A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
PROVA REGIMENTAL DE MICROBIOLOGIA BÁSICA E CLÍNICA

Pré-visualização | Página 1 de 2

PROVA REGIMENTAL DE MICROBIOLOGIA BÁSICA E CLÍNICA 
Nome: RGM: DATA: NOTA: 
1. Os vírus são seres acelulares que possuem como material genético. 
a) DNA e enzimas. 
b) RNA e enzimas. 
c) DNA e RNA. 
d) DNA ou RNA. 
e) somente enzimas. 
2. Entre as características biológicas citadas a seguir, a única pode ser encontrada nos vírus é 
um: 
a) programa genético específico que permite a reprodução de novos seres do mesmo tipo. 
b) processo metabólico que requer compostos nitrogenados e de carbono, incluindo os 
produzidos pelos autótrofos. 
c) maquinaria biológica que pode utilizar a energia armazenada em sua célula ou obtida dos 
alimentos. 
d) maquinaria biosintética para a síntese de proteínas. 
e) membrana celular que estabelece um limite e regula as trocas de matéria e energia. 
3. É característica do ciclo reprodutivo de um bacteriófago a: 
a) penetração por inteiro na célula hospedeira. 
b) injeção do material genético, RNA, no interior da célula hospedeira. 
c) injeção do material genético, DNA, no interior da célula hospedeira. 
d) reprodução sexuada denominada conjugação. 
e) reprodução assexuada denominada divisão binária. 
4. Os vírus são entidades que só apresentam propriedades de vida quando estão no interior de 
células vivas. Fora delas, deixam de apresentar tais propriedades e podem até cristalizar-se, 
como os minerais. Os vírus são importantes agentes causadores de doenças humanas, 
dentre as quais podem apontar: 
a) AIDS, sarampo e difteria. 
b) sarampo, catapora e herpes. 
c) cólera, febre amarela e tétano. 
c) febre amarela, sarampo e tétano. 
e) disenteria bacilar, hanseníase e poliomielite. 
5. O corpo de um fungo multicelular é formado por filamentos que recebem o nome de (1). O 
conjunto desses filamentos forma o (2), que constitui o corpo do fungo, entretanto essa 
estrutura não é considerada um tecido verdadeiro. 
Marque a alternativa que indica corretamente os nomes indicadas pelos números 1 e 2. 
a) 1- hifas; 2- micélio. 
b) 1- micélio; 2- hifas. 
c) 1- corpo de frutificação; 2- hifas. 
d) 1- micélio; 2- corpo de frutificação. 
e) 1- micélio; 2- corpo de frutificação 
 
6. Os fungos mais simples normalmente se reproduzem apenas por esporos, sendo extensa a 
nomenclatura dos esporos, que depende de sua origem e estrutura. 
 
 
 
( F ) Em a e b são mostrados basidiósporos, que são esporos muito pequenos, produzidos em 
fila na extremidade das hifas. 
( V ) "Arpergillus" e "Penicillium" são ascomicetos relativamente comuns sobre frutos podres, 
que dão a cor azulada às laranjas emboloradas e que reproduzem-se por conidiósporos 
conforme a e b respectivamente. 
( V ) Em c são mostrados endósporos produzidos no interior de um esporângio, como no bolor 
comum. 
( F ) Em d mostra-se a formação de conidiósporos, produzidos numa estrutura especial, 
dilatada, na extremidade de uma hifa e chamada conídio. 
( V ) Em e mostra-se a formação de ascósporos no interior de um esporângio chamado asco. 
7. São organismos pioneiros na sucessão ecológica, que atuam como produtores em lugares 
inóspitos e que apresentam os sorédios, eficientes estruturas de dispersão, formados por 
algas envolvidas por filamentos de fungos. Esta caracterização refere-se a: 
a) micorrizas. 
b) liquens. 
c) bolores. 
d) briófitas. 
e) protozoários. 
8. (UFMG) - É uma característica exclusiva dos fungos o fato de: 
a) apresentarem glicogênio como produto de reserva. 
b) possuírem quitina como revestimento. 
c) apresentarem micélio. 
d) serem parasitas. 
e) possuírem esporos 
 
9. A descontaminação através de autoclave da maioria das amostras microbiológicas é feita: 
a) 100◦C por 15 a 45 minutos. 
b) 121◦C por 15 a 30 minutos. 
c) 121◦C por 30 a 60 minutos. 
d) 100◦C por 10 a 60 minutos. 
e) 100◦C por 50 a 60 minutos. 
10. Meios de cultura são essenciais para o desenvolvimento de pesquisas e inovações na área 
da microbiologia. Existem diversos tipos de meios de cultura, os quais são classificados 
quanto ao estado físico (sólido ou líquido) e exigências nutricionais de cada organismo. Em 
um livro de protocolo laboratorial, identificou-se um meio que apresentava 4% de glicose e 
pH, variando de 3,8 a 5,6. Pode-se afirmar que esse meio seria ideal para o cultivo de: 
a) protozoários. 
b) bactérias. 
c) fungos. 
d) algas. 
e) N.D.A. 
 
11. Os meios de cultura podem ser classificados em contínuos e descontínuos. Em uma cultura 
descontínua, as condições não permanecem ideais por muito tempo, devido a diminuição da 
quantidade de nutrientes e a acumulação dos produtos do metabolismo microbiano. Sabendo 
que na cultura descontínua em meio líquido, observa-se que a curva representativa apresenta 
várias fases de crescimento, analise o quadro a seguir. 
1. Fase de lag 
A. Ao fim de um certo tempo, a velocidade de 
crescimento vai diminuindo até atingir uma fase em que o 
número de novos indivíduos é igual ao número de 
indivíduos que morre. 
2. Fase de log 
B. Os microrganismos encontram-se na plenitude de suas 
capacidades, em um meio cujo suprimento de nutrientes 
é superior às necessidades do organismo cultivado. 
3. Fase estacionária 
C. Depois de um certo tempo, o número dos organismos 
que morrem torna-se progressivamente superior ao 
número dos que surgem. 
4. Fase de declínio 
D. Essa fase só ocorre, quando os microrganismos 
semeados provêm de uma cultura velha. 
Relacionando a primeira coluna (nomes das fases) e a segunda coluna (caracterização das 
fases), assinale a opção que apresenta as relações corretas. 
a) 1-d; 2-b; 3-c; 4-a 
b) 1-d; 2-c; 3-a; 4-b 
c) 1-c; 2-b; 3-a; 4-d 
d) 1-c; 2-a; 3-b; 4-d 
e) 1-c; 2-d; 3-a; 4-b 
 
12. Durante a coloração de Gram, um técnico laboratorial em microbiologia inverteu a ordem das 
etapas e submeteu a amostra à solução de álcool a 95% antes de tratar a amostra com lugol. 
Com base na morfologia de procariotos e a finalidade desse método de coloração, a opção 
que contém a consequência da distração do profissional é: 
a) o álcool pode ser adicionado em qualquer etapa da coloração de Gram. 
b) o lugol funciona como descorante, retirando o excesso de cristal violeta. 
c) as bactérias Gram-negativas não serão coradas pelo lugol. 
d) o lugol não faz nenhuma diferença na coloração de Gram. 
e) as bactérias Gram-positivas serão descoradas pela ação do álcool. 
 
13. A coloração de Gram é um importante método empregado na microbiologia, que permite 
diferenciar bactérias em duas classes as Gram-positivas e Gram-negativas em função das 
propriedades químicas da parede celular. As bactérias Gram-positivas possuem na parede 
celular uma camada espessa de peptideoglicano, que é uma rede polimérica contendo 
açúcares (N-acetilglicosamina e ácido N-acetilmurâmico) e oligopeptídeos, enquanto que as 
bactérias Gram-negativas contêm uma camada fina. Na coloração de Gram utiliza-se o cristal 
violeta (cloreto de hexametilpararoanilina), que interage com o peptideoglicano. A adição de 
iodeto causa a precipitação do corante e as partículas sólidas ficam aprisionadas na rede 
polimérica, corando a parede celular. Ao lado estão esquematizadas a rede polimérica do 
peptideoglicano e as estruturas das espécies envolvidas. 
 
A partir das informações fornecidas, é correto afirmar que a principal interação entre o cristal 
violeta e a parede celular é: 
Parte superior do formulário 
a) ligação de hidrogênio. 
b) interação íon-dipolo. 
c) interação íon-dipolo instantâneo. 
d) interação dipolo-dipolo. 
e) interação dipolo-dipolo instantâneo. 
 
14. Em relação à morfologia, as bactérias com formas esféricas, de bastão, em cacho de uva e 
em colar denominam-se, respectivamente: 
a) cocos, bacilos, estafilococos, estreptococos. 
b) bacilos, cocos estafilococos, estreptococos. 
c) cocos, bacilos, estreptococos, estafilococos. 
d) bacilos, cocos, estreptococos, estafilococos. 
e) estreptococos,