A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade de Direito Administrativo agente, servidor

Pré-visualização | Página 1 de 1

Atividade de Direito Administrativo 
1. Explique o que é Estabilidade no serviço público. 
 A estabilidade está prevista na Constituição Federal e tem o objetivo de fazer 
com que o Estado funcione de forma ininterrupta sem que o servidor que tem 
estabilidade pode desempenhar suas funções na Administração Pública de forma 
impessoal e isenta independendo das pressões políticas ou outros fatores externos. 
Através do princípio da estabilidade a Constituição estabelece a proteção do interesse 
público coletivo. 
2. Qual a diferença entre sindicância e processo administrativo. 
 Segundo Hely Lopes Meirelles o processo administrativo disciplinar é o meio 
de apuração e punição de faltas graves dos servidores públicos e demais pessoas 
sujeitas ao regime funcional de determinados estabelecimentos da Administração. Já a 
sindicância, segundo ele é o meio sumário de elucidação de irregularidades no serviço 
para subsequente instauração de processo e punição ao infrator, e não tem base para 
punição, equiparável ao inquérito policial em relação à ação penal. É o verdadeiro 
inquérito administrativo que precede o processo administrativo disciplinar. 
 A sindicância é um procedimento investigativo, sendo incabível a 
apresentação de defesa, pois somente pode haver defesa após a formalização de 
acusação, e esta somente se formaliza quando da instauração do processo 
administrativo disciplinar. 
 O procedimento de ambos é muito semelhante, mas há algumas diferenças 
notórias, sendo elas: O prazo de conclusão que para a sindicância, o prazo inicial é de 
30 dias e para o processo administrativo, em regra, é de 60 dias. No processo 
administrativo de rito sumário o prazo é de 30 dias. O número de membros da comissão 
apuradora para o processo administrativo, a comissão deve ser composta por 3 
servidores efetivos, sendo que o processo administrativo de rito sumário e para a 
sindicância destinada a apurar infração de servidores temporários, exige-se 2 servidores 
efetivos. Nos procedimentos investigativos a apuração ocorrer com um único membro 
sindicante. As penalidades aplicáveis a sindicância acusatória somente admite a 
aplicação de advertência e de suspensão de até 30 dias; o processo administrativo 
permite a aplicação de penalidades mais gravosas como a suspensão de até 90 dias, a 
demissão e a cassação de aposentadoria. 
3. Conceitue Agente Público. 
Segundo a Lei 8.429/92 de Improbidade Administrativa o agente público é: 
Todo aquele que exerce, ainda que transitoriamente 
ou sem remuneração, por eleição, nomeação, 
designação, contratação ou qualquer outra forma de 
investidura ou vínculo, mandato, cargo, emprego ou 
função nas entidades mencionadas no artigo 
anterior”. 
 
 O termo é utilizado para determinar qualquer pessoa que age em nome do 
Estado, independente de vínculo jurídico, ainda que atue sem remuneração e 
transitoriamente, é por meio do agente público que o Estado se faz presente e manifesta 
sua vontade nas três esferas de Governo e nos três Poderes. 
 De acordo com Hely Lopes Meirelles os agentes públicos são pessoas físicas 
responsáveis, seja de modo definitivo ou transitório, do exercício de alguma função 
estatal conferido a órgão ou entidade da Administração Pública. Os agentes públicos 
podem ser classificados em agentes políticos, agentes administrativos, agentes 
honoríficos, agente delegados e agentes credenciados. 
Exemplos das classificações de Agentes: 
Agentes políticos 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8429.htm
 Chefes do Poder Executivo (Presidente da 
República, Governadores e Prefeitos) e seus auxiliares (Ministros de Estado, 
Secretários Estaduais e Municipais); 
 Membros do Poder Legislativo (Senadores, Deputados Federais e 
Estaduais e Vereadores); 
 Magistrados; 
 Membros do Ministério Público (Procuradores e Promotores); 
 Membros dos Tribunais de Contas (Ministros e Conselheiros); 
 Diplomatas. 
Agentes administrativos 
 Servidores públicos (Ex: analista previdenciário do INSS); 
 Empregados públicos (Ex: Empregados do Banco do Brasil, da Caixa 
Econômica Federal); 
 Temporários Servidores (Ex: Professores substitutos em universidades 
federais; Contratados para auxiliar em casos de calamidade pública). 
Agentes honoríficos 
 Jurados, mesários eleitorais; 
 Membros dos Conselhos Tutelares. 
Agentes delegados 
 Concessionários e permissionários de serviços públicos; 
 Os leiloeiros; 
 Os tradutores públicos. 
Agentes credenciados 
 Os que recebem a incumbência de representar a administração em 
determinado ato ou certa atividade mediante remuneração do Poder Público. 
 Como um exemplo, quando é preciso que alguma pessoa represente o Brasil 
em determinado evento internacional. 
https://www.politize.com.br/presidente-da-republica-como-e-eleito/
https://www.politize.com.br/presidente-da-republica-como-e-eleito/
https://www.politize.com.br/governadores-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/prefeitos-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/senadores-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/deputados-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/deputados-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/vereadores-como-sao-eleitos/
https://www.politize.com.br/cacd-como-sao-recrutados-os-diplomatas-no-brasil/
https://www.politize.com.br/banco-central/
https://www.politize.com.br/estado-de-calamidade-publica/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.