A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resumo Fluxograma no tratamento de diabetes

Pré-visualização | Página 1 de 1

O TRATAMENTO 
O tipo de tratamento depende do tipo da doença e das metas de controles a serem buscadas, levando em •
consideração muitos fatores, como: idade e condição social. 
INSULINOTERAPIA - DM1 
Há uma produção de glicose pelo fígado, •
necessitando de insulina basal, podendo usar as: 
Ultralentas ◦
Lentas ◦
Intermediárias ◦
Para glicose prandial, é importante aplicar dois tipos de •
insulina: 
Rápida ◦
Ultrarrápida ◦
 
OS ANTIDIABÉTICOS 
Reduzem a resistencia insulinica. 1.
Estimulam a celula beta do pancreas a secretar mais insulina. 2.
Reduzem ou retardam a absorção intestinal da glicose. 3.
Incretinomiméticas 4.
Atuam sobre o tubulo renal com glicosuria. 5.
SENSIBILIZADORES DE INSULINA 
 
METFORMINA (GLIFAXE XR) •
Ativa a AMPK nos órgãos (músculo, fígado, tecido adiposo e pâncreas) ◦
Melhora a sensibilidade da insulina. ◦
Incentiva a produção de lactato. ◦
Custo baixo, efeitos colaterais no trato gastrointestinal, diminui a HbA1, baixo risco de hipoglicemia e ◦
não possui efeito no peso do paciente. 
Contra-indicado em insuficiencia renal e cardíaca graves, além de cirrose hepática. ◦
GLITAZONA (DIAMICRON MR ou GLIBENCAMIDA) •
Ativa o PPAR-gama, aumentando a captação de glicose pela insulina. ◦
Se a atividade pancreática estiver baixa, não faz sentido usar este medicamento. ◦
Ação mais longa. ◦
Reduz a glicada entre 1% e 1,5%. ◦
Contra-indica em insuficiência cardíaca, na gravidez e lactação. ◦
Risco de câncer de bexiga, osteoporose, ganho de peso e de edema. ◦
INIBIDORES DA ALFA GLICOSIDADE •
Está em desuso. ◦
Inibidores da ação a -glicosidae, ou seja, retardo na digestão e absorção dos carboidratos complexos. ◦
Mais eficiente na redução da glicemia pós-prandial. ◦
Moderar efeito redutor HbAc1. ◦
Efeitos gastrointestinais tem grande prevalência. ◦
INCRETINOMIMÉTICOS •
Hormônios produzidos pelo Intestino Delgado (mediante alimentação) com função de estimular ‣
secreção de insulina pelas células pancreáticas. 
GIP e GLP-1 são hormônios que estimulam a secreção de insulina e aumentam a captação de ‣
glicose nos tecidos periféricos. 
INIBIDORES DE DIPEPTIDIL PEPTIDASE 4 (DPP4) ◦
Essas enzimas desativam a DPP4, impedindo que haja impedimento na ação da GIP e GLP-1, ‣
mantendo o estimulo de liberação de insulina. 
É neutro na questão do peso. ‣
ANÁLOGOS DE GLP-1 ◦
Simulam a ação desse hormonio. ‣
INIBIDORES DE SGLT-2 (dapagliforzina) •
Inibe os transportadores de glicose no túbulo contorcido proximal, aumentando a excreção de glicose ◦
na urina. 
Auxiliam na redução de peso. ◦