A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Resenha: COTRIM, G Os novos valores da ciência e a filosofia moderna

Pré-visualização|Página 1 de 1

Resenha: COTRIM, G. Os novos valores da ciência e a filosofia moderna.


Iniciando no período do Renascimento o autor faz uma exposição da evolução da Filosofia e dos valores da ciência moderna, citando grandes nomes como Galileu Galilei e René Descartes.

A forma como as mudanças trazidas durante o Renascimento foram organizadas no texto deixam clara a comparação com o pensamento religioso anteriormente dominante e o contraste entre um mundo centrado em Deus e um mundo centrado no Homem. O universo ganha um novo centro e se torna infinito, a teoria heliocêntrica de Copérnico ganha destaque.

No século XVII o racionalismo vem para mudar os métodos até então aceitos, os pesquisadores buscam então uma base segura para seu raciocínio e a matemática se torna esse método, encarnando o exemplo perfeito de conhecimento integralmente racional.

Após essa introdução pode-se ver a organização do autor, pois ele divide o resto do capitulo em subseções de cada um dos grandes pensadores iniciando com Galileu Galilei, apresentando sua lei da queda livre dos corpos, a construção e aperfeiçoamento do telescópio e sua história com o Tribunal da Inquisição. 

O autor então passa para Francis Bacon e o método indutivo de investigação cientifica e os ídolos e a seguir fala sobre René Descartes, considerado um dos pais da filosofia moderna e sua célebre conclusão: Penso, logo existo.

Podemos concluir após a leitura desse texto que autor abordou os principais pontos destes famosos pensadores, suas histórias e ideias e forneceu uma introdução adequada ao período histórico da época e a forma como a Filosofia era vista e estudada.