A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Cárie Dental I

Pré-visualização | Página 1 de 1

 
 Processo de destruição localizada dos tecidos duros do dente; 
 Dissolução da fase mineral, principalmente os cristais de 
hidroxiapatita, por ácidos produzidos pela fermentação de 
microorganismos; 
 Doença multifatorial de difícil controle; 
 Considerada uma epidemia. 
 Desequilíbrio do processo desmineralização-remineralização 
(des-re); 
 
✓ Microorganismos 
▪ Streptococcus Mutans: Início do desenvolvimento 
▪ Lactobacillus: Desenvolvimento tardio 
▪ Actinomyces: Cárie radicular 
✓ Hospedeiro 
✓ Substrato 
▪ Tipo de carboidrato 
▪ Frequência de ingestão 
▪ Difícil controlar o hábito do paciente 
✓ Tempo 
▪ Velocidade na progressão determina o surgimento das 
cavidades. 
✓ Saliva 
▪ Pacientes com xerostomia ou hipossalivação têm maiores 
chances de desenvolver cárie; 
▪ Capacidade tampão: Neutralização de ácidos. 
 
1. Película Adquirida 
▪ Acelular 
▪ Formação espontânea por processos iônicos 
▪ Adesão bacteriana 
▪ 0,1 a 0,3 mm de espessura 
▪ Não causa danos 
▪ Presença de proteínas salivares 
2. Biofilme Dental 
▪ Ocorre quando as bactérias são capazes de colonizar e 
crescer na superfície do dente. 
▪ Ocorre após 8h 
▪ Agregados bacterianos aderidos ao dente ou prótese 
3. Amadurecimento do Biofilme 
▪ Adsorção contínua de bactérias ao biofilme; 
▪ Ocorre após 7 dias sem dissolução. 
4. Cárie dentária 
 
 
TIPO DE LESÃO EM ESMALTE EM DENTINA 
ATIVA Mancha branca 
Rugosa 
Opaca 
Tecido amolecido 
Coloração clara 
(marrom) 
INATIVA Mancha branca 
Lisa 
Brilhante 
Tecido Duro 
Cor escurecida 
Perda de material inicial Mancha branca Cavitação 
✓ Mancha Branca 
▪ Não é cárie 
▪ É uma desmineralização superficial do esmalte 
▪ Higienização e aplicação de flúor 
 
 
 
 
✓ Quanto a evolução: 
 AGUDA CRÔNICA 
- Desenvolvimento rápido. 
- Maior frequência em 
crianças e jovens. 
- Promove dor 
- Coloração clara 
- Consistência macia 
- Evolução lenta 
- Coloração castanha-escura 
- Não há dor 
- Consistência dura e seca 
- Formação de dentina 
reacionária 
 
 
 
Cárie Dentária I 
Ph 5,5 – Perda de cálcio e potássio; Início da desmineralização. 
Ph Neutro – Remineralização, ganho de cálcio e potássio. 
 
Mancha branca ativa Mancha branca inativa 
✓ Quanto a localização: 
▪ Cárie de Fóssulas e Fissuras: Oclusal de molares e 
pré-molares e sulcos linguais dos dentes anteriores. 
 
▪ Cárie de superfícies lisas: Localizadas no terço 
cervical das superfícies vestibulares e linguais de todos 
os dentes, 
 
✓ Quanto ao tipo de processo: 
▪ Primária: Início em cicatrículas e fissuras e 
superfícies lisas de dentes hígidos 
 
 
 
▪ Segundária: Reincidentes detectadas ao redor de 
restaurações. 
 
 
 
 
✓ Primária: Dentina original e regular, formada antes da 
erupção do dente
✓ Secundária: Se forma devido aos estímulos de baixa 
intensidade, decorrente da função biológica normal 
durante a vida
✓ Terciária: Desenvolve-se devido a irritações intensas 
como a cárie aguda, erosão, abrasão, irritações 
mecânicas, térmicas, químicas e elétricas.
✓ Dentina esclerótica: Presença de túbulos dentinários 
obliterados com material calcificado