheres (gestantes ou não gestantes) que já iniciaram atividade sexual. Após dois exames negativos realizados com intervalo de um ano, os próximos devem ser realizados a cada 3 anos. Pode cessar o rastreio em mulheres com mais de 64 anos após 2 exames seguidos negativos nos últimos cinco anos.


6. Qual o papel do exame de Papanicolau? 

R: Tem como objetivo detectar células negativas ou positivas para neoplasia intraepitelial ou malignidade na ectocérvice e endocérvice de mulheres com colo aparentemente normal. O exame baseia-se no grau de perda da maturação citoplasmática, presença de figuras mitóticas anormais e modificações na forma e tamanho do núcleo. Bethesda classifica os resultados.


7. Quem deve fazer colposcopia? 

R: Propedêutica complementar para mulheres com resultados de citologia cervical positivos nos programas de rastreamento.