A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Aula_01_MidiaOnlineProdução de conteúdo

Pré-visualização | Página 1 de 5

PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 1 
Aula 1: A mídia tradicional e a mídia digital .................................................................................. 2 
 ............................................................................................................................. 2 Introdução
 ................................................................................................................................ 4 Conteúdo
A mídia tradicional e a sociedade................................................................................... 4 
Características do rádio .................................................................................................... 6 
O rádio ................................................................................................................................. 6 
As transmissões de televisão ........................................................................................... 7 
O surgimento da mídia digital e a concorrência enfrentada pela mídia 
tradicional ........................................................................................................................... 8 
As mídias digitais ............................................................................................................... 9 
O processo de transformação tecnológica ................................................................ 10 
A revolução tecnológica ................................................................................................ 10 
Demais aspectos acerca da revolução tecnológica .................................................. 11 
........................................................................................................................... 12 Referências
 ......................................................................................................... 13 Exercícios de fixação
Chaves de resposta ..................................................................................................................... 17 
 ..................................................................................................................................... 17 Aula 1
Exercícios de fixação ....................................................................................................... 17 
 
 
 
 PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 2 
 
Introdução 
Ao longo de sua história, o homem passou a consumir diferentes conteúdos de 
informação tais como livros, jornais, revistas, rádio e a televisão. 
 
Foi no final do século XX, no entanto, que a revolução da tecnologia da 
informação ganhou espaço e moldou novos formatos de produção e consumo 
de conteúdo, de forma digital e em volumes e velocidades até então jamais 
encontrados. 
 
O papel exercido pelos veículos de comunicação chamados tradicionais, como a 
mídia impressa (jornais e revistas), o rádio e a televisão, vem sofrendo uma 
grande concorrência da internet e das chamadas novas mídias, agora presentes 
não só nos computadores, mas também em dispositivos móveis como tablets e 
aparelhos celulares inteligentes (os chamados smartphones). É notório o poder 
que a mídia exerce em nossa sociedade. 
 
A imprensa e os meios de comunicação e propaganda têm o poder de 
influenciar comportamentos e hábitos de consumo do homem, principalmente 
quando se trata da influência dos denominados veículos de massa, como o 
rádio e a televisão. 
 
 
 PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 3 
No final do século XX, surgiu uma nova e revolucionária mídia, a internet, que 
chegou para desafiar padrões até então estabelecidos pela agora conhecida 
como “mídia tradicional” ou “velha mídia”. 
 
A web oferece uma gama de opções jamais vista do ponto de vista de 
segmentação, colidindo com as principais características das mídias tradicionais, 
entre elas a necessidade de falar para públicos heterogêneos. 
 
A rede mundial de computadores e seus produtos ofertados (sites, blogs e, 
mais recentemente, as mídias sociais) permitem uma segmentação de conteúdo 
jamais vista até então, propiciando a comunicação para grupos e segmentos 
específicos, tanto do ponto de vista de produção de conteúdo (jornalístico, de 
entretenimento ou publicitário). Esses assuntos serão abordados nesta aula. 
 
Objetivo: 
1. Identificar as características da mídia tradicional e sua importância como 
fonte de informação e conteúdo para a sociedade contemporânea; 
2. Apontar as principais diferenças entre as mídias tradicionais e as mídias 
digitais. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 4 
Conteúdo 
A mídia tradicional e a sociedade 
As mídias de massa 
A história da sociedade é contada pela imprensa. É a mídia a responsável por 
registrar o cotidiano das cidades, de seus personagens e cenários. 
 
As mídias de massa atingem um grande público e têm grande credibilidade, 
conquistada ao longo de anos como referência de distribuição de informação. 
Ainda nos dias de hoje, jornais, revistas, rádios e televisões guardam mais 
credibilidade do que as chamadas novas mídias, representadas de modo 
principal pelas páginas da internet. 
 
As mídias eletrônicas 
As mídias eletrônicas de massa (o rádio e a televisão) são fortes meios de 
propagação e servem, além de transmitir notícias, como propagadores e 
distribuidores de conteúdos de entretenimento. 
 
A propaganda identifica nessas características um meio excelente para a 
divulgação e a criação de reputação e reconhecimento de marcas comerciais, 
fixando suas identidades junto ao público consumidor. 
 
Os periódicos 
O primeiro protagonista da mídia nessa função foi o jornal. Os periódicos eram, 
até os anos 1920, os únicos responsáveis pela distribuição das notícias e 
informações à população. Fatos nacionais e internacionais chegavam à 
população através das páginas dos jornais com a demora de, no mínimo, um 
dia de atraso. A partir daí, o homem começou a conviver com os chamados 
meios de comunicação de massa. Coube ao rádio a primeira transformação na 
forma de transmitir notícias e informações à sociedade. 
 
Observando a figura, podemos verificar que o “mensageiro” da notícia era o 
garoto jornaleiro, responsável pela “distribuição” da informação em papel, 
 
 PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 5 
muitas vezes impressas em edições extras para contar as últimas notícias. Isso 
ficou claramente marcado durante o período da Segunda Guerra Mundial. 
 
Jornais e revistas. 
Os impressos são os mais tradicionais dos meios de comunicação e têm entre 
suas características a ausência de instantaneidade (o leitor pode acessar o 
conteúdo na hora que desejar – é o primeiro exemplo do que poderia ser o 
termo atualmente usado “sob demanda” (on demand, em inglês). O receptor 
não precisa estar conectado para acessar o conteúdo: ele define quando e onde 
lê o conteúdo do jornal. 
 
Se, por um lado, há a comodidade de acesso sob demanda, o impresso não 
tem o imediatismo. Jornais e revistas levam tempo para produzirem e 
publicarem seus conteúdos. 
 
 
Atenção 
 Por sua característica de registrar de forma impressa os fatos da 
sociedade, os jornais (e também as revistas) gozam de enorme 
credibilidade junto à população. O fato de imprimir, registrar no 
papel o conteúdo e necessitar que seu receptor leia prestando 
atenção nessa única atividade, faz da mídia impressa aquela com 
o maior poder de fixação da mensagem, ou o poder de “recall”. 
 
 Rádio e TV 
A partir dos anos 1920, o rádio chegou para apresentar um novo modelo de 
comunicação. Gratuito, democrático e com um componente poderoso, a 
velocidade e o imediatismo como características principais, o rádio rapidamente 
assumiu o papel de mensageiro instantâneo da notícia. 
 
Assim, o rádio e a televisão (que chegou ao Brasil em 1950, e sobre a qual 
trataremos futuramente), são conhecidos como veículos de comunicação de 
 
 PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DIGITAL 6