A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
QUESTÕES RESPONDIDAS-LABORATÓRIO DE PRÁTICAS FUNCIONAIS

Pré-visualização | Página 1 de 2

Perguntas do Roteiro Respostas 
 
1) Diferencie hemodiálise 
de 
hemodiafiltração e 
diálise peritoneal, 
exemplifique cada uma. 
  
 Hemodiálise--> Hemodiálise é o procedimento através do qual 
uma máquina filtra e limpa o sangue, fazendo parte do trabalho 
que o rim doente não pode fazer. O procedimento retira do corpo 
os resíduos prejudiciais à saúde, como o excesso de sal e de 
líquidos. Também controla a pressão arterial e ajuda o organismo a 
manter o equilíbrio de substâncias como sódio, potássio, ureia e 
creatinina. 
 
Hemodiafiltração-->A hemodiafiltração é a terapêutica mais 
moderna da atualidade, segundo pesquisas científicas. Há uma 
série de substâncias não filtradas na diálise convencional que são 
retiradas do sangue na hemodiafiltração. Essa maior eficiência tem 
impacto direto nos resultados do tratamento, como mostram 
estudos recentes. 
Na hemodiafiltração, elevados volumes de solução produzida com 
água ultra-pura são infundidos e simultaneamente filtrados do 
espaço vascular do paciente, resultando em uma melhor remoção 
de toxinas do que na hemodiálise convencional. O procedimento é 
mais eficiente, pois exerce uma pressão maior para “arrastar” essas 
substâncias tóxicas e o excesso de água para fora do sangue. 
Com isso, moléculas mais “pesadas” podem ser descartadas, 
reduzindo a incidência de desmineralização óssea (que leva a 
fraturas), inflamações, desnutrição, anemia, hipertensão arterial, 
insuficiência cardíaca e neuropatias, além da redução do risco de 
infecções. 
Assim como na hemodiálise, o tratamento pode ser feito de três a 
seis vezes por semana, conforme a necessidade. A maior eficiência 
na filtragem de substâncias, tem impacto direto na qualidade de 
vida dos pacientes. Como resultado do tratamento existe uma 
concentração de toxinas menor no sangue assim, o paciente pode 
levar uma vida o mais próxima do normal possível tendo uma 
alimentação menos restritiva. 
 
Pacientes em hemodiálise com maior indicação para esta 
modalidade de tratamento: 
 Risco cardiovascular elevado. 
 Carência nutricional severa. 
 Alterações hemodinâmicas. 
 Hiperfosfatemia severa. 
 Resistência ao uso de estimulantes da eritropoiese. 
 Complicações tardias da hemodiálise. 
 
 
Diálise peritoneal -->É uma opção de tratamento através do qual o 
processo ocorre dentro do corpo do paciente, com auxílio de um 
filtro natural como substituto da função renal. Esse filtro é 
denominado peritônio. É uma membrana porosa e semipermeável, 
que reveste os principais órgãos abdominais. O espaço entre esses 
órgãos é a cavidade peritoneal. Um líquido de diálise é colocado na 
cavidade e drenado, através de um cateter (tubo 
 
flexível biocompatível). 
 
 
 
 
 
2) Diferencie os processos 
de difusão facilitada e 
osmose e de exemplos de 
transportes de 
membrana que utilizam 
a difusão facilitada e a 
osmose. 
 DIFUSÃO FACILITADA➔ Depende da interação das proteínas 
carreadoras com as substâncias ou íons a serem transportados. 
Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns 
aminoácidos têm tamanho superior a 8 Angstrons, o que impede a 
sua passagem através dos poros. São, ainda, substâncias não 
solúveis em lipídios, o que também impede a sua difusão pela 
matriz lipídica da membrana. No entanto, estas substâncias passam 
através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com 
o trabalho de proteínas carregadoras (proteínas transportadoras). 
OSMOSE ➔ É o fluxo de água por uma membrana semipermeável, 
a partir de um compartimento em que a concentração de solutos é 
menor, para aquele em que a concentração de solutos 
é maior.Exemplo: Na+ e H2O, a água iá se deslocar até o Na+ no 
intuito de dissolvê-lo. 
 
  
 3) Diferencie transporte 
ativo de transporte 
passivo e de exemplos de 
transportes de 
membrana realizados 
por transporte ativo e 
passivo. 
  
 
ATIVO: - Primário - Bombas ativas - Secundário - Co-transporte - 
Contra Transporte - Fagocitose - Pinocitose - Exocitose 
✓ Processo de transporte transmembrana, realizado por proteínas 
transportadoras, com gasto de energia (ATP) ➔ contra gradiente 
✓ Exemplos de transporte ativo: 
 •Bomba de Na+ K+ ATPase 
•Bomba Ca++ ATPase 
 •Bomba H+ ATPase 
•Bomba H+ / K + ATPase 
 
 
PASSIVO: - Difusão - Simples - Facilitada - Osmose - Osmolaridade - 
Pressão osmótica 
✓ Moléculas proteicas atravessam a membrana e atuam como 
POROS. Quando abertos, permitem a passagem dos solutos. 
Glicose e alguns aminoácidos ➔ penetram por difusão facilitada 
  
 4) Qual a importância 
da bioquímica e da 
biofísica das 
membranas? 
  
  O modelo de mosaico fluido prevê a passagem seletiva de íons 
pelas proteínas intrínsecas, que são chamadas de canais ou 
bombas. Outra característica do modelo é liberdade de 
movimentação das proteínas na bicamada lipídica. De acordo com 
características básicas do modelo, mosaicismo e difusão, previu-se 
a liberdade lateral e rotatória, assim como a distribuição aleatória 
de componentes moleculares na membrana celular. 
  
5) Em certas situações 
clínicas utiliza-se os 
processos de diálise como 
forma de tratamento. Cite 
exemplos de patologias 
 Em pessoas com insuficiência renal, muitos médicos 
recomendam diálise quando os exames de sangue mostram que os 
rins não conseguem mais filtrar os resíduos adequadamente e o 
acúmulo desses produtos causa problemas. Para a lesão renal 
aguda, muitos médicos continuam a diálise até os resultados dos 
exames de sangue da pessoa indicarem que a função renal foi 
 
nas quais a diálise tem 
aplicação clínica. 
  
  
restaurada. Para pessoas com doença renal crônica, a diálise pode 
ser usada como terapia de longo prazo ou como uma medida 
temporária até surgir a possibilidade de um transplante renal. 
Também se pode utilizar a diálise a curto prazo, para eliminar 
certos líquidos, certos medicamentos ou toxinas do corpo. 
 
  
6) Qual a característica da 
célula indica que a mesma 
se encontra em uma 
solução isotônica, 
hipotônica e 
hipertônica? 
  
Solução Isotônica 
 A solução e a porcentagem de soluto são as mesmas dentro da 
célula que na solução fora da célula. Portanto, usando os números 
acima, uma célula colocada em uma solução de água com NaCl de 
0,9% está em equilíbrio. Assim, a célula permanece do mesmo 
tamanho. A solução é isotônica em relação à célula. 
 
Solução Hipertônica 
A solução flui de uma maior concentração de água para uma menor 
concentração de água. Isto é para diluir áreas com maiores 
concentrações de soluto, de modo que o equilíbrio possa ser 
alcançado. Sendo que a solução externa é de 90% de água, 
enquanto o interior contém 99,1% de água, a água flui do interior 
da célula para a solução externa para diluir as áreas altas da 
concentração de soluto. Portanto, a célula perde água e encolhe. 
 
Solução Hipotônica 
Uma solução hipotônica é uma solução que contém menos soluto 
que a célula que é colocada nele. Se uma célula com uma 
concentração de NaCl é colocada numa solução de água destilada, 
que é água pura sem substâncias dissolvidas, a solução no exterior 
da célula é 100% de água e 0% de NaCl. Dentro da célula, a solução 
é 99,1% de água e 0,9% de NaCL. A água, novamente, passa de uma 
concentração mais alta para uma concentração mais baixa para 
dissolver a concentração de soluto para alcançar o equilíbrio. 
Assim, a água vai da solução de água destilada para o interior da 
célula para diluir a concentração de soluto dentro da célula. Como 
consequência, a célula inunda e, possivelmente, explode. Assim, 
colocar uma célula com soluto em uma solução de água destilada 
causará inchaço e possível estouramento da célula. 
 
Referências: http://professor.pucgoias.edu.br/sitedocente/admin/arquivosUplo
ad/17272/material/AULA%203%20-
%20Transporte%20atrav%C3%A9s%20da%20membrana%203.pdf 
 
http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2988-hemodialise