A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Citologia e membrana plasmática

Pré-visualização | Página 1 de 2

1 @agrostudym 
–
Definições gerais 
 Para ser considerado um ser vivo, esse ser 
tem que apresentar certas características: 
 Ser constituído de célula; 
 Buscar energia para sobreviver; 
 Responder a estímulos do meio; 
 Se reproduzir; 
 Evoluir. 
De acordo com o número de células, podem ser 
divididos em: 
 Unicelulares - Bactérias, cianofitas, 
protozoários, algas unicelulares e 
leveduras. 
 Pluricelulares - os demais seres vivos 
Citologia é o ramo da biologia que estuda as 
células (menor unidade de um organismo), e elas 
são divididas em procariontes e eucariontes. 
 
Diferenças 
Célula Procariótica: 
Características Procariótica 
Tamanho Celular: Maioria pequena 
 
Sistema Gênico: 
Molécula de DNA simples e 
circular no nucleóide. 
Nucleóide não envolvido por 
membrana. 
 
Divisão Celular: 
Fissão binária ou 
brotamento. Sem mitose 
Sistema Sexual: Ausente na maioria. Se 
presente, altamente 
modificado. 
 
Nutrição: 
Maioria por absorção. Alguns 
fotossintéticos 
 
Energética do 
metabolismo: 
Sem mitocôndrias. Enzimas 
oxidativas ligadas a 
membrana celular. 
Movimento 
intracelular: 
Nenhuma 
Flagelos/Cílios: 
Não apresenta padrão 9+2 
Parede Celular: 
Contém cadeias 
dissacarídicas 
 e peptídicas tramadas 
Organelas: Sem Organelas 
 
Organismos que possuem a célula procariótica: 
o Bactérias 
o Arqueobactérias 
Célula Eucariótica: 
Características Eucariótica 
Tamanho Celular: Grandes 
 
 
 
Sistema Gênico: 
DNA associado a proteínas 
histônicas e não-histônicas 
em cromossomos complexos. 
Núcleo envolvido por 
envoltório membranoso. 
https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/Caracteristicasgerais3.php
https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/Caracteristicasgerais3.php
https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/Caracteristicasgerais3.php
https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/bioevolucao.php
 
2 @agrostudym 
Divisão Celular: 
Alguma forma de mitose. 
Centríolos em muitas. Fuso 
mitótico presente 
Sistema Sexual: 
Presente na maioria. 
Parceiros machos e fêmeas. 
Fusão de gametas. 
Nutrição: 
Absorção, ingestão, alguns 
fotossintéticos. 
Energética do 
metabolismo: 
Mitocôndrias presentes. 
Enzimas oxidativas 
embaladas em algum local 
Movimento 
intracelular: 
Correntes citoplasmáticas, 
fagocitose, pinocitose 
Flagelos/Cílios: 
Padrão microtubular 9+2 
Parede Celular: 
Se presente, não com 
polímeros de dissacarídeos 
ligados a peptídeos. 
Organelas: 
Organelas com diferentes 
funções 
 
Organismos que possuem a célula eucariótica: 
o Protozoários 
o Fungos 
o Plantas 
o Animais 
Membrana Plasmática 
Modelo do mosaico fluido 
 No modelo do mosaico fluido, a membrana 
plasmática é basicamente constituída por uma 
bicamada lipídica na qual estão inseridas 
as proteínas. 
o A membrana possui duas camadas 
formadas por fosfolipídios. 
o Como essas moléculas estão em constante 
deslocamento, denominou-se o modelo 
de fluido. 
o O fósforo estará ou em contato com o meio 
externo, ou com o interior celular. 
o As caudas de lipídeos ficam uma em 
sobreposição da outra. 
 
 
o Bolinha Cinza: átomo de fósforo. 
o Cauda vermelha: cauda de lipídeo. 
Possuem uma parte hidrofílica (absorve água e 
outros líquidos), denominada de “cabeça”, ligada a 
duas “caudas”, que são hidrofóbicas (não retêm 
água). 
Além da bi-camada de fosfolipídios existe 
outras moléculas que acompanha a membrana 
plasmática, como por exemplo, as glicoproteínas. 
o As glicoproteínas possuem diferentes 
formas e funções, e também podem se 
mover livremente. 
Especializações 
Junções da membrana e microvilosidades 
 Junção oclusiva: Local de fusão de membranas. 
Seladores. 
-Funcionam como “isolantes”, pois impede a 
entrada de determinadas substâncias no espaço 
entre duas células vizinhas. 
https://www.biologianet.com/biologia-celular/proteinas.htm
 
3 @agrostudym 
 Desmossomos: especialização em forma de 
disco elíptico. Ligado a microfilamentos. 
Resistência a tecidos. 
- São estruturas formadas por microtúbulos 
com função de possibilitar coesão entre as 
células vizinhas. 
 Junções comunicantes: Comunicação 
intercelular. Tecido epitelial, nervoso e 
muscular. 
- São poros na membrana que permite a 
comunicação celular. 
 Microvilosidades: Projeções formadas por 
evaginação. Aumentam área de absorção. 
Epitélio intestinal. 
-São projeções que aumentam a área de absorção 
de nutrientes ou aumentam a área para reações 
químicas (tipicamente encontradas em células do 
intestino ou na parte interna da membrana celular 
das mitocôndrias (cristais mitocôndriais)). 
o São projeções em formato de dedo 
 
Funções 
 Permeabilidade Seletiva: controle da entrada e 
saída de substâncias da célula; 
 Proteção das estruturas celulares; 
 Delimitação do conteúdo intracelular e 
extracelular, garantindo a integridade da célula; 
 Transporte de substâncias essenciais ao 
metabolismo celular; 
Reconhecimento de substâncias, graças à 
presença de receptores específicos na membrana. 
Tipos de Permeabilidade 
Permeabilidade seletiva 
 Difusão e osmose 
 Transporte por mediação 
 Endocitose 
Átomos e moléculas estão em constante 
movimento, e como resultado desse movimento 
contínuo e casual, as partículas tendem a se 
espalhar, em um processo espontâneo denominado 
difusão. 
Osmose é um tipo especial de difusão, que 
ocorre quando duas soluções aquosas de 
concentrações diferentes entram em contato 
através de uma membrana semipermeável. Esse 
tipo de membrana permite apenas a passagem de 
solvente (água), impedindo a passagem de solutos 
(sais, açúcares, proteínas, etc.). 
Transporte por mediação 
A única diferença é que sempre irá envolver 
uma glicoproteína que está associada a membrana 
plasmática. 
 Difusão facilitada 
Muitas substâncias de que a célula 
necessita têm sua entrada facilitada por proteínas 
presentes na membrana. Essas proteínas 
denominadas permeases, tornam a membrana mais 
permeável a determinadas substâncias, permitindo 
sua difusão. 
 
EX.: Transporte da glicose (sangue) para células do 
corpo. 
 Transporte ativo 
As membranas celulares, além de permitir ou 
mesmo facilitar a difusão de determinadas 
substâncias, também são capazes de bombear 
ativamente substâncias, gastando energia para 
isso. 
Um exemplo de transporte ativo é a chamada 
bomba de sódio e potássio, que permite a 
 
4 @agrostudym 
manutenção de concentrações adequadas dos íons 
sódio e potássio dentro e fora da célula. 
 
Ele vai ao contrario do gradiente de 
concentração. Os íons se movimentam do meio 
menos concentrado para o mais concentrado e para 
que isso ocorra é necessário queima de energia. 
ATP -> Molécula universal de transferência de 
energias. 
Endocitose 
 Fagocitose 
É o processo de ingestão de moléculas, ou até 
mesmo organismos grandes, através da emissão de 
pseudópodes. 
A célula produz expansões citoplasmáticas, que 
envolvem a partícula e a englobam. 
 Pinocitose: 
Íons ou moléculas se ligam a glicoproteínas 
específicas, e quando se ligam ocorrem uma 
invaginação (reentrância para dentro da célula). 
Capacidade de uma célula de ingerir partículas 
e líquidos. 
 
 Endocitose mediada por receptores: entrada de 
moléculas grandes (depressão coberta por 
claritina). 
 
Organelas Citoplasmáticas 
Núcleo 
 Envoltório nuclear: similar a membrana 
plasmática, porém com menos colesterol. 
Presença de poros. Envolve o material genético 
(exceto o mitocondrial). 
 Cromatina: molécula de DNA+ Histonas + 
proteínas não histônicas. 
A cromatina é um conjunto de fios, cada um 
deles formado por uma longa molécula de DNA 
associada a moléculas de histonas, um tipo 
especial de proteína. Esses fios são os 
cromossomos. 
 Nucléolos: porções especializadas de certos 
cromossomos.