A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
SUBSTITUIÇÃO PROCESSUAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO – SUBSTITUIÇÃO PROCESSUAL 
*SUBSTITUIÇÃO PROCESSUAL 
Quando vai se ajuizar a ação se atua em nome próprio defendendo meu próprio 
direito. 
*O substituto processual vai atuar em nome próprio e defender o direito alheio 
Ex.: Sindicato – possui legitimidade extraordinária – atua em nome dele sindicato, 
defendendo direito alheio, da categoria, de um grupo de classes. 
Art. 18 CPC. Ninguém poderá pleitear direito alheio em nome próprio, salvo quando 
autorizado pelo ordenamento jurídico. 
*RESPONSABILIADE POR DANO PROCESSUAL 
*Litigância de má fé – todas as partes do processo devem atuar de boa fé, lealdade, 
probidade. 
*LITIGANTE DE MÁ FÉ RESPONDE POR PERDAS E DANOS – LITIGANTE DE MÁ 
FÉ PODE SER O RECLAMANTE, O RECLAMADO OU QUALQUER 
INTERVENIENTE. 
*CONDENAÇÃO PELA LITIGÂNCIA DE MÁ FÉ: 
*Pode ser de ofício 
*Mediante requerimento 
*Valor da condenação 
1. Superior a 1% e inferior a 10% sobre o valor corrigido da causa (multa) + 
honorários advocatícios + despesas efetuadas pela outra parte. 
Art. 793-A CLT. Responde por perdas e danos aquele que litigar de má-fé como 
reclamante, reclamado ou interveniente. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
 Art. 793-B. Considera-se litigante de má-fé aquele que: (Incluído pela Lei nº 
13.467, de 2017) 
I - deduzir pretensão ou defesa contra texto expresso de lei ou fato 
incontroverso; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
II - alterar a verdade dos fatos; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
III - usar do processo para conseguir objetivo ilegal; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 
2017) 
IV - opuser resistência injustificada ao andamento do processo; (Incluído pela Lei nº 
13.467, de 2017) 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
V - proceder de modo temerário em qualquer incidente ou ato do processo; (Incluído 
pela Lei nº 13.467, de 2017) 
VI - provocar incidente manifestamente infundado; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 
2017) 
VII - interpuser recurso com intuito manifestamente protelatório. (Incluído pela Lei nº 
13.467, de 2017) 
 Art. 793-C. De ofício ou a requerimento, o juízo condenará o litigante de má-fé a 
pagar multa, que deverá ser superior a 1% (um por cento) e inferior a 10% (dez por 
cento) do valor corrigido da causa, a indenizar a parte contrária pelos prejuízos que 
esta sofreu e a arcar com os honorários advocatícios e com todas as despesas que 
efetuou. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
§ 1o Quando forem dois ou mais os litigantes de má-fé, o juízo condenará cada um 
na proporção de seu respectivo interesse na causa ou solidariamente aqueles que 
se coligaram para lesar a parte contrária. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
§ 2o Quando o valor da causa for irrisório ou inestimável, a multa poderá ser fixada 
em até duas vezes o limite máximo dos benefícios do Regime Geral de Previdência 
Social. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
§ 3o O valor da indenização será fixado pelo juízo ou, caso não seja possível 
mensurá-lo, liquidado por arbitramento ou pelo procedimento comum, nos próprios 
autos. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
*SE SE TRATAR DE UM VALOR DA CAUSA MUITO BAIXO OU IMENSURÁVEL O 
JUIZ APLICARÁ A MULTA EM ATÉ DUAS VEZES DO REGIME GERAL DE 
PREVIDÊNCIA SOCIAL. 
*APLICAÇÃO DA MULTA POR LITIGÂNCIA DE MÁ FÉ A TESTEMUNHA – SE ELA 
DOLOSAMENTE, INTENCIONALMENTE ELA FALSEAR A VERDADE OU OMITIR 
UM PONTO QUE É DE ESTREMA RELEVÂNCIA PARA O BEM JURÍDICO DA 
CAUSA. A MULTA SERÁ APLICADA NA SENTENÇA – ANTES DA MULTA SER 
APLICADA O JUIZ ABRE A TESTEMUNHA O CONTRADITÓRIO E AMPLA 
DEFESA E A POSSIBILIDADE DE SE RETRATAR. 
 Art. 793-D. Aplica-se a multa prevista no art. 793-C desta Consolidação à 
testemunha que intencionalmente alterar a verdade dos fatos ou omitir fatos 
essenciais ao julgamento da causa. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del5452.htm#art793c
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1
 
Sd jurisadvogando – Sandra Mara Dobjenski 
 
Parágrafo único. A execução da multa prevista neste artigo dar-se-á nos mesmos 
autos. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) 
 
 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm#art1