A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Adequação de resolução de conflitos EXERCICIO UNIDADE 02

Pré-visualização | Página 1 de 2

PERGUNTA 1
1. Existem algumas técnicas de negociação, os autores Hidal e Sampaio (2016, p. 337-338) destacam duas modalidades de Negociação, sendo a Negociação Distributiva e a Negociação Integrativa. Assinale a alternativa que apresenta o conceito de Negociação Distributiva.
HIDAL, Eduardo Tabacow; SAMPAIO, Lia Regina Castaldi. Negociação e suas técnicas. In: BACELLAR, Roberto Portugal; LAGRASTA, Valeria Ferioli. Conciliação e mediação: ensino em construção. São Paulo: Ipam, 2016
	
	
	presume que os recursos a serem negociados são fixos, de tal maneira que o ganho de um negociador resulta em uma perda para o outro.
	
	
	está relacionada a um tratamento entre as partes mais competitivo, possuindo interesses controversos e, na maioria das vezes, colidentes.
	
	
	os negociadores procuram resolver uma disputa de maneira que maximize os seus interesses respectivos.
	
	
	é aquela na qual as pessoas que estão negociando assumem uma postura facilitadora em relação à outra.
	
	
	se caracteriza quando um dos interlocutores objetiva maximizar vitórias sobre o outro, é o chamado ganha-perde.
1 pontos   
PERGUNTA 2
1. A Negociação é um meio adequado de resolução de conflitos que pertence à estrutura clássica da autocomposição. Existem três estruturas clássicas de resolução de conflitos: a autotutela, a autocomposição e heterocomposição Assinale a alternativa que apresenta a correta conceituação de autocomposição.
	
	
	resolução de conflitos sem a intervenção de terceiros, pela qual se chega a uma solução a partir da sobreposição do mais forte, ou seja, não há consenso.
	
	
	estrutura clássica de resolução de conflitos, pela qual há a faculdade de possuir ou não a intervenção de terceiros, sendo que as partes buscam uma solução conjunta e consensual.
	
	
	resolução de um conflito por meio da intervenção de um terceiro convocados pelas partes em conflito, podendo ser um árbitro ou um Juiz.
	
	
	resolução de conflitos com a intervenção de terceiros, pela qual se chega a uma solução a partir da sobreposição do poder parental.
	
	
	resolução de um conflito por meio da intervenção do poder parental, convocados pelas partes em conflito.
1 pontos   
PERGUNTA 3
1. O Design de Sistemas de Disputas, tradução do nome original Dispute System Design
(DSD), consiste em um método aplicável aos meios adequados de resolução de conflitos. Assinale a alternativa que apresenta a correta conceituação de DSD.
	
	
	resolução de um conflito por meio da intervenção de um terceiro convocados pelas partes em conflito, podendo ser um árbitro ou um Juiz.
	
	
	refere-se à resolução de conflitos sem a intervenção de terceiros, pela qual se chega a uma solução a partir da sobreposição do mais forte, ou seja, não há consenso.
	
	
	consiste em método no qual o conflito é visualizado, buscando criar um modelo que permita atender as prioridades destacadas por ele a partir da análise realizada.
	
	
	consiste em método no qual o conflito é previsto, buscando criar um modelo que permita atender as prioridades destacadas por ele a partir da análise desta previsão.
	
	
	está relacionada a um tratamento entre as partes mais competitivo, possuindo interesses controversos e, na maioria das vezes, colidentes.
1 pontos   
PERGUNTA 4
1.  A Negociação é um meio adequado de resolução de conflitos que pertence à estrutura clássica da autocomposição. Existem três estruturas clássicas de resolução de conflitos: a autotutela, a autocomposição e heterocomposição Assinale a alternativa que apresenta a correta conceituação de heterocomposição.
	
	
	resolução de conflitos com a intervenção de terceiros, pela qual se chega a uma solução a partir da sobreposição do poder parental.
	
	
	resolução de conflitos sem a intervenção de terceiros, pela qual se chega a uma solução a partir da sobreposição do mais forte, ou seja, não há consenso.
	
	
	resolução de um conflito por meio da intervenção do poder parental, convocados pelas partes em conflito
	
	
	estrutura clássica de resolução de conflitos, pela qual há a faculdade de possuir ou não a intervenção de terceiros, sendo que as partes buscam uma solução conjunta e consensual.
	
	
	resolução de um conflito por meio da intervenção de um terceiro convocados pelas partes em conflito, podendo ser um árbitro ou um Juiz.
1 pontos   
PERGUNTA 5
1. A Justiça Restaurativa tem um espírito voltado para resolução amigável do conflito entre as partes, mas, mais que isso, assume um viés que busca recuperar ou restaurar as relações sociais, seu surgimento se deu em 2005, com três programas pioneiros nos estados.
Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, quais foram estes três estados.
	
	
	Pernambuco, Paraná e São Paulo.
	
	
	Rio Grande do Norte, São Paulo e Minas Gerais.
	
	
	Rio de Janeiro, Santa Catarina e Bahia.
	
	
	Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina.
	
	
	Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal.
1 pontos   
PERGUNTA 6
1. A Justiça Restaurativa deve observar quatro princípios constantes na Resolução 225/2016 do Conselho Nacional de Justiça quando fala em “Enfoque Restaurativo”. Avalie as alternativas que menciona estes princípios e indique qual alternativa apresenta sequência correta.
I- princípio da corresponsabilidade.
II- princípio da reparação do dano.
III- princípio da negociação adversarial.
IV- princípio da consensualidade.
V- princípio da confidencialidade.
	
	
	apenas as sentenças I e II estão corretas.
	
	
	apenas a sentença III está correta.
	
	
	as sentenças I, II e III estão corretas.
	
	
	as sentenças I, II, IV e V estão corretas.
	
	
	apenas as sentenças III e IV estão corretas.
1 pontos   
PERGUNTA 7
1. Existem algumas técnicas de negociação, os autores Hidal e Sampaio (2016, p. 337-338) destacam duas modalidades de Negociação, sendo a Negociação Distributiva e a Negociação Integrativa. Assinale a alternativa que apresenta o conceito de Negociação Integrativa.
HIDAL, Eduardo Tabacow; SAMPAIO, Lia Regina Castaldi. Negociação e suas técnicas. In: BACELLAR, Roberto Portugal; LAGRASTA, Valeria Ferioli. Conciliação e mediação: ensino em construção . São Paulo: Ipam, 2016
	
	
	é aquela na qual as pessoas que estão negociando assumem uma postura facilitadora em relação à outra.
	
	
	está relacionada a um tratamento entre as partes mais competitivo, possuindo interesses controversos e, na maioria das vezes, colidentes
	
	
	presume que os recursos a serem negociados são fixos, de tal maneira que o ganho de um negociador resulta em uma perda para o outro.
	
	
	se caracteriza quando um dos interlocutores objetiva maximizar vitórias sobre o outro, é o chamado ganha-perde.
 
	
	
	os negociadores procuram resolver uma disputa de maneira que maximize os seus interesses respectivos.
1 pontos   
PERGUNTA 8
1. São princípios que orientam a Justiça Restaurativa: a corresponsabilidade, a reparação dos danos, o atendimento às necessidades de todos os envolvidos, a informalidade, a voluntariedade, a imparcialidade, a participação, o empoderamento, a consensualidade, a confidencialidade, a celeridade e a urbanidade. São observados nos cinco parágrafos do artigo 2º. Avalie os parágrafos abaixo e indique qual alternativa apresenta sequência correta.
I- Para que o conflito seja trabalhado no âmbito da Justiça Restaurativa, é necessário que as partes reconheçam como verdadeiros os fatos essenciais, sem que isso implique admissão de culpa em eventual retorno do conflito ao processo judicial.
II- É condição fundamental para que ocorra a prática restaurativa, o prévio consentimento, livre e espontâneo, de todos os seus participantes, assegurada a retratação a qualquer tempo, até a homologação do procedimento restaurativo.
III- Os participantes devem ser informados sobre o procedimento e sobre as possíveis consequências de sua participação, bem como do seu direito de solicitar orientação jurídica em qualquer estágio do procedimento.
IV- Todos os participantes deverão ser tratados de forma justa e digna, sendo assegurado o mútuo respeito entre as partes, as quais serão auxiliadas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.